Cidadeverde.com

Análise gratuita de ferramentas para marketing digital

Já teve dificuldade em usar os melhores serviços e principais ferramentas usadas no marketing digital?

Tá precisando melhorar seus posts, feed e vídeos na sua rede social?

Vou te ajudar com isso, com o análise de apps de serviços, produtividade, design, edição de vídeo, produção de posts, entre outros.

Mande sua sugestão de app, curte o post, envia a novidade para os amigos e tire suas dúvidas na caixinha de perguntas dos stories do insta.

Só para adiantar, fiz o review de uma app chamado Quick, que vai te ajudar a fazer clipes bem interessantes com alta qualidade.

Vamos ver as novidades dos inshot e passear por vários apps especializados em stories.

Me segue no instagram @masavio e confere todas essas novidades. 

 

#marketingdigital #stories #feed #apps #analisedeapps #ferramentasdeprodutividade

É mentira!

Trago verdades. Não se iluda com a vida boa de muitos players do mercado e nem caia na lábia de gente que nunca vendeu nada e quer te vender a ideia de que você vai enriquecer logo.


"Você vai acertar de primeira"

Muito dificilmente você vai acertar de primeira no marketing digital.

Em lançamento ou prestação de serviços, é preciso uma esteira para preparar o seu caminho. Continue trabalhando que vai dar certo

"Você vai ganhar dinheiro rápido"

Se te mandaram largar tudo para vir para o marketing digital porque aqui se ganha dinheiro rápido, é mentira. Tem de ralar um bocado. Não se iluda com cursos que prometem você ficar rico da noite para o dia

Tenha clareza do que deseja fazer, tenha consistência e persistência para dar certo.

"Seu produto precisa ser caro"

Não é verdade. É possível ganhar bem e viver bom com vários e bons cursos. Você só precisa acertar na veia boa. mas para isso é preciso trabalho, tentar, errar, e acertar até conseguir vender algo que banque sua estrutura e te faça seguir a caminhada mais tranquila.

 

Centro de Experiências MRV chega para revolucionar o mercado piauiense

MRV apresenta sua mais nova forma de interagir com os clientes. Com seu Centro de Experiências, a empresa inova com muita tecnologia os tradicionais plantões de vendas em Teresina e promove um novo jeito de falar com seus potenciais compradores. 

Ao comprar um apartamento na planta, nem sempre é possível ter a ideia exata de como será o imóvel depois de pronto. Para facilitar a visualização do novo espaço e garantir uma melhor experiência de compra para os clientes, a MRV apresenta ao mercado seu Centro de Experiência, um novo conceito de interação com seus clientes. Rio de Janeiro e Ribeirão Preto (SP) foram as primeiras cidades a contarem com o espaço, agora chegou a vez de Teresina.


O Centro de Experiências foi planejado e pensado a partir do propósito da MRV, que é “construir sonhos que transformam o mundo”. No espaço, por meio da realidade virtual, os visitantes podem conhecer o futuro apartamento em ambiente 100% interativo e com realidade ampliada para visualização de produtos. Em Teresina o Centro de Experiência da MRV fica localizado na Avenida João XXIII, nº 1979, bairro Jóquei, dividido em dois andares. 

A experiência já se inicia na entrada do espaço, com design moderno e diferenciado da loja. Por dentro, o Centro se configura em um ambiente flexível, com mobiliário de atendimento disposto de maneira informal criando um cenário despojado e ao mesmo tempo acolhedor. Por lá, além da experiência imersiva de conhecer o futuro apartamento, o cliente ainda tem a possibilidade de personalizar completamente o imóvel podendo optar por um estilo mais clássico ou moderno, tipo de acabamento (vip, plus ou top) e se possui família adicional ou não (filhos e/ou bicho de estimação). O espaço também inclui uma “materioteca”, com os principais materiais empregados no apartamento, como porcelanatos, pias e torneiras disponíveis para escolha, tudo para vivenciar e planejar o sonho da casa própria. Teresina será a terceira cidade do Nordeste a receber o novo formato de loja.

