Cidadeverde.com

Briga por celular termina em morte e suspeito é preso

 

O 1º Distrito Policial de Piripiri, sob o comando do delegado Jorge Terceiro, efetuou a prisão, nessa segunda-feira (11), de Edmilson Roseno Magalhães. Ele é suspeito de praticar latrocínio (roubo seguido de morte) contra Alessandro da Silva Magalhães. 

O crime aconteceu na noite de domingo nas proximidades da ponte do Biano, bairro Paciência em Piripiri. A vítima e o suspeito teriam discutido por conta de um aparelho celular, segundo o delegado Jorge Terceiro.

"Foram localizadas peças de roupa e pulseiras que não eram da vítima, mas que estavam próximo ao corpo, o que nos levou a crer serem do autor do delito que as teria perdido no local durante eventual confronto físico. Após isto localizamos testemunhas que estiveram bebendo com o criminoso e a vítima na noite anterior e que informaram que esta teve uma discussão com o autor do crime por causa do aparelho celular da vítima”, afirmou o delegado Jorge Terceiro, titular do 1o Distrito Policial.

Após a prisão do suspeito do crime, a investigação também localizou o aparelho celular subtraído da vítima, que foi vendido por R$100 logo após a prática do crime.

"O autor, após matar a vítima e subtrair seu aparelho celular, vendeu o aparelho por uma quantia em torno de cem reais. Localizamos o aparelho que já está apreendido juntamente com os chinelos, pulseira e blusa do autor usada para esganar a vítima durante a luta corporal”, informa o delegado Jorge. 

Ainda de acordo com Terceiro, em depoimento, o suspeito confessou o latrocínio alegando embriaguez.

Autuado por latrocínio, o preso pode pegar de 20 a 30 anos de prisão.

Izabella Pimentel 
Com informações da Polícia Civil
redacao@cidadeverde.com