Cidadeverde.com

Washington Bonfim é o nome do Progressistas para sucessão de Firmino

O presidente do Progressistas em Teresina, Mainha, esteve reunido com o ex-secretário de planejamento municipal, professor Washington Bonfim, na manhã desta sexta-feira (22) para tratar de uma possível candidatura à prefeitura de Teresina. O pleito ocorre em 2020, mas o cenário político local já se organiza em torno de nomes e alianças. O nome de Bonfim já foi apontado inclusive pelo presidente nacional do partido, senador Ciro Nogueira, e ao que parece é a aposta do Progressistas para a disputa. 

Atualmente Washington reside em São Paulo e dirige o Programa de Apoio à Melhoria da Gestão Pública de sete estados e 12 municípios, entre eles, Teresina. Entre as unidades da federação estão São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Pará e Espírito Santo.

A sucessão em Água Branca

O prefeito Jonas Moura (PSD), presidente da APPM (Associação Piauiense de Municípios), já trabalha a sucessão na prefeitura de Água Branca, no Médio Parnaíba. Um dos nomes da situação é o secretário de Finanças, Júnior Ribeiro, sobrinho do gestor. Na oposição, o ex-prefeito João Luis, o Zito, que é filiado ao Progressistas, promete candidatura ou apoio a aliança contrária ao prefeito Jonas Moura. Correndo por fora, o vereador Ivon Lendl (MDB), no segundo mandato e ex-presidente da Câmara Municipal, é considerado força política  importante e da nova geração. O vereador não descarta candidatura majoritária em Água Branca e tem sido assediado pela oposição e por aliados do prefeito. 

Novo terá candidato a prefeito de Teresina

O partido Novo já iniciou a estratégia eleitoral para a sucessão do prefeito da capital, Firmino Filho (PSDB). O empresário Marcos Mazullo surge como opção de candidatura com aceitação no partido, que prepara agenda política para viabilizar projeto eleitoral em Teresina e nas principais cidades do Estado. Mazzulo revela disposição para liderar o palanque do Novo em Teresina na eleição de 2020.

MDB quer dividir ônus da reforma administrativa

O partido não revela publicamente, mas sinaliza preocupações com os rumos da reforma administrativa proposta pelo governo. As mensagens são amargas e podem trazer desgastes para os deputados. Os seis deputados da bancada emedebista se reuniram num jantar na quarta-feira, 20, para conversas sobre estratégias de atuação na Assembleia Legislativa e na relação com o governo. O MDB vai propor emendas à reforma e quer definições sobre presença do partido na formação da nova equipe de governo. Os deputados emedebista querem quebrar o clima de ansiedade que predomina em boa parte da base aliada governista.

Flávio Nogueira na Comissão de Finanças e Tributação

A bancada do PDT na Câmara Federal indicou o deputado Flávio Nogueira para compor a Comissão de Tributação e Finanças, considerada a segunda mais importante, só ficando atrás da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). O parlamentar piauiense terá participação em debates decisivos para projetos como a reforma tributária, matéria que deve ganhar força na atual legislatura.
 

Poste atrapalha obra no interior

Em Monsenhor Gil, na região de Teresina, a vereadora Eliane Moura (PRP)  faz duras críticas à empresa equatorial, antiga Cepisa, por constantes interrupções no fornecimento de energia no município. A parlamentar também reclama por não retirada de dois postes de iluminação pública que impedem a conclusão de obra na ponte de acesso à cidade. Eliane afirma que solicitações oficiais já foram protocoladas na empresa, mas ainda não atendidas.
 

Jeová Alencar: “filiação partidária só em 2020”

O presidente da Câmara Municipal de Teresina afirma que só definirá seu destino partidário em abril do próximo ano, na janela legal que permite a vereadores a possibilidade para troca de sigla. “Nossa prioridade é a gestão da Câmara Municipal e projetos para o desenvolvimento de Teresina “, disse Jeová Alencar, que segue filiado ao PSDB, mas assediado por vários partidos, adianta que sua mais sólida aliança política é com o presidente da Assembleia Legislativa, Themistocles Filho, também presidente do MDB da capital. 

Prefeitura confirma de posse de Júlio Arcoverde na Semel

Será sexta-feira, 22, meio dia, no Palácio da Cidade. Os convites já estão sendo distribuídos e a expectativa aponta para solenidade concorrida, com forte presença de lideranças políticas dos mais diferentes partidos. O ato consolida a aliança PSDB/Progressistas na capital com repercussão também no interior. 

Solidariedade na base aliada a Firmino

O deputado estadual Evaldo Gomes confirmou entendimentos com o prefeito da capital, Firmino Filho (PSDB), para o Solidariedade compor oficialmente a base aliada ao Palácio da Cidade. Dois vereadores ligados ao partido sob o comando de Evaldo Gomes já apoiam a gestão municipal - só o major Paulo Roberto, que segue filiado ao Solidariedade,  está na oposição. O próximo passo aguardado pelo grupo político é a sinalização do prefeito para participação na gestão de Teresina.

Júlio César na frente parlamentar do agronegócio

 Fotos: Ascom/ Júlio César

O deputado federal Júlio César (PSD) foi reeleito para mais um mandato como vice-presidente para a Região Nordeste da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). O deputado gaúcho Alceu Moreira (MDB) assumiu a presidência em substituição a deputada Tereza Cristina (DEM), que deixou a função para assumir o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.  A solenidade de posse contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro. Na foto, Júlio César é cumprimentado pelo vice-presidente da Federação da Agricultura do Piauí, Sérgio Bortolozzo.

Posts anteriores