Cidadeverde.com

Trabalhadores retornam ao Piauí e ficam de quarentena em ação preventiva contra a Covid-19

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Trabalhadores que chegam do Sul e Sudeste do Brasil são orientados a permanecerem em quarentena nos municípios de destino no Piauí. Só na região de Piripiri, quatro veículos foram abordados nesta semana em ações conjuntas da Vigilância Sanitária, Ministério Público e Polícia Rodoviária Federal. 

Nivaldo Ribeiro, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Piripiri, 116 quilômetros ao Norte de Teresina, explicou ao Cidadeverde.com que os ônibus vieram com trabalhadores que retornaram para suas casas no interior do Piauí. Nenhum apresentou sintomas da Covid-19. 

As ações são preventivas para tentar reduzir a propagação do Sars-Cov-2, conhecido como novo coronavírus e responsável pela pandemia de Covid-19. A preocupação é com a velocidade com a qual o número de infectados pode crescer, sobrecarregando o sistema de saúde e ampliando as mortes por falta de condições de atendimento adequado. 

No início da semana, três ônibus com trabalhadores oriundos de São Paulo chegaram a Piripiri e foram submetidos a esse procedimento.

"Foram identificados todos os trabalhadores e eles foram orientados a ficarem em quarentena. Aqui em Piripiri, há um decreto, os responsáveis pelos três ônibus foram notificados e foi proibida a circulação desses veículos", acrescentou o promotor. 

Na madrugada de quarta-feira (25), a Polícia Rodoviária Federal no Piauí (PRF-PI) abordou um ônibus que vinha de Canoinhas (SC). Nenhum dos 43 passageiros apresentavam sintomas e todos foram orientados a ficarem em quarentena quando chegassem aos municípios de Brasileira e Pedro II. 

Até a manhã desta quinta-feira (26), a PRF havia monitorado 34 ônibus, com um total de 1.374 passageiros, tanto os que vinham para o Piauí como os que passavam pelo estado em direção a outros destinos. A Polícia Rodoviária afirmou também ter reforçado as barreiras no estado para tentar conter a circulação de veículos clandestinos. 

Fábio Lima
[email protected]

Piripiri: mais de 300 pessoas são assistidas e aulas suspensas em 9 escolas

  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv12.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv11.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv10.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv9.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv8.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv7.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv6.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv5.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv4.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv3.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv2.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv1.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde

A Prefeitura de Piripiri informou nesta segunda-feira (09) que mais de 300 pessoas estão sendo assistidas no município após as fortes chuvas que atingiram o município, deixando muitas famílias desabrigadas. Nesta segunda, o poder executivo municipal também divulgou a lista das escolas que tiveram as aulas suspensas porque as vias de acesso estão intrafegáveis. Outras estão temporariamente sem aula porque estão abrigando famílias. 

Os moradores recebem medicamentos, comida, água mineral, material de higiene, colchões, roupas, cobertores. Voluntários e doadores ajudam nos pontos de arrecadações, como a creche Proinfância Romeritto Escórcio (Campo das Palmas) - que também recebe famílias. 

O prefeito Luiz Menezes relatou que "após a atenção imediata, com os trabalhos de urgência no atendimento às pessoas nas áreas de risco e desabrigados, a Prefeitura, agora, inicia os serviços de contenção, desobstrução e reconstrução de áreas afetas, tanto na zona urbana como na zona rural". O prefeito decretou estado de emergência.

"Já deixamos a autorização para que todas as secretarias utilizem do que for necessário para que possamos voltar a rotina de nossa cidade, para reestabelecermos a normalidade e dar segurança à população”. 

A prefeitura destacou que equipes de infraestrutura trabalham em diversos pontos da cidade - assim como equipes da saúde e social - em permanente assistência e monitoramento das áreas e das famílias.

Escolas recebendo famílias: 

  • Creche Municipal Proinfância Romeritto Francisco Ximendes Escórcio de Brito;
  • C. E. M. Des. Dr. Antônio de Freitas Rezende;
  • Escola Municipal Dr. Antenor de Araújo Freitas.

Escolas com aulas suspensas - vias intrafegáveis

• E. M. Cosme Lopes dos Santos – Comunidade Sertão de Dentro;
• E. M. São João Batista – Comunidade Formosa;
• E. M. Raimundo Pereira do Nascimento – Comunidade Baixão;
• E. M. Argemiro Urquiza – Comunidade Santa Rosa;
• E. M. Leonardo Pereira da Cunha – Suçuarana;
• E. M. Marival de Andrade Oliveira - Comunidade Romão.