Para quem já é cliente, o Centro de Experiência conta com uma série de serviços de auxílio, como um SAC para esclarecer dúvidas referentes à compra, uma equipe pronta a atender e a possibilidade de impressão de boletos. “Queremos que as pessoas que nos visitem se sintam à vontade e acolhidos em nosso espaço. Por isso investimos não só em um design amistoso, mas também em ferramentas de interação, como displays com informações dos empreendimentos e vídeo wall”, comenta Bruno Magalhães, gestor de vendas regional da MRV.

Com o conceito visual desenvolvido pelo gad’, uma das mais importantes consultorias de marca do Brasil, o Centro de Experiência MRV é moderno, interativo, tecnológico e funcional. Segundo Leonardo Koboldt de Araujo, Partner & Head/Retail & Environmental Design do gad´, a ideia para o desenvolvimento do conceito do projeto é de que o espaço deve servir de suporte para aqueles que estão em processo de transformação de vida, pensando em comprar um imóvel ou esclarecer dúvidas.

De acordo com Bruno Magalhães, esse novo espaço está mais alinhado com o novo posicionamento da MRV e com a realidade do mercado. “Sabemos que o consumidor mudou e que sua atenção está voltada para a experiência que a marca lhe proporciona. Por isso, estamos investindo nisso em todas as etapas do funil de vendas. No atual momento, o Centro de Experiência funcionará com um time reduzido e seguindo todas as orientações do Organização Mundial da Saúde. Ligue para o número 4004-9000 para agendar sua visita, desta forma evitamos aglomerações”, completa o executivo.

Aprenda a compartilhar a sua tela no Zoom (docs, vídeos, áudios, sites, etc).

 

A proposta do Zoom de compartilhamento de arquivos é bem simples. Clique em “Compartilhar tela” (ou Share Screen - em inglês), escolha o arquivo e apresente seu conteúdo.

 

Contudo, muita gente se perde nessa tarefa tão simples. A confusão acontece porque o compartilhamento de tela só acontece com arquivos que já estejam abertos.

 

Se seu arquivo em pdf, por exemplo, não está aberto, o mesmo não será elencado a ser compartilhado. Portanto, quando quiser compartilhar um conteúdo, já deixe ele no ponto de executar. Não dá certo sair procurando arquivos em pastas para abrir.

 

Essa regra vale para todos os tipos de arquivos, do word,  powerpoint, pdfs, vídeos, áudios, etc. Nestes dois últimos casos, mantenha o player já no ponto de tocar. Se estiver usando microfone de ouvido, cuidado. Seu som não sairá. Tem de ser o som ambiente. Use também o recurso de otimização do vídeo.

 

@masavio (instagram e facebook)

 

 

Especialista compartilha dicas sobre o uso do PIX

Novo sistema de transferência instantânea entra em vigor no próximo dia 16

Pronto para entrar em operação no próximo dia 16 de novembro de 2020, o PIX chega para revolucionar e agilizar o sistema de pagamento digital no Brasil. Desenvolvido pelo Banco Central, o PIX traz uma forma muito prática de pagar e receber recursos, 24 horas por dia, 365 dias por ano. Com o Pix, você envia recursos em segundos, até mesmo para outros bancos, aos domingos e feriados.

Atualmente, as pessoas contam com duas opções para fazer transferências para outras contas em qualquer banco: o DOC e a TED. Estes, limitam valores, dias e horários para transações financeiras. A tendência é que não sejam substituídos, mas devem ficar obsoletos.
 


Como começar a usar o PIX
Segundo Antonio Vinicius, professor de Finanças do UniFacid e Doutorando em Contabilidade, é necessário ter uma conta em uma instituição financeira. Nela você cadastra sua chave PIX. A chave pode ser o seu CPF, e-mail, telefone ou, até mesmo, um código único aleatório.

"O Pix suportará dois tipos de transações: transferências e pagamentos, sendo que este último inclui compras e contas, como conta de luz. Outro detalhe importante: o PIX será gratuito para pessoa física na maioria das transações", afirma o Professor Antonio Vinícius, que passou dicas importantes sobre o PIX. Confira abaixo:

1) O uso das Chaves PIX
Para o usuário final, o PIX foi projetado para ser simples, rápido e seguro. Não precisaremos mais digitar todos os dados bancários em uma transação. Apenas informar a chave. A transação pode ocorrer em até 10 segundos, exceto quando houver alguma suspeita de movimentação fora do padrão.

