Cidadeverde.com

Firmino terá vice-líder na Câmara Municipal

O cargo está sendo recriado na reforma que o prefeito Firmino Filho promove em sua base aliada no parlamento do município. O nome mais cotada para assumir a vice-liderança da bancada da situação é o do vereador Venâncio Cardoso (Progresssistas). A vereadora Graça Amorim (PMB) segue na liderança do prefeito no poder legislativo.

Firmino e Jeová acertam o passo e resolvem crise política

O prefeito e o presidente da Câmara Municipal conversaram a portas fechadas nesta quinta-feira, 23, no Palácio da Cidade. Foi o primeiro encontro de Firmino Filho e Jeová Alencar após a eleição antecipada que definiu a mesa diretora do parlamento da capital a partir de janeiro de 2019. O pleito, que reelegeu o presidente Jeová Alencar, deflagou  crise política na relação do prefeito com sua base aliada, gerando desconforto até mesmo na harmonia da Câmara Municipal com o Palácio da Cidade. Mas o encontro desta quinta-feira acalmou os ânimos exaltados  dos últimos 08 dias. Segundo Jeová Alencar, as arestas foram aparadas e a tendência é a retomada de harmoniosas relações políticas e institucionais com o prefeito. Firmino Filho reafirmou ao vereador tucano que estranhou a iniciativa que resultou na eleição antecipada da mesa diretora da Câmara Municipal, realizada sem nenhum diálogo político com o Palácio da Cidade, mas respeita a decisão do parlamento. O desfecho da crise foi o rompimento da aliança PSDB/PMDB na capital e formação de nova base aliada ao prefeito Firmino Filho, que deve chegar a 18 vereadores. Segundo lideranças ligadas ao prefeito, o bloco será menor, porém mais consistente e fiel. Entre Firmino Filho e Jeová Alencar, o clima voltou a ser  de aliados após o encontro no Palácio da Cidade.

Henrique Pires mantém sintonia com novo ministro das Cidades

O engenheiro Henrique Pires, secretário nacional do saneamento ambiental do Ministério das Cidades, que já tinha sintonia total com o ex-ministro tucano, Bruno Araújo, permanece em parceria com o novo ministro, Alexandre Baldy, que foi indicado pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ) mas está com filiação confirmada no Progressistas do senador Ciro Nogueira. A posse de Baldy realizada   foi um evento concorrido do qual participaram várias lideranças políticas também do Piauí. 

PSB na defesa do consumidor e do povo afrodescendente

A comissão de defesa do consumidor da Câmara dos deputados, presidida pelo Deputado Rodrigo Martins  (PSB), realizou audiência pública para debater a conjuntura econômica e o povo afrodescendente. Participaram da audiência, em Brasília, Fernando Galvão e Messias Júnior, representando a ONG MAIS - Movimento de Apoio a Inclusão Social. Messias Júnior também integra a direção nacional do PSB.

Vereadores conversam com Firmino e Jeová

Eles tomam café com o prefeito e almoçam com o presidente da Câmara. Tem sido assim as agendas de conversas de vereadores que acompanham os dois novos grupos políticos da capital. De um lado, o prefeito Firmino Filho trabalha para consolidar uma base  fiel ao Palácio da Cidade. Do outro, Jeová Alencar mantém harmoniosa relação com grupo político que o reelegeu para novo mandato na direção do parlamento da capital. Por enquanto, Firmino e Jeová são tucanos bicudos e que, portanto, não se beijam.

Vereadores confirmam presença na base de Firmino

A nova base aliada ao prefeito Firmino Filho está formada. Além dos 12 que participaram da reunião de segunda-feira, 20, mais cinco parlamentares fecharam acordo para compor o bloco: Enzo Samuel (PCdoB), Ítalo Barros (PTC), Gustavo Gayoso (PTC), Venâncio Cardoso (Progressistas) e Tereza Britto (PV). Agora o bloco aliado ao tucano conta com 17 vereadores. As conversas foram conduzidas diretamente pelo prefeito Firmino Filho e pelo secretário de governo, Charles Silveira.
 