Nas demais escolas do Sistema Municipal de Ensino haverá aulas normalmente. A Secretaria Municipal de Educação ressaltou que as aulas suspensas serão posteriormente repostas em um novo calendário para não prejudicar o ano letivo.  


Foto: Francisco Rabelo/TV Cidade Verde

 

Mais chuvas

O prefeito Luiz Menezes pede que a população se mantenha alerta porque ainda há previsão de fortes chuvas para o município.

“É importante a atenção redobrada porque todas as nossas reservas naturais e artificiais estão cheias. Portanto, ficaremos todos bem atentos para que nenhuma tragédia possa acontecer novamente”. 

 


Foto: Francisco Rabelo/TV Cidade Verde


 

Carlienne Carpaso 
[email protected] 

 

Piripiri: obras emergenciais na BR-343 continuam e PRF acompanha trânsito

Foto: PRF


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que equipes continuam no KM 180,0 da BR 343, na cidade de Piripiri, após uma cratera surgir durante as fortes chuvas que atingiram o município no último final de semana. A previsão para liberação total da pista está marcada para terça (10). 

A PRF relatou que "neste momento encontra-se uma equipe no local da obra realizando a correção definitiva da rodovia".

"Durante o procedimento haverá restrição parcial do fluxo de veículo havendo trânsito em apenas uma das faixas. Hoje farão a correção no sentido decrescente da via, ou seja sentido a cidade de Brasileira/PI. Amanhã farão a correção no sentido contrário. Previsão de término amanhã(10)", diz a nota.

Recomendação

A PRF recomenda que os motoristas evitem o deslocamento na região. Por hora, o trânsito é desviado por Piracuruca/PI entrando pelo Parque Nacional de Setes Cidades e saindo na BR 222, informou a equipe.

"O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte já está ciente e devidamente acionado. DNIT informa que deslocou uma maquina de Piracuruca para o local da interdição. Vão abrir a pista e encher com piçarra para tentar liberar de forma precária até iniciar os reparos definitivos", diz.

A PRF acrescenta que "o trecho proposto para desvio na interdição de Piripiri/PI não é todo asfaltado, porém é trafegável para qualquer veículo. As máquinas já estão realizando a recuperação da via. Previsão de ser liberada a via ainda hj de forma precária. Rodovia foi liberada nos dois sentidos".

A pista está sinalizada para alertar os condutores tendo em vista que a recuperação é provisória e devido o acúmulo de material criou-se uma espécie de lombada. Neste momento encontra-se uma equipe no local da obra realizando a correção definitiva da rodovia. 

 

Carlienne Carpaso (com informações da PRF)
[email protected] 

Sobe para 15 o número de famílias desabrigadas após chuva em Piripiri

Subiu para 15 o número de famílias desabrigadas em Piripiri após o temporal do fim de semana. Em uma semana choveu 400 mm, o que acabou cortando estradas, causando deslizamento de terra e deixando uma mulher morta após fica presa em um carro que foi arrastado pela correnteza. O açude Caldeirão está sendo monitorado e moradores temem o rompimento.

A prefeitura de Piripiri decretou estado de emergência. A TV Cidade Verde visitou a cidade e mostrou os estragos da enxurrada. Há áreas de risco em, pelo menos, oito bairros, mas alguns moradores ainda resistem em sair das residências. 

"A nossa dificuldade é justamente porque as famílias insistem em ficar. São casos em que a parede já caiu ou está rachada. A gente tenta fazer um convencimento para trazer essas famílias para um local seguro. Conseguimos resgatar 11 famílias que foram levadas para uma escola. Temos pessoas idosas, crianças, mulheres", explica Márcia Galvão, secretária de Assistência Social de Piripiri. (veja como ajudar).

Rompimento de rodovia 

A rodovia estadual que liga Piripiri ao açude Caldeirão continua completamente rompida. Equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) foram enviadas ao município para fazer um levantamento e posterior elaboração de um projeto para recuperação da via. Nos locais devastados pela água, o DER anunciou que fará de imediato uma nova sinalização indicando os desvios.

Já na BR-343, entre Piripiri e Brasileira, foi feito um reparo emergencial pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para liberação da pista. Nesta segunda-feira (09) será realizada uma pavimentação asfáltica.