2) O cadastro das chaves
Você pode cadastrar quatro tipos de informações como chave: número de telefone, CPF ou CNPJ, e/ou e-mail. Cada uma dessas informações só poderá apontar para uma única conta. Você pode usar o CPF para a sua conta no banco X e o e-mail para a sua conta digital na fintech Z, por exemplo.

3) Quantas chaves o usuário pode ter?
Pessoa física pode ter até cinco chaves por conta, enquanto a Pessoa jurídica pode ter 20. Também será possível realizar transações via PIX mesmo que você não cadastre nenhuma chave. A diferença é que você terá que informar todos os dados da conta para isso, como se estivesse fazendo DOC ou TED.

4) O que acontece se eu digitar e pagar um valor errado?
O usuário só poderá alterar o valor a ser pago, ou cancelar a transação, apenas antes de confirmar o pagamento. Após a confirmação, como a liquidação do PIX ocorre em tempo real, a transação não poderá mais ser cancelada. No entanto, você poderá negociar com o recebedor a devolução do valor pago, tanto de forma parcial quanto do valor total.

5) Adeus boletos
Transferências via PIX poderão ter mensagens anexas, então dará para informar ao recebedor do que se trata a transferência, seja o pagamento da mesada dos filhos, seja sua parte da conta do bar ou qualquer outra informação.

Neste mesmo campo no qual será possível enviar uma mensagem, será ainda mais útil identificar o pagamento que estamos fazendo. Imagine enviar o código da compra realizada em uma loja virtual, o número do contrato de energia elétrica e o mês que está sendo pago ou até os dados de uma guia de recolhimento do INSS.  Simplificando, boletos não serão mais necessários, uma vez que o PIX permite ao credor identificar quem está pagando e do que se trata o pagamento de forma instantânea.

6) Custo
Vários bancos já informaram que não cobrarão para transferir recursos via PIX. Alguns bancos hoje cobram mais de dez reais por TED.

7) Preenchimento de dados bancários
Na prática, o recebedor criará o que chamamos de QR-Code, que é um código de barras quadrado, com todas as informações da transferência e a câmera do celular de quem for transferir identificará as informações, evitando erros de digitação. O mesmo se aplica às contas que recebemos em casa. Atenção: confira os dados no seu aplicativo antes de confirmar o envio de recursos, principalmente o valor.

8) A função débito mais barata
Será possível, mas não mais necessário utilizar os cartões na função débito, bastando uma transferência via PIX a custo baixíssimo para comprar ou vender à vista. Por ser quase instantânea, será possível pagar uma eventual compra em supermercado, lanchonete ou restaurante via transferência.

9) A portabilidade chegou ao sistema financeiro
Será possível transferir a chave PIX de um banco para outro, procedimento conhecido como portabilidade da chave. Desta forma, você poderá mudar quantas vezes quiser de banco sem precisar informar aos clientes sobre os novos dados (algo parecido com a portabilidade do número de telefone).

Conclusão
Muitos dos procedimentos do dia a dia irão mudar para melhor. Não esqueça de cadastrar uma chave para cada conta corrente e aproveitar as melhores oportunidades oferecidas pelas instituições financeiras, tais como sorteios para quem começar a utilizar o sistema ainda em novembro e para quem cadastrar as chaves antes do prazo de início das operações.

A expectativa com a adoção do sistema é praticamente eliminar a utilização das cédulas nas transações bancárias, além de “bancarizar” dezenas de milhões de brasileiros que estão à margem do sistema financeiro como conhecemos, permitindo que tenham acesso a crédito e a aplicações financeiras.

 

Por onde começar no Zoom?

Comece pelo básico. Baixe o aplicativo básico de reuniões para seu computador ou celular.

 

O acesso pode ser feito pela Central de Downloads (https://zoom.us/download) ou ainda pelas lojas de aplicativos para Android e IOS. Basta procurar na busca por Zoom Meetings.

