Cidadeverde.com

Piripiri recebe ação educativa para o trânsito do município

Foto: Ccom

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI), por meio da Escola Piauiense de Trânsito, realizou, nessa segunda-feira (31), uma intervenção educativa na cidade de Piripiri, em parceria com a Superintendência Municipal de Trânsito do Município (Sutran) e apoio da Polícia Militar.

A diretora da Escola Piauiense de Trânsito, Patrícia Leal, afirma que a atividade não fez apenas parte da conjuntura de ações da escola em alusão ao Maio Amarelo 2021, mas também se demonstrou uma oportunidade única para aplicar novas ferramentas da educação para o trânsito. “Foi realizada uma abordagem relacional, participativa e dialogada, no qual os usuários são convidados a repensar em suas condutas no trânsito, em especial, sobre o uso correto de capacete, condução correta de crianças dentre outras práticas que são de extrema importância para a sua segurança durante a condução”, afirma Patrícia Leal.

Além da nova técnica de abordagem adotada pelos educadores de trânsito, a equipe consagrou a coleta de demonstrativos de resultados e dados por meio de formulários eletrônicos referentes aos indicadores de segurança viária. Após a intervenção esses dados são consolidados e emitidos por meio de um relatório técnico, que será um suporte para as futuras suplementações da política de trânsito no município.

Na ocasião, foram distribuídos materiais didáticos e educativos sobre educação no trânsito e sobre as mudanças que ocorreram no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) para a população do município por meio dos QR Codes do Detran.

Com informações Ascom

Ex-pastor suspeito de matar esposa em SP é preso no Piauí

A Polícia Civil do Piauí cumpriu, nesta quinta-feira (27), mandado de prisão contra um ex-pastor evangélico suspeito de matar a esposa. O crime foi praticado em 2019, na cidade Diadema, em São Paulo. 

Após uma denúncia anônima, ação conjunta entre a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Piripiri e o 2º Distrito Policial localizou e prendeu o suspeito. A  delegada Kamila Martins conta que José Edson Lino Filho estava foragido há cinco meses na cidade de Piripiri, a 157 Km de Teresina, trabalhando como auxiliar de pedreiro. Um vídeo mostra o momento da prisão;

A vítima, Ieda Alvin Lino, de 42 anos, foi assassinada a facadas ao sair de um culto. Ela também era pastora e o crime teve grande repercussão na época. 

O preso deve ser recambiado para São Paulo.

 

Izabella Pimentel
[email protected]

Homem é preso suspeito de 'stalking' ao ameaçar ex-mulher com mais de 100 ligações

Foto: Divulgação/PRF

Equipes da PRF e da Polícia Civil do estado do Pará cumpriram um mandado de prisão preventiva contra um homem de 29 anos pelo crime de 'Stalking Virtual', prática marcada pelo uso de meios eletrônicos para intimidar a vítima. A ação aconteceu na tarde desta terça-feira(18), no município de Piripiri, a cerca de 170 quilômetros ao norte de Teresina.

Entenda o que é stalking

De acordo com as investigações, o homem, que não teve a identidade revelada, chegava a efetuar mais de 100 ligações telefônicas por dia como forma de intimidar sua ex-companheira. Ele foi localizado trabalhando em uma obra nas margens da BR 343. 

O mandado de prisão cumprido ontem foi expedido pela vara única do município paraense de Pacajá, no último dia 01 de maio. 

"Ao ser preso o homem informou que estava ciente das acusações imputadas e que se recordava perfeitamente do fato relacionado", informou a Polícia Rodoviária Federal. 

Diante dos fatos, o homem foi encaminhado à Polícia Civil na cidade de Piripiri para as providências que o caso requer e o cumprimento do Mandado. Ele ficará a disposição da Justiça do estado do Pará.

O caso registrado em Piripiri é a primeira prisão pela prática de stalking no estado do Piauí após a sanção da lei que tipifica a prática como crime. 

Stalking

O termo stalking significa uma perseguição obsessiva, que pode interferir na liberdade, privacidade e segurança da vítima. A lei que torna crime a prática foi sancionada no início do último mês de abril e prevê pena de reclusão de seis meses a dois anos e multa.


Natanael Souza
[email protected] 

Caminhoneiro é preso no Piauí ao ser flagrado com carreta roubada em Goiás

Foto: divulgação PRF-PI

Um motorista de 52 anos foi preso ao ser flagrado na BR-343, na cidade de Piripiri, no interior do estado, com uma carreta roubada. O veículo foi localizado durante fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

"Ao fazerem as devidas identificações no veículo foi detectado que o bem havia sido tomado de assalto em abril deste ano na cidade de Goiânia-GO", informou a PRF-PI. 