"O trânsito flui normal nas duas faixas, requer só uma atenção dos condutores porque tem uma ondulação no meio da pista e é no meio de uma curva, mas está bem sinalizada.  Hoje será colocado o asfalto e o trânsito ficará em apenas uma das faixas. Acreditamos que a obra vai durar no máximo três dias", explica o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Piauí, Stênio Pires Benevides.

Os motoristas que quiserem evitar transtornos da obra podem buscar rotas alternativas. 

"Quem sair de Teresina e for para Parnaíba, pode ir por Barras ou Esperantina. Quem vier no sentido contrário pode entrar em Sete Cidades que também tem um desvio", reitera o superintendente  da PRF-PI. 

 

Previsão do tempo para os próximos dias

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o climatologista Werton Costa explicou como deve ficar o tempo no Piauí nos próximos dias. 

 


Graciane Sousa
[email protected]

Moradores temem rompimento do Caldeirão, mas Dnocs afirma segurança da estrutura

  • caldeira_tiago_2.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde
  • caldeirao_francisco6.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde
  • caldeirao_francisco5.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde
  • caldeirao_francisco4.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde
  • caldeirao_francisco3.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde
  • caldeirao_francisco2.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde
  • caldeirao_francisco1.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde
  • caldeirao_francisco.jpg Francisco Rebelo e Tiago Melo /TV Cidade Verde

Atualizada às 19h02

Os moradores de Piripiri temem que a estrutura do Açude Caldeirão não suporte as fortes chuvas que atingem o município e venha a romper na região. Equipes da Prefeitura de Piripiri e do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) visitaram o açude neste sábado (07) para avaliar a situação. O local também é considerado ponto turístico; barracas ficaram alagadas. O prefeito de Piripiri Luiz Menezes decretou situação de emergência no município. 

Ao Cidadeverde.com, o coordenador do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs) no Piauí, Djalma Policarpo, informou que o açude, neste momento, não possui problemas estruturais alarmantes.  Na próxima terça-feira (10), o projeto já previsto de modernização deverá ser iniciado. 

O Açude Caldeirão assustou os moradores e os órgãos do municipais porque a quantidade de água aumentou consideravelmente pela manhã, mas houve uma pequena redução na tarde de sábado. 

"A barragem está 'tranquila'. O problema não é de estrutura. É de projeto. A lamina de capacidade do sangradouro tem altura de 1.50m por 60 de largura. O Dnocs deixou uma folga 50 cm de altura. A capacidade que é de 1.50 chegou a 1.69, faltando 31cm para atingir essa capacidade do sangradouro pela manhã, mas agora pela tarde já houve redução para 1.44", comentou Policarpo.

O diretor ressaltou que se houver mais chuvas nas próximas horas, o Dnocs já deixou no município uma retroescavadeira hidraulica. "Deixamos de prontidão esse equipamento caso chegue a capacidade máxima e se houver a necessidade de alargamento, por segurança". 

Um morador conversou com o Cidadeverde.com e relatou a sua visão sobre a situação. "A tendência é que o nível do rio dos matos suba e  alague mais essas estradas. Essas águas do Caldeirão descem pelo Rio dos Matos, que passam por boa parte da zona rural. O rio dos matos se uniu a outro riacho em uma outra estrada na zona rural e tá só um lago enorme. Tá feio o negócio. Se o Caldeirão rompesse essa parte sim ficaria devastada". 

Até o momento não há informações da quantidade de desabrigados no municípios. Grupos se mobilizam em busca de doações. Veja os pontos de arrecadação: clique aqui! 

BR 343

A parte da BR 343, na região de Piripiri, que estava totalmente interditada devido o surgimento de uma cratera, foi liberada nos dois sentidos por volta das 18 horas.

O Cidadeverde.com recebeu a informação de que uma equipe da Polícia Rodoviária Federal permanece no local orientando os condutores, pois ficou uma ondulação - uma espécie de lombada -depois dos trabalhos emergenciais feitos pelo Dnit. Como trata-se de uma curva é fácil o motorista perder o controle do veículo caso esteja com a velocidade acima do permitido para a via. Há cones de sinalização no local. 

