Cidadeverde.com

Acusado de matar a namorada a facadas é condenado a 14 anos de prisão

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

O juiz Antônio Francisco Gomes de Oliveira, da 1ª Vara da Comarca de Piripiri, em decisão de 30 de novembro, condenou a 14 anos de prisão Adriano Gomes da Silva pelo assassinato da namorada Cléia Marques da Silva em 2019, no município de Piripiri, a 165 km de Teresina.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público, o crime ocorreu no dia 9 de setembro de 2019, por volta das 21h30, na residência do casal no bairro Matadouro. 

Eles estavam juntos há 5 anos, mas somente no dia 8 de setembro, ou seja, um dia antes do crime, é que foram morar juntos. No dia 9 de setembro, ele teria chegado em casa embriagado e iniciou uma briga com a namorada, que foi esfaqueada. Devido aos gritos de socorro, as vizinhas chamaram a Polícia Militar.

Uma equipe do Samu chegou a ser acionada, mas chegando ao local constatou a morte da vítima a facadas. Adriano foi preso logo depois pela Polícia Militar.

O caso foi julgado no dia 30 de novembro deste ano, e Adriano foi condenado a 14 anos, 5 meses e 7 dias de prisão. “As circunstâncias são graves, porquanto a vítima foi executada, à noite, quando se encontrava sozinha, dentro de sua própria residência, local onde se espera, razoavelmente, harmonia, paz e sossego. As consequências não extrapolaram o prescrito pelo tipo penal. O comportamento da vítima em nada contribuiu para a prática delitiva”, afirmou o juiz Antônio Oliveira.

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Prefeitura de Piripiri abre inscrições para seletivo com 131 vagas

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com

A Prefeitura de Piripiri, a 165 km de Teresina, está com inscrições abertas para processo seletivo destinado ao preenchimento de 131 vagas para o cargo de professor da Secretaria Municipal de Educação (Seduc) para o ano letivo de 2023.

Segundo a secretaria, a contratação é de caráter temporário devido à necessidade de atualizar o quadro de professores para próximo ano letivo, pois existem profissionais que foram afastados por licença médica, outros com redução de carga horária, aposentadoria e alguns afastados por problemas relacionados a desvio de função.

Confira aqui o edital

As inscrições para o processo seletivo estão abertas até o dia 2 de dezembro, de forma gratuita, e devem ser realizados na Praça de Eventos Vice-prefeito Arimatéa de Castro Sousa, das 8h às 13h30.

As vagas são para professor de: Educação Infantil (52), de Ensino Fundamental 1º ao 5º ano (52), Língua Portuguesa (5), Matemática (6), Ciências Biológicas (5), História (1), Geografia (1), Língua Inglesa (1), Língua Espanhola (3) e Educação Física (5).

Não será aplicada prova, será realizada uma análise curricular. Os contratados vão atuar em jornada de 20 horas semanais, com salário de R$ 1.933,73.

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Acusado de homicídio no Ceará é preso em abordagem da PRF em Piripiri

Foto: PRF-PI

Um homem acusado de homicídio no estado do Ceará foi preso após abordagem realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na cidade de Piripiri, a 165 km de Teresina.

De acordo com a PRF, os policiais fizeram uma abordagem a um veículo que transitava na BR-343 no município de Piripiri. O acusado estava como passageiro no carro.

Os policiais consultaram o nome do motorista e do passageiro no sistema de Segurança Pública, e descobriram que havia um mandado de prisão por homicídio expedido em 13 de outubro de 2021, pela Vara Única da Comarca de Jijoca de Jericoacoara no Ceará.

O passageiro, um homem de 29 anos, que não teve seu nome revelado, foi preso e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil de Piripiri.


 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Ex-prefeito de Piripiri, Jônatas Melo, morre aos 90 anos em hospital de Teresina

Foto: Reprodução 

O ex-prefeito de Piripiri, Jônatas Melo, de 90 anos, morreu na noite dessa terça-feira (18), em Teresina. A causa da morte não foi divulgada pela família.  