Descartada nomeação de João Henrique para ministério de Temer

Nova reviravolta sobre a reforma ministerial do presidente Michel Temer. Após reunião na manhã desta terça-feira (21), o presidente nacional do Sesi, João Henrique Sousa, foi recebido pelo presidente em Brasília, no Palácio do Planalto, e ficou acertado que a Secretaria de Governo da presidência ficará com um deputado peemedebista da bancada federal. O nome mais cotado é Carlos Marun (PMDB/MS). Com isso, a nomeação do ex-ministro fica descartada. 
O piauiense segue na direção do Sesi com apoio de Temer e do setor empresarial ligado a CNI.

Outro desdobramento desta decisão é que João Henrique Sousa pretende dar continuidade ao projeto de pré-candidatura ao governo do Estado e mantém a caravana Piauí em Movimento.  

O próximo passo nesse sentido é uma conversa agendada com o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) sobre planos para formação de um palanque oposicionista ao governo do Estado.

Firmino confirma encontros com prefeitos

A agenda surgiu a partir de conversa política com o ex-senador João Vicente Claudino após decisão de romper aliança com o PMDB. Firmino Filho revelou disposição para levar adiante projeto de candidatura ao governo do Estado em 2018 e confirmou presença em almoço com prefeitos e o ex-senador João Vicente já na próxima semana. E pela conversa com João Vicente, os encontros políticos com lideranças do interior vão prosseguir,  atitude clara   de pré-candidato ao governo em plena ação.

João Vicente faz visita de cortesia a Zé Filho

O ex-senador João Vicente Claudino fez uma visita de cortesia ao ex-governador e presidente da Federação das Indústrias do Piauí – FIEPI, Zé Filho, nesta segunda-feira, 20. Eles discutiram  a situação administrativa do Piauí, cenários para 2018, além de alternativas para o desenvolvimento do Estado. 

Entre os assuntos,  destaque também para a palestra do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, sobre a Reforma Trabalhista, que será realizada na FIEPI, no dia 07 de dezembro, ás 17hs. Além da palestra, o ministro, que é filiado ao PTB do Rio Grande do Sul,cumpre agenda partidária em Teresina, onde participa das filiações do PTB.

Firmino rompe com PMDB e forma novo bloco na Câmara

  • e86a10b4-4e9b-4e80-a1e7-5272d149907a.jpg Lyza Freitas
  • e3c9b83a-a4cc-40aa-bfa8-25521bae1994.jpg Lyza Freitas
  • b0695813-3214-47bb-bbfd-f81934ffc9f9.jpg Lyza Freitas
  • b234d3e9-b921-4c20-ae80-162542791fb2.jpg Lyza Freitas
  • 26069484-1100-47f9-85d1-b20c2e930902.jpg Lyza Freitas
  • 9e6d22ac-e188-48ec-ae3c-05f7fc6a4be5.jpg Lyza Freitas

Atualizada às 11h55

A segunda foi de reuniões no Palácio da Cidade. O prefeito Firmino Filho (PSDB) convocou a base aliada para discutir a formação de um novo bloco de apoio na Câmara Municipal de Teresina. A novidade é o rompimento com o PMDB, que implicará em mudanças na equipe administrativa. 

O secretário de governo, Charles Silveira, já comunicou ao PMDB as demissões de James Guerra, que era titular da Fundação Wall Ferraz, e Ricardo do Rego Monteiro, que representava a SDR. 

Para o líder do PMDB no governo do Piauí, João Madison, as mudanças confirmadas na Prefeitura são normais. "É natural, faz parte do jogo político”, destacou.

As informações já revelavam que o prefeito não aprovou o comportamento de parte da base aliada que votou pela aprovação na nova Mesa Diretora na Câmara de Teresina, na última quinta-feira(16).

A expectativa é que o novo bloco de apoio seja formado pelos 12 vereadores da base que se ausentaram da votação e mais quarto ou cinco parlamentares, maioria suficiente para a Câmara aprovar matéria de interesses palacianos.
 
Também estão na mira das retaliações os vereadores Luiz André (PSL), Gustavo Carvalho (PEN), Fábio Dourado (PEN) e Major Paulo Roberto (SD).

O prefeito deve reunir ao meio-dia, na Prefeitura, os doze vereadores que se ausentaram e mais os seis que ocupam cargos na prefeitura; Aluísio Sampaio (PP), Zé Filho (PT do B), Levino de Jesus (PRB), Ricardo Bandeira (PSL), Samuel Silveira (PSDB)  e Evandro Hidd (PSDB).

Posts anteriores