 

 


Dnocs|| Foto enviada ao Cidadeverde.com

 

Mais informações: 

Mulher morre afogada ao ter carro arrastado durante temporal em Piripiri

Vídeo: chuva extrema em Piripiri arrasta motos, cancela aulas e deixa moradores ilhados



Foto enviada ao Cidadeverde.com 

Carlienne Carpaso
[email protected]

 

Prefeito decreta situação de emergência em razão das fortes chuvas em Piripiri

  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv12.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv11.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv10.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv9.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv8.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv7.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv6.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv5.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv4.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv3.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv2.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde
  • piripiri_francisco_rebelo_tvcv1.jpg Francisco Rebelo/TV Cidade Verde

O prefeito de Piripiri, Luiz Menezes, decretou situação de emergência no município em razão das fortes chuvas que atingiram a cidade, provocando diversos prejuízos. Uma pessoa morreu afogada após ter o carro arrastado pela correnteza. 

A Prefeitura de Piripiri informou que o prefeito reuniu diversas entidades na manhã deste sábado (07) para estabelecer um plano emergencial para auxiliar as famílias atingidas pelas chuvas. O plano também tem como um dos pontos principais recuperar pontos que ficaram intrafegáveis.

Os bairros mais atingidos pelas fortes chuvas são os mais baixos - como o Floresta, Germano, Vista Alegre, Flor dos Campos - e o Centro da cidade. Também há estragos no bairro Floresta e da região do Horto Florestal. 

A rodovia estadual que liga Piripiri a Caldeirão se rompeu completamente e na BR-343 várias crateras foram abertas, no sentido de Brasileira. Ambas as estradas precisaram ser interditadas. Equipes trabalham na tarde deste sábado para liberar a pista. 

O governador Wellington Dias  anunicou a liberação de recursos para Piripiri e convocou uma força-tarefa para atender o município. 

 

 

O decreto de emergência autoriza a "mobilização de todos os órgãos municipais para atuares sob a organização da Superintendência de Defesa Civil do Município com o auxílio do Grupo de Trabalho, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução".

Além disso, fica autorizada a convocação de voluntários para reforças as ações de resposta ao desastre e a realização de campanhas de arrecadação de recursos e alimentos junto à comunidade. Também está dispensada a licitação de contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras, desde que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 dias consecutivos e ininterruptos. 

DOAÇÕES

O Centro Paroquial ao lado da Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios e a Creche Proinfância Romeritto Escórcio (Campo das Palmas) estão recebendo doações.  Veja outros: 

 

 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Estradas são interditadas em Piripiri; rodovia estadual rompeu com a chuva

Foto: Enviada ao Cidadeverde.com por whatsapp

Registro da rodovia estadual que liga Piripiri a Caldeirão

Atualizada às 18h59
 

As chuvas que atingiram Piripiri na noite desta sexta-feira (6) causaram grandes prejuízos às estradas que passam pela cidade. A rodovia estadual que liga Piripiri a Caldeirão se rompeu completamente e na BR-343 várias crateras foram abertas, no sentido de Brasileira. Ambas as estradas precisaram ser interditadas. A BR 343 foi liberada às 18h de sábado (07). 

Segundo nota da Polícia Rodoviária Federal, a BR-343 foi interditada totalmente às 5h15, no km 180, devido a abertura de crateras no leito carroçável, comprometendo o trânsito de veículos. A PRF recomenda evitar o deslocamento naquela região. 

 

 

O trânsito está sendo desviado por Piracuruca, entrando pelo Parque Nacional de Sete Cidades e saindo na BR-222. Equipes de Policiais Rodoviários se encontram no local realizando a segurança. 

Ainda de acordo com a PRF, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte já está ciente e devidamente acionado. 

DNIT informou que deslocou uma maquina de Piracuruca para o local da interdição. O objetivo é abrir a pista e encher com piçarra para tentar liberar de forma precária até iniciar os reparos definitivos da BR-343.

Foto: PRF / Divulgação

Registro da BR-343, entre Piripiri e Brasileira

Jordana Cury
[email protected]

Mulher morre afogada ao ter carro arrastado durante temporal em Piripiri

 

Em sete dias, a cidade de Piripiri, região norte do Piauí, já acumulou mais de 400 milímetros de chuvas. Na noite desta sexta-feira (06), a chuva atingiu 122 milímetros e causou um acidente com vítima fatal.