Jônatas Melo foi prefeito do município de Piripiri por dois mandatos e era tabelião do Cartório do 1º Ofício de Piripiri. O ex-gestor também já foi vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Piripiri.

A Câmara de Piripiri lamentou a morte de Jônatas Melo e prestou sentimentos aos familiares e amigos do ex-prefeito. A Prefeitura de Piripiri também decretou luto oficial de três dias na cidade.

A Câmara Municipal informou ainda que será realizada na tarde desta quarta-feira (19), às 16h, uma Sessão em Homenagem Póstuma no Plenário do Poder Legislativo.

 

 

 

Rebeca Lima
[email protected]

 

Censo faz coleta de dados para mostrar realidade de comunidades indígenas

Fotos: IBGE

Um dos objetivos do Censo 2022 que está sendo realizado pelo IBGE é mostrar a realidade dos indígenas no Piauí. Para isso, os recenseadores estão visitando as comunidades indígenas do estado, pegando todas as informações pertinentes que possam mostrar como eles vivem. 

Em Piripiri, é um indígena Tabajara que trabalha como recenseador. Cícero Dias também faz a coleta dos dados do seu povo no município. 

A liderança indígena mais velha do Piauí, o cacique José Guilherme, da etnia Tabajara, mora no município. No local ele contou um pouco da sua história, quando tinha 8 anos, e foi capturado por caçadores na região da Serra da Ibiapaba, no Ceará, onde vivia com a família. “Fomos acuados com cachorro”, lembra. Esses caçadores conseguiram embebedar e capturar os indígenas, levando-os, presos em jaulas, para o município de Viçosa, no Ceará. Ele conseguiu sua liberdade anos depois.

Em Viçosa ele decidiu viajar com homens que transportavam mercadorias que prometeram trabalho e dinheiro no litoral do Piauí. “Nós viemos no meio das cargas de rapadura, cachaça, fumo e frutas. Quando chegamos ao Piauí, nos colocaram em uma fazenda”, relatou. E foi lá que ele conheceu a sua esposa Maria dos Anjos, que era filha do fazendeiro.

O irmão mais velho do cacique, Antônio Guilherme, foi o primeiro a sair do litoral e se estabelecer em Piripiri. José Guilherme, já casado, mudou-se pouco depois. Ambos conseguiram emprego de carregador e, por muitos anos, trabalharam com um grande comerciante do município.

E foi o filho desse comerciante, o antropólogo Hélder Ferreira, quem instigou José Guilherme a resgatar suas origens. “Desde menino, ele viva nos armazéns. Ele cresceu e foi estudar fora. Daí um dia ele chegou aqui, depois de formado, e perguntou se eu queria melhorar minha situação”, relatou o cacique. Hélder Ferreira é, atualmente, pós-doutor e professor efetivo da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

“Começamos em cinco pessoas e hoje temos 246 famílias”, conta. Aos poucos, os indígenas da região foram se reconhecendo como tal, a partir da análise da genealogia. “Muitos perderam a linguagem por que chegaram nas cidades e pegaram a correria dos ‘brancos’, e aí foram perdendo a cultura”, lamentou o cacique.

A partir da articulação da Associação Itacoatiara de Remanescentes Indígenas de Piripiri, organizada pelo cacique e fomentada pelo antropólogo, os indígenas da região conseguiram reconhecimento. A conquista mais recente foi o recebimento do título de propriedade de um território próprio entregue pelo Governo Estadual.

Apesar dos avanços, eles ainda relatam sofrer discriminação. “Os ‘brancos’ fazem mangação (sic) da gente. Dizem que índio vive é na mata, não é na cidade não. Mas nós já fomos civilizados por vocês, aí não podemos ir todos para a mata, só pode quem é novo e ainda tem condição de trabalhar”, justificou o cacique, mostrando um problema na perna causado pelos longos anos carregando cargas.

O líder Tabajara tem a expectativa de que a vida de seu povo melhore a partir das informações que o Censo Demográfico trará. Ele considera que os dados são fundamentais para o fortalecimento do grupo. “Com isso eu espero que dê certo a união que nós queremos, para mostrar a grande força do nosso povo”, ressaltou.

?

O Censo

Durante o censo, qualquer pessoa pode se declarar indígena. Independentemente se vive em contexto urbano ou rural, se convive com outros indígenas em territórios contíguos ou não. A autodeclaração será respeitada pelo recenseador do IBGE e a pessoa poderá informar ainda até duas etnias e três línguas.

No Censo 2010, quase 3 mil pessoas se declararam indígenas no Piauí, o que representa apenas 0,09% da população total do estado na época. A proporção foi a segunda menor do país, superando somente o Rio Grande do Norte, onde 0,08% dos habitantes se identificaram como indígenas. No Brasil, quase 818 mil pessoas se declararam indígenas, o que equivalia a 0,43% da população.

Os resultados do Censo 2010 também mostram que cerca de 80% dos indígenas do Piauí viviam em território urbano. O dado contrasta com o resto do país, onde 61,5% desses povos residiam em áreas rurais. Uma das justificativas para isso é o fato de que, no Nordeste, comumente os indígenas eram capturados e colocados para trabalhar nas cidades


Da Redação
[email protected]

Polícia prende no Ceará o terceiro suspeito de matar homem a pauladas em Piripiri

Foto: PC-PI

A Polícia Civil prendeu no Ceará, o terceiro suspeito de matar a pauladas e facadas Francisco José Bezerra Rodrigues, conhecido como Zezinho, no dia 11 de julho deste ano, em uma suposta briga por drogas, na quarta-feira (21), no município do Piripiri, a 165 km de Teresina.

O crime ocorreu na ocupação Novo Mundo, no bairro Vista Alegre, em Piripiri, a 165 km de Teresina. Segundo a Polícia Civil, o homem foi morto com pauladas na cabeça e golpes de faca, quando estava fazendo a ingestão de bebidas alcoólicas em uma área onde tem um matagal.

Segundo a Polícia Civil, após o crime o suspeito, que não teve a identidade revelada, fugiu para o estado do Ceará e foi localizado no município de Tauá.

“A prisão do foragido se deu no município de Tauá/CE e só foi possível graças à troca de informações entre equipes de investigação da Polícia Civil de Piripiri e de Tauá/CE. O preso é o último dos identificados nas investigações a cargo da Polícia Civil de Piripiri”, informou a Polícia Civil.

O primeiro suspeito foi preso no dia 26 de agosto e o segundo no dia 29 de agosto, em Piripiri. Esse é o 8º homicida preso em pouco mais de um mês.


Bárbara Rodrigues
[email protected]

Polícia prende acusado de matar jovem de 21 anos em Piripiri

Foto: PC-PI

A Polícia Civil prendeu na terça-feira (20) o suspeito pelo assassinato de um jovem identificado como Lucas, de 21 anos, que ocorreu no dia 27 de julho no município de Piripiri, a 165 km de Teresina.

O crime ocorreu no povoado São Luís, na zona Rural, onde teriam tentado invadir a casa de Lucas e ele fugiu por um matagal, mas acabou sendo localizado e morto a tiros. No dia anterior ele teria sofrido outra tentativa de homicídio.

Após investigação realizada, o suspeito foi identificado e foi solicitado para a Justiça um mandado de prisão que foi expedido e cumprido na terça-feira. Ele foi preso na própria residência localizada no Centro da cidade.

Segundo a Polícia Civil, esse já é o 7º homicida preso em cinco semanas em Piripiri. “Em cinco semanas já são contabilizados sete homicidas presos em decorrência dos trabalhos de investigação e operações promovidas pela Polícia Civil no município. O criminoso será encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça aguardando julgamento”, informou a Polícia Civil.

A prisão teve participação de equipes do 1º e 2º Distritos Policiais de Piripiri.


Bárbara Rodrigues
[email protected]

Polícia prende suspeito de matar mulher em residência em Piripiri

Foto: PC-PI

A Polícia Civil prendeu um homem, de identidade não revelada, suspeito de matar uma mulher identificada como Keila de Paiva no dia 13 de junho deste ano no município de Piripiri, a 169 km de Teresina.

O crime ocorreu na Invasão Campo das Palmas após a vítima ter sido atingida com um disparo de arma de fogo na cabeça na residência do suspeito. Ela chegou a ser socorrida pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os policiais deram cumprimento na última quarta-feira (8) ao mandado de prisão preventiva e a 3 mandados de busca e apreensão. Um comparsa do suspeito foi preso em flagrante.

“’Durante o cumprimento do mandado de prisão preventiva também deu-se cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar em três imóveis da cidade vinculados à mesma investigação. As equipes localizaram drogas, dinheiro e outros objetos resultando também na autuação em flagrante do mesmo indivíduo alvo do mandado de prisão preventiva e de outro que se encontrava no local pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação”, informou a Polícia Civil.

Os dois presos foram conduzidos ao complexo de Delegacias de Piripiri, de onde serão recambiados ao sistema prisional do estado ficando à disposição do Poder Judiciário.

As prisões foram realizadas através da equipe da Delegacia de Atendimento à Mulher - DEAM em Piripiri sob comando da Delegada Kamila Martins, com auxílio das equipes do 1° Distrito Policial e 2° Distrito Policial de Piripiri.

 

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Vídeo: homem é executado a tiros ao lado de escola em Piripiri

 

 

Um homem identificado apenas como Rubens, mais conhecido como Rubinho, foi assassinado a tiros na terça-feira (6) no Centro do município de Piripiri, a 166 km de Teresina.

De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu na Rua Padre Domingos, próximo à Unidade Escolar Judith Alves Santana. Rubens já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas.

A polícia apura se Rubens foi chamado para a fazer a entrega de drogas, com o objetivo de ser assassinado, pois quando ele passa pela rua, no outro sentido vem dois homens em uma motocicleta.

Imagens de uma câmera de segurança mostram que Rubens se aproxima dos homens. O homem que está na garupa, usando uma mochila de entregador de delivery, faz os disparos com arma de fogo. A vítima chega a correr, mas cai no chão. Logo depois os suspeitos retornam para conferir se a vítima morreu.

Após o crime eles fugiram e ainda não foram localizados. A Polícia Civil vai ficar responsável pela investigação.


Bárbara Rodrigues
[email protected]

PRF apreende o equivalente a mais de um campo de futebol de madeira ilegal

Foto: divulgação PRF-PI

A Polícia Rodoviária Federal (PRF-PI) apreendeu 17,21 m³ de madeira ilegal (estacas de sabiá), o equivalente a 1,16 hectares de área a ser recuperada, ou seja, mais de um campo de futebol. O flagrante ocorreu na BR-343, na cidade de Piripiri, no interior do Piauí, durante o fim de semana. 

De acordo com os documentos apresentados pelo motorista, a carga vinha da cidade de Crateús/CE e tinha como destino final o município de Eunápolis/BA. Contudo, os policiais verificaram inconsistências na documentação e rota do veículo.

"O motorista não trafegava pela rota descrita nos documentos e foi possível constatar que não havia carimbo de passagem em Posto Fiscal da Sefaz-PI ou Sefaz-CE, o que reforça a hipótese de que a carga na verdade teria origem no estado do Piauí e não no estado do CE, corroborando com a fraude na origem da madeira", informou a PRF-PI.

Ao ser indagado, o motorista- que tem 41 anos- apresentou sinais de nervosismo e informou que o caminhão teria sido carregado no Piauí, que não passou por nenhum posto fiscal da Sefaz e que estava vindo da cidade de Piracuruca-PI.

Diante dos fatos, foi constatado o crime ambiental, conforme Art. 46 da Lei Nº 9.605/98 e apreendidos 17,21m³ de madeira (estacas de sabiá), que equivalem a 1,16 hectares de área a ser recuperada, ou seja, mais de um campo de futebol.

Toda a carga de madeira juntamente com o veículo foram encaminhados aos órgãos ambientais, para os procedimentos cabíveis. Ele deve responder por crime ambiental e uso de documentação falsa.

 

Da Redação
[email protected]

Posts anteriores