 

 

Computadores antigos

Alguns notebooks mais antigos apresentam problemas na hora de instalação do Zoom. Geralmente estão relacionados às bibliotecas desatualizadas  do Windows. Basta seguir às recomendações de instalações das atualizações solicitadas pelo aplicativo.

 

Navegador Web.

Sim, é possível participar de uma videoconferência pelo navegador. Para isso, instale extensões para navegadores Chrome e Firefox, também pela central de downloads do Zoom.

 

Mais Extensões

Existem outros recursos, como por exemplo, plugins para Ipad e Iphone ou ainda suplementos para Outlook, onde você pode agendar e controlar as suas reuniões. Recursos não faltam.

Você sabe mesmo usar o Zoom?

Quem nunca entrou numa reunião no Zoom para ver uma confusão de pessoas falando ao mesmo tempo, de microfone aberto com cachorro latindo ou alguém falando alto ao celular?

 

Ou simplesmente o palestrante aprendendo na hora como compartilhar um slide ou ainda com a câmera desligada ou áudio com problemas?

 

Sim, isso acontece todo dia. A falta de preparação para entrar em uma videoconferência pode trazer muitos transtornos, desde os mais simples até os mais embaraçosos.

 

E não é que o Zoom seja uma ferramenta difícil de usar. Simplesmente as pessoas não treinaram para isso e não sabem sobre o básico do aplicativo.

 

Conhecer o ambiente da videoconferência é muito importante para uma boa participação ou apresentação.

 

Além disso, existem muitos detalhes que precisam ser observados, que vão desde à entrada antecipada na sala até os cuidados com iluminação e microfone.

 

Se você quer saber um pouco mais, continue com a gente e indique nosso perfil para seus amigos. Vamos continuar uma série especial sobre Zoom em novembro. 

 

Acompanhem nas redes sociais no Facebook e Instagram: @masavio

“Mês da Carreira" discute o impacto da tecnologia nas profissões. Evento é on-line e gratuito

De 27 a 30 de outubro, o Centro Universitário UniFacid promoverá a primeira edição do “Mês da Carreira”. O evento será totalmente on-line e terá mais de 12 horas de conteúdo, sendo dividido por áreas de atuação, com painéis de desenvolvimento e temas, como diversidade, carreira/ tecnologia, entre outros tópicos. O público externo de todo o Brasil poderá se inscrever por meio do link: https://www.wyden.com.br/unifacid/mes-da-carreira e acompanhar a transmissão gratuitamente, que acontecerá pela plataforma Teams Microsoft. A iniciativa será acompanhada, ao vivo, pelos alunos do UniFacid, que fechou parceria com grandes empresas, como Gerdau e Gympass. 

Os debates e palestras contarão com grandes nomes do mercado, como Priscila Siqueira, CEO do Gympass no Brasil, que irá contribuir para a discussão sobre as iniciativas e desafios no que tange à inclusão das mulheres no setor de tecnologia. Outro painel que vai de encontro a um conceito extremamente atual é “O direito e a renovação de seus profissionais com o uso da tecnologia”, conduzido por Natalie Witte, cuja experiência supera os 15 anos na diretoria jurídica de empresas de tecnologia, tais como Orange Business Services, Movile e a Aceleradora Digital 21212.
 
“Um dos nossos propósitos é dar suporte em toda a jornada dos nossos alunos, bem como oferecer insumos que agreguem ao dia a dia da população. E é exatamente essa a finalidade do Mês da Carreira, cuja programação abordará assuntos atuais e relevantes, como o impacto da tecnologia nas profissões, a importância da diversidade, além das tendências de recrutamento, a relevância das soft skills e ainda compartilhará histórias inspiradoras de profissionais de destaque”, conta Pílade Moreira, Diretor de Parcerias, Carreiras e Sustentabilidade do UniFacid


  
Serviço: CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO COMPLETA – TRANSMISSÃO AO VIVO:

Evento - Mês da Carreira Outubro 2020 - de 27 a 30 de outubro
Link para inscrição: https://www.wyden.com.br/unifacid/mes-da-carreira

 