De acordo com informações do Tenente Isaías do Corpo de Bombeiros de Piripiri, uma mulher morreu após ter o carro arrastado na hora da chuva.O acidente ocorreu na Ponte do Biano, que fica localizada no bairro Germano. 

“O carro caiu em um córrego que fica na zona urbana da cidade. Ela não conseguiu sair do carro, que parou em uma região com muitas pedras. A vítima não teve a identidade revelada. Não havia nenhum documento no carro”, destacou.

Foto: Foto enviada ao CidadeVerde.com/

De acordo com o climatologista Werton Costa, em dois dias a cidade já ultrapassou as médias de chuva que atingiram Teresina durante todo o mês de fevereiro.

“Essa chuva muito expressiva de 122 milímetros. Em apenas dois dias 236 milímetros. Muito chuva. É a média de Teresina no mês de fevereiro em dois dias de chuva”, o climatologista Werton Costa.

Foto: enviada ao Cidadeverde.com / 

 

O tenente Isaías pede que as pessoas tomem alguns cuidados na hora das tempestades. “ A previsão é de mais chuva para a cidade. O Corpo de Bombeiros pede que a população tenha mais cuidado. Que as pessoas saiam dos carros quando observarem que a chuva é muito forte, que evitem sair de casa, que busquem abrigo em um local mais alto. E entre em contato com o Copo de Bombeiros para pedir ajuda”, afirmou.

Foto: Foto enviada ao cidadeverde.com

Estragos na cidade

Os bombeiros informam que a área mais crítica na cidade é a zona urbana. De acordo com o tenente Isaías, casas ficaram alagadas e as pessoas só conseguiram ser resgatadas na madrugada.

“Foi necessário aguardar que o nível das águas diminuísse. As pessoas conseguiram ser retiradas na madrugada. A área mais crítica, em que recebemos mais chamadas, foi na zona urbana mesmo”, disse. 

O padre do município identificado como Padre Roberto conseguiu sair ao ter o carro arrastado pela correnteza. Ele trafegava pela avenida Aderson Ferreira, próximo ao local em que a mulher foi encontrada morta, quando o carro foi arrastado pela correnteza. 

 

Lídia Brito
[email protected]

Vídeo: chuva extrema em Piripiri arrasta motos, cancela aulas e deixa moradores ilhados

A chuva extrema que caiu em Piripiri, nessa quarta-feira (04), deixou moradores ilhados, parte da cidade sem energia, faculdades tiveram que suspender as aulas, houve atraso no jogo que ocorreu no estádio municipal Ytacoatiara, além de muitos prejuízos.

Flagrantes registrados pelos próprios moradores dão a dimensão de como ficou a cidade. Um dos vídeos mostra um motociclista se arriscando na travessia com a água já cobrindo os dois pneus. De repente, a moto apaga e ele tem que seguir viagem empurrando o veículo. 

Outro vídeo mostra o momento em que uma mulher se arrisca para salvar sua moto. Devido ao volume de água, de início, não é possível ver a moto que só não é levada pela correnteza porque a mulher consegue a ajuda de dois homens. 

Um morador teve que levar a bicicleta nos braços para não perdê-la. O flagrante mostra o homem caminhando com a bike em cima da cabeça e a água já na altura do peito. 

Uma senhora passou mal em um carro e teve que ser retirada às pressas com a ajuda de duas pessoas. Há vídeos que mostram também os moradores se divertindo com o temporal. 

De acordo com o climatologista Werton Costa choveu 113,2 mm em 4 horas, o que é considerado chuva extrema. O especialista conta que a enxurrada que caiu em Piripiri pode ser comparada aos temporais que vêm caindo no eixo Rio-São Paulo. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Trecho da BR-343 é parcialmente interditado após pane mecânica em carreta

Foto: Divulgação PRF-PI

Pane mecânica em uma carreta interdita parcialmente trecho da BR-343, na entrada da cidade de Piripiri, no interior do estado. Policiais rodoviários federais foram acionados e controlam o tráfego de veículos que está sendo feito pela contramão. 

"Para veículos que vão adentrar na cidade de Piripiri o acesso está normal sendo esta, também, uma alternativa para contornar o veículo que está parado sobre a pista", explica Alexsandro Lima, assessor de Comunicação da PRF-PI. 

A pista está interditada desde às 5h15, desta quarta-feira (04), mas não há congestionamento na via. 

Foto: Divulgação PRF-PI

 

Graciane Sousa
[email protected]

Posts anteriores