O  motorista alegou que havia comprado o veículo de um homem que veio a falecer posteriormente, porém não sabia que o bem possuía restrições.

A abordagem ocorreu na noite dessa sexta-feira (07). A PRF encaminhou o veículo e o caminhoneiro para a sede da Polícia Civil em Piripiri. Ele pode responder pelo crime de roubo. 


Graciane Sousa
[email protected]

MP denuncia ex-candidata por conduta homofóbica contra prefeita no Piauí

Foto: Secom/Prefeitura de Piripiri

 

A prefeita Jôve Oliveira Monteiro (PTB), da cidade de Piripiri, fez uma queixa-crime contra uma ex-candidata a vereadora por conduta homofóbica. O Ministério Público Estadual acatou o pedido e denunciou à Justiça Jéssica Rodrigues Leite Andrade, por injúria com teor homofóbico.

Na ação, o promotor de justiça José Hamilton Bezerra Lima denuncia que Jéssica Andrade "ofendeu verbalmente a orientação sexual da vítima" na presença de várias pessoas durante uma live realizada no Facebook, chamando-a de "Jovão", no mês de fevereiro.

"Percebe-se que o aumentativo utilizado no final do nome da vítima tem o intento masculinizá-la, injuriando-a pelo único motivo de sua orientação sexual", diz o promotor na ação.

A ação foi com base na decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que em 2019, enquadrou homofobia e transfobia como crimes de racismo.

Na queixa-crime, a prefeita Jôve Oliveira diz que a ex-candidata vem reiteradas vezes atacando a vida pessoal e sua gestão de forma caluniosa e difamatória. Em live, a prefeita disse que Jéssica Andrade chega a chama-la de "vagabunda", "caloteira" e que "ela (Jôve) comeu dos dois lados, comeu na gestão do Luiz (Menezes, ex-prefeito de Piripiri) e está comendo na do Jovão".

Na denúncia, a prefeita informou que em 16 de julho do ano passado conseguiu na justiça - na 1ª Vara da Comarca de Piripiri - a determinação de que Jéssica Andrade retirasse de suas redes sociais todas as publicações que versassem sobre a orientação sexual da autora. Jôve Oliveira é radialista, primeira mulher prefeita de Piripiri e derrotou um grupo político que comandou a cidade por cerca de 30 anos.

Jéssica Andrade atribuiu a denúncia da prefeita uma tentativa de calar suas críticas. A ex-candidata a vereadora disse que faz oposição declarada a atual gestão de Jôve Oliveira. "Estou tranquila, não cometi nenhum crime. Ela está tentando me calar como fez das outras vezes. Uma tentativa clara de intimidação. Chamei ela de Jovão devido as promessas midiáticas que fez durante a campanha e não cumpriu até gora. Não tem nada a ver com homofobia", disse.


Yala Sena
[email protected]

Homem ateia fogo na própria casa e ataca policial com foice em Piripiri

Foto: Polícia Militar do Piauí

 

Um soldado da Polícia Militar sofreu golpes de foice no braço durante ocorrência, na cidade de Piripiri, envolvendo um senhor, de 55 anos, que ateava fogo na própria casa, nesta quinta-feira (15). Para conter a agressão, o senhor foi atingido por disparos de arma de fogo. O policial e o senhor foram encaminhados para o hospital. 

O comandante do 12ª Batalhão da Polícia Militar do Piauí, major Jairo Oliveira, informou que populares relataram que a motivação do incêndio seria uma “desilusão amorosa”. “Pelo que a gente colheu, ele estava em processo de separação. Ele estava descontrolado. A casa ficou totalmente destruída pelo fogo. Não sabemos informar como ele iniciou as chamas”. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para a ocorrência. 

“Nós fomos acionados, inicialmente, por volta das 12h30, para atender uma ocorrência de (Lei) Maria da Penha. Chegamos lá, a casa estava em chamas. O proprietário investiu contra o policial com uma foice, o policial efetuou disparo de bala de borracha, mas depois precisou usar a munição para conter a agressão”.

O comandante disse que o soldado foi transferido para Teresina e passará por cirurgia. “Não chegou a decepar a mão, mas os cortes foram profundos”. O proprietário da residência está no Hospital Regional de Piripiri e também passará por intervenção cirúrgica. 

Foto: Polícia Militar do Piauí

 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Dois jovens são baleados em praça e morrem em Piripiri

Foto: PMPI

Dois jovens foram baleados na noite de ontem(10) em Piripiri. Alex Bruno Pereira da Silva, 23 anos e Marcos Antônio de Sousa Andrade, de 17 anos, estavam em uma praça quando os atiradores chegaram, por volta das 20 horas.