Estácio e UniFacid são parceiras em vestibular unificado de Medicina

São cerca de 700 vagas oferecidas de norte a sul do Brasil

Em uma iniciativa inédita, Estácio e o Centro Universitário UniFacid criam parceria para oferecer o MEDVest, um vestibular unificado de Medicina, com oportunidades de vagas de norte a sul do Brasil. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas por meio do site medvest.com.br até o dia 15 de novembro e a avaliação, constituída de prova objetiva com 30 questões – Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas são as disciplinas abordadas – e redação, acontece no dia 22 do mesmo mês. 
Esse processo seletivo oferecerá cerca de 700 vagas que estão distribuídas da seguinte forma: Estácio - Rio de Janeiro (RJ), Angra dos Reis (RJ),  Ribeirão Preto (SP), Alagoinhas (BA), Juazeiro (BA), Jaraguá do Sul (SC), Juazeiro do Norte (CE), Canindé (CE) e Cáceres (MT) – e UniFacid, em Teresina (PI).

Um grande diferencial dessa iniciativa é o fato de aumentar as chances do candidato alcançar o sonho de realizar o curso de Medicina, visto que ele se inscreve no vestibular e, com uma única taxa e prova, pode concorrer a uma vaga em qualquer uma das instituições participantes. No ato da inscrição, o candidato seleciona sua primeira opção. Caso sua pontuação não permita a entrada na preferida, poderá ingressar nas outras.

O intuito, segundo Dr. Silvio Pessanha, Diretor Nacional de Medicina da Estácio, é impulsionar o setor de Medicina no país, otimizando o tempo e a aplicabilidade da prova. “Os cerca de 700 alunos que ingressarão no curso de Medicina terão a oportunidade de se formar em instituições renomadas e idôneas, cujos recursos tecnológicos, como os laboratórios e equipamentos, e humanos têm como foco o desenvolvimento do profissional em prol do melhor atendimento médico à população brasileira”, destaca Pessanha.  

TECNOLOGIA
Além do vestibular unificado, diante do momento vivido em decorrência da pandemia, outra novidade será a realização da prova 100% online, a partir de uma tecnologia de ponta para acompanhar o candidato, que fará o vestibular em casa. Para isso, será necessário que tome algumas medidas prévias, como providenciar uma boa internet banda larga, instalar software específico do concurso em computador com Windows e possuir webcam e microfone em perfeito estado.

A prova será gravada e ocorrerá com monitoramento remoto, em que o candidato é monitorado ao vivo pelo fiscal, por meio de vídeo (câmera) e áudio (microfone). As imagens captadas do candidato no dia da avaliação serão utilizadas no momento da matrícula. O candidato também deve manter a posse do documento original com fotografia (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Passaporte ou RNE) usado na identificação, pois o mesmo poderá ser solicitado mais de uma vez, pelo fiscal remoto, durante a prova.  

Segundo o Reitor do UniFacid, Professor Ronaldo Campos, a prova online é uma opção excepcional em tempos de pandemia que “preserva o bem-estar e segurança do vestibulando, assim como a seriedade da avaliação por meio da metodologia e tecnologias adotadas”.

ESTÁCIO - MEDICINA
A Estácio é uma das maiores e mais respeitadas instituições do setor educacional brasileiro. Há 50 anos, proporciona acesso a um ensino de qualidade e de maneira única. Com um ensino de excelência, desde 1998, a Escola Médica da Estácio oferece uma formação completa, possibilitando os alunos vivenciarem todos os cenários dentro de sala de aula, antes da experiência prática. Hoje, uma das maiores escolas de Medicina do Brasil, com mais de 4 mil alunos e 10 campi em operação.

O curso de Medicina da Estácio vem recebendo investimentos continuamente para oferecer aos alunos os novos avanços tecnológicos e metodológicos no campo da Educação Médica. O curso de Medicina da Estácio vem recebendo investimentos continuamente para oferecer aos alunos os novos avanços tecnológicos e metodológicos no campo da Educação Médica.

Os cursos contam com equipamentos de última geração. Exemplo disso é o Laboratório de Simulação Realística que permite aos alunos reproduzirem, na prática, em pacientes simulