Cidadeverde.com

MP denuncia ex-candidata por conduta homofóbica contra prefeita no Piauí

Foto: Secom/Prefeitura de Piripiri

 

A prefeita Jôve Oliveira Monteiro (PTB), da cidade de Piripiri, fez uma queixa-crime contra uma ex-candidata a vereadora por conduta homofóbica. O Ministério Público Estadual acatou o pedido e denunciou à Justiça Jéssica Rodrigues Leite Andrade, por injúria com teor homofóbico.

Na ação, o promotor de justiça José Hamilton Bezerra Lima denuncia que Jéssica Andrade "ofendeu verbalmente a orientação sexual da vítima" na presença de várias pessoas durante uma live realizada no Facebook, chamando-a de "Jovão", no mês de fevereiro.

"Percebe-se que o aumentativo utilizado no final do nome da vítima tem o intento masculinizá-la, injuriando-a pelo único motivo de sua orientação sexual", diz o promotor na ação.

A ação foi com base na decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que em 2019, enquadrou homofobia e transfobia como crimes de racismo.

Na queixa-crime, a prefeita Jôve Oliveira diz que a ex-candidata vem reiteradas vezes atacando a vida pessoal e sua gestão de forma caluniosa e difamatória. Em live, a prefeita disse que Jéssica Andrade chega a chama-la de "vagabunda", "caloteira" e que "ela (Jôve) comeu dos dois lados, comeu na gestão do Luiz (Menezes, ex-prefeito de Piripiri) e está comendo na do Jovão".

Na denúncia, a prefeita informou que em 16 de julho do ano passado conseguiu na justiça - na 1ª Vara da Comarca de Piripiri - a determinação de que Jéssica Andrade retirasse de suas redes sociais todas as publicações que versassem sobre a orientação sexual da autora. Jôve Oliveira é radialista, primeira mulher prefeita de Piripiri e derrotou um grupo político que comandou a cidade por cerca de 30 anos.

Jéssica Andrade atribuiu a denúncia da prefeita uma tentativa de calar suas críticas. A ex-candidata a vereadora disse que faz oposição declarada a atual gestão de Jôve Oliveira. "Estou tranquila, não cometi nenhum crime. Ela está tentando me calar como fez das outras vezes. Uma tentativa clara de intimidação. Chamei ela de Jovão devido as promessas midiáticas que fez durante a campanha e não cumpriu até gora. Não tem nada a ver com homofobia", disse.


Yala Sena
[email protected]

Homem ateia fogo na própria casa e ataca policial com foice em Piripiri

Foto: Polícia Militar do Piauí

 

Um soldado da Polícia Militar sofreu golpes de foice no braço durante ocorrência, na cidade de Piripiri, envolvendo um senhor, de 55 anos, que ateava fogo na própria casa, nesta quinta-feira (15). Para conter a agressão, o senhor foi atingido por disparos de arma de fogo. O policial e o senhor foram encaminhados para o hospital. 

O comandante do 12ª Batalhão da Polícia Militar do Piauí, major Jairo Oliveira, informou que populares relataram que a motivação do incêndio seria uma “desilusão amorosa”. “Pelo que a gente colheu, ele estava em processo de separação. Ele estava descontrolado. A casa ficou totalmente destruída pelo fogo. Não sabemos informar como ele iniciou as chamas”. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para a ocorrência. 

“Nós fomos acionados, inicialmente, por volta das 12h30, para atender uma ocorrência de (Lei) Maria da Penha. Chegamos lá, a casa estava em chamas. O proprietário investiu contra o policial com uma foice, o policial efetuou disparo de bala de borracha, mas depois precisou usar a munição para conter a agressão”.

O comandante disse que o soldado foi transferido para Teresina e passará por cirurgia. “Não chegou a decepar a mão, mas os cortes foram profundos”. O proprietário da residência está no Hospital Regional de Piripiri e também passará por intervenção cirúrgica. 

Foto: Polícia Militar do Piauí

 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Dois jovens são baleados em praça e morrem em Piripiri

Foto: PMPI

Dois jovens foram baleados na noite de ontem(10) em Piripiri. Alex Bruno Pereira da Silva, 23 anos e Marcos Antônio de Sousa Andrade, de 17 anos, estavam em uma praça quando os atiradores chegaram, por volta das 20 horas.

Alex Bruno morreu no local e Marcos Antônio chegou a ser socorrido por populares e encaminhado ao Pronto Socorro do hospital regional, mas não teria resistido aos ferimentos e . 

De acordo com o comandante do 12º BPM, de Piripiri, major Jairo Oliveira, ainda não foi possível identificar os autores dos disparos. 

Os jovens não tinham passagens pela polícia. As mortes serão investigadas pela delegacia da Polícia Civil na cidade. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Casal é encaminhado à PF após ser flagrado com notas de R$ 100 falsas

Foto: PM

Um casal foi conduzido à Polícia Federal em Parnaíba após ser flagrado com notas de R$ 100 falsas em Piripiri. O flagrante, de acordo com a Polícia Militar, aconteceu no Centro da cidade, por volta das 14h deste sábado (6).

Com os suspeitos foram apreendidos R$1.374,00 em dinheiro, sendo 3 notas falsas de R$ 100, além de celulares e um veículo.

“Após receber informações sobre um casal passando notas falsas no comércio de Piripiri, a Força Tática conseguiu abordar os suspeitos, constatando-se os indícios de materialidade do crime de moeda falsa. Ocorrência encerrada na DPF em Parnaíba”, informou a PM em nota.

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime previsto no artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. 

Mesmo tendo recebido de boa fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros.

Hérlon Moraes
[email protected]

PRF recupera veículo tomado de assalto e prende homem por Receptação

Foto: PRF

Policiais Rodoviários Federais prenderam na tarde de sábado(26) um homem de 43 anos acusado do crime de Receptação. A ação foi desencadeada quando os policiais o abordaram na rodovia BR 343 no município de Piripiri.

No momento da abordagem, os policiais verificaram que o veículo VW/SAVEIRO CS ST estava na posse do acusado. Os policiais, ao checarem os elementos de identificação, concluíram que o veículo havia sido tomado de assalto em 06/05/2016 na cidade de Duque de Caxias/RJ.

O homem informou aos policiais que havia adquirido o bem em uma troca retornando o valor de R$ 5.000,00 que foram divididos em cinco parcelas e que não sabia da restrição do bem.

Os policiais encaminharam o condutor e o veículo até à Polícia Civil de Piripiri para os procedimentos necessários. O homem responderá pelo crime de Receptação.

João Bandeira
(com informações da PRF-PI)

Mãe e filho morrem de Covid e são sepultados em intervalo de 3 horas

 

Dona Balbina/ arquivo pessoal


O elo entre mãe e filho – dois piauienses - foi quebrado, abruptamente, sem direito a despedidas e nem chances de um ao menos rezar pelo outro. José Francisco da Silva, 63 anos, o filho, Balbina Maria Silva, 82 anos, a mãe. Ambos, vítimas da Covid-19, internados em hospitais e separados. Um em Minas Gerais, o outro em Piripiri (PI). Nenhum sabia que a mãe ou o filho estava doente, os dois, respirando com ajuda de aparelhos. 

A morte dos dois foi um choque para a família. Mas, o desfecho veio ainda mais cruel. Quando os parentes estavam sepultando José Francisco em cemitério de Piripiri, por volta das 13h, veio a notícia que a mãe dele, dona Balbina, também tinha morrido no hospital Chagas Rodrigues, de Covid-19. Em cerca de 3 horas a família teve que providenciar dois enterros.

José Francisco, natural de Piripiri, estava morando em Montes Claros, em Minas, quando contraiu a Covid-19. Arilane Mendes Carneiro, cunhado de Francisco, conta que ele ficou 16 dias internado em um hospital de MG, na UTI e estava entubado. Na última terça-feira (23), por volta das 17h, o piauiense morreu. O corpo foi trazido para Piripiri para o sepultamento. Durante o enterro, os taxistas, colega de Francisco, fizeram um cortejo como última homenagem.

Arilane Carneiro contou ao portal Cidadeverde.com que a família estava encerrando o sepultamento de José Francisco quando foram informados da morte da mãe dele.

“A família está consternada e em poucas horas teve que cuidar de outro sepultamento. Estamos todos abalados e muitos sem condições de falar”, disse Arilane. 

Dona Balbina deixa cinco filhos. A família mora no bairro Santa Maria. O caso dos dois comoveu a todos. 

Piripiri registra aumento de casos com 4.261 pessoas que testaram positivo e 69 óbitos. O hospital Regional Chagas Rodrigues está com ocupação oscilando entre 70% e 90%. 


Flash Yala Sena
[email protected]

Piripiri aplicará lockdown parcial neste sábado e domingo

Neste sábado e domingo (27 e 28/02) acontecerá lockdown parcial em Piripiri, seguindo as restrições e suspensões definidas pelo Decreto Municipal Nº 18 de 24/02 para combate à covid-19. A medida atinge o funcionamento de serviços essenciais, circulação de pessoas e obriga uso de máscaras em vias públicas, com restrições no horário das 23h às 5h.   

Por causa do decreto, bares, restaurantes, eventos, lanchonetes, trailers, lojas de conveniência, depósitos de bebidas, atividades esportivas, boates, casas de shows e todo tipo de comércio não essencial serão proibidos de abrir. Contudo, estas atividades poderão funcionar nas modalidades delivery ou drive thruu, que funcionarão somente até às 23 horas, permanecendo fechados até às 5 horas da manhã. 

O poder público também será proibido de financiar ou apoiar eventos artísticos, esportivos no período de vigência do Decreto que vai até o dia 4 de março deste ano. 

Proibição e restrição

As pessoas estão impedidas de permanecer em vias públicas ou espaços privados equiparados a vias públicas, das 23h às 5h da manhã. Também está estabelecido que as pessoas só podem circular em vias públicas usando máscaras protetoras. 

Apenas poderão funcionar: farmácias, serviços de telecomunicação, urgência e emergência, atividades religiosas com público de 30%, hotéis, oficinas mecânicas, serviços de segurança pública. Será obrigatório nesses estabelecimentos o uso de máscara e álcool em gel.


“Estamos à beira de um colapso nacional, são 21 estados no limite. Ainda precisamos do apoio de todos. Minha solidariedade a todas às famílias enlutadas neste momento. Vamos vencer a Covid-19, tudo isso passará, depende de cada um de nós”, disse a prefeita de Piripiri, Jôve Oliveira Monteiro.

Disk Não Aglomeração

A Prefeitura de Piripiri criou um serviço para evitar aglomerações, o "Disk Não Aglomeração" que atende pelo número (86) 9 9992-0837, da Vigilância Sanitária de Piripiri.   

Vítimas da Covid-19

Segundo dados da Secretaria de Saúde Municipal (SESAM), já faleceram 69 pessoas em Piripiri. Hoje são 171 casos ativos, 145 em isolamento e oito pacientes em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). “Vamos continuar o nosso trabalho de lutar contra esse vírus que vem fazendo muito mal para nossa cidade e para o mundo”, concluiu Jôve Oliveira.

[email protected]
(com informações/ascom)

Piripiri: Hospital emite nota sobre lotação em leitos de enfermaria e UTIs

O Hospital Regional Chagas Rodrigues emitiu uma nota nesta terça-feira (16), alertando sobre a lotação dos leitos reservados para o tratamento de pacientes com casos de covid-19.

Segundo a nota, a ocupação está em nível máximo, tanto nos leitos de enfermaria como nas UTIs. O Hospital é a única instituição que atende casos mais graves de pacientes na região dos Cocais. São mais de 22 municípios atendidos pela instituição. 

Confira a nota abaixo:

 

Da Redação
[email protected]

BR-343 é interditada por duas horas em protesto por acidente

Foto: PRF

Cerca de cem pessoas interditaram na manhã desta terça-feira (16) a BR-343 em Piripiri. O protesto foi por causa de um acidente que ocorreu na noite anterior entre uma motocicleta e um veículo de carga.

Segundo a PRF, os manifestantes fecharam a rodovia no km 182 colocando fogo em pneus. O tráfego foi interrompido das 10h30 às 12h40. 

“Os policiais desviaram o fluxo de veículos pela zona urbana da cidade de Piripiri”, informou a PRF.

Os manifestantes solicitaram a presença de uma autoridade no local. O Corpo de Bombeiros foi acionado e apagou as chamas. 

Nesta quarta, os manifestantes vão se reunir com a prefeitura e o DNIT para discutir providencias de sinalização no trecho.

Da Redação
[email protected]

Prefeitura garante construção de 300 casas que estavam com obra paralisada

 

Em visita à prefeita Jôve Oliveira Monteiro, Neide Carvalho, diretora executiva da Famcc- Federação das Associações de Moradores e Conselhos Comunitários do Piauí,  confirmou a construção das 300 casas do residencial Antonia Flor em Piripiri que estavam paralisadas.

“ Somos uma entidade que tem 25 anos e teve questões da conjuntura politica atual que impediram essa construção, o governo federal atual fechou o  Ministério das Cidades, o Minha Casa, Minha Vida faixa 1 para pessoas que recebem de  0 a 1 salário mínimo e ficamos sem recursos para obras, o residencial ficou dois anos paralisado, sofremos ataques  e lhe digo que foram uma série de mentiras e estamos iniciando uma nova caminhada e essa nova gestão vai nos ajudar, pois ela quer o melhor pra Piripiri”, disse Neide.

Desde 2017 que a obra estava parada, pois a ex-gestão municipal negou um alvará para as obras continuarem. Segundo Neide, a  gestão Wellington Dias, atual governador do Estado possibilitou uma parceria entre o Estado, a ADH –Agência de Desenvolvimento Habitacional do Estado do Piauí, FARC e a Caixa,  onde será injetado 2.546.000, 00 para fazer o reajuste da obra que possibilita a conclusão do residencial.

“ Foi uma notícia ótima e agora sim, temos confiança que essas casas irão sair pois será prioridade nossa entregarmos esse trabalho, por amor a Piripiri e  ao nosso povo”, concluiu a prefeita Jôve.

Fonte: Ascom

Posts anteriores