Alex Bruno morreu no local e Marcos Antônio chegou a ser socorrido por populares e encaminhado ao Pronto Socorro do hospital regional, mas não teria resistido aos ferimentos e . 

De acordo com o comandante do 12º BPM, de Piripiri, major Jairo Oliveira, ainda não foi possível identificar os autores dos disparos. 

Os jovens não tinham passagens pela polícia. As mortes serão investigadas pela delegacia da Polícia Civil na cidade. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Casal é encaminhado à PF após ser flagrado com notas de R$ 100 falsas

Foto: PM

Um casal foi conduzido à Polícia Federal em Parnaíba após ser flagrado com notas de R$ 100 falsas em Piripiri. O flagrante, de acordo com a Polícia Militar, aconteceu no Centro da cidade, por volta das 14h deste sábado (6).

Com os suspeitos foram apreendidos R$1.374,00 em dinheiro, sendo 3 notas falsas de R$ 100, além de celulares e um veículo.

“Após receber informações sobre um casal passando notas falsas no comércio de Piripiri, a Força Tática conseguiu abordar os suspeitos, constatando-se os indícios de materialidade do crime de moeda falsa. Ocorrência encerrada na DPF em Parnaíba”, informou a PM em nota.

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime previsto no artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. 

Mesmo tendo recebido de boa fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros.

Hérlon Moraes
[email protected]

PRF recupera veículo tomado de assalto e prende homem por Receptação

Foto: PRF

Policiais Rodoviários Federais prenderam na tarde de sábado(26) um homem de 43 anos acusado do crime de Receptação. A ação foi desencadeada quando os policiais o abordaram na rodovia BR 343 no município de Piripiri.

No momento da abordagem, os policiais verificaram que o veículo VW/SAVEIRO CS ST estava na posse do acusado. Os policiais, ao checarem os elementos de identificação, concluíram que o veículo havia sido tomado de assalto em 06/05/2016 na cidade de Duque de Caxias/RJ.

O homem informou aos policiais que havia adquirido o bem em uma troca retornando o valor de R$ 5.000,00 que foram divididos em cinco parcelas e que não sabia da restrição do bem.

Os policiais encaminharam o condutor e o veículo até à Polícia Civil de Piripiri para os procedimentos necessários. O homem responderá pelo crime de Receptação.

João Bandeira
(com informações da PRF-PI)

Mãe e filho morrem de Covid e são sepultados em intervalo de 3 horas

 

Dona Balbina/ arquivo pessoal


O elo entre mãe e filho – dois piauienses - foi quebrado, abruptamente, sem direito a despedidas e nem chances de um ao menos rezar pelo outro. José Francisco da Silva, 63 anos, o filho, Balbina Maria Silva, 82 anos, a mãe. Ambos, vítimas da Covid-19, internados em hospitais e separados. Um em Minas Gerais, o outro em Piripiri (PI). Nenhum sabia que a mãe ou o filho estava doente, os dois, respirando com ajuda de aparelhos. 

A morte dos dois foi um choque para a família. Mas, o desfecho veio ainda mais cruel. Quando os parentes estavam sepultando José Francisco em cemitério de Piripiri, por volta das 13h, veio a notícia que a mãe dele, dona Balbina, também tinha morrido no hospital Chagas Rodrigues, de Covid-19. Em cerca de 3 horas a família teve que providenciar dois enterros.

José Francisco, natural de Piripiri, estava morando em Montes Claros, em Minas, quando contraiu a Covid-19. Arilane Mendes Carneiro, cunhado de Francisco, conta que ele ficou 16 dias internado em um hospital de MG, na UTI e estava entubado. Na última terça-feira (23), por volta das 17h, o piauiense morreu. O corpo foi trazido para Piripiri para o sepultamento. Durante o enterro, os taxistas, colega de Francisco, fizeram um cortejo como última homenagem.

Arilane Carneiro contou ao portal Cidadeverde.com que a família estava encerrando o sepultamento de José Francisco quando foram informados da morte da mãe dele.

“A família está consternada e em poucas horas teve que cuidar de outro sepultamento. Estamos todos abalados e muitos sem condições de falar”, disse Arilane. 

Dona Balbina deixa cinco filhos. A família mora no bairro Santa Maria. O caso dos dois comoveu a todos. 

Piripiri registra aumento de casos com 4.261 pessoas que testaram positivo e 69 óbitos. O hospital Regional Chagas Rodrigues está com ocupação oscilando entre 70% e 90%. 


Flash Yala Sena
[email protected]

Posts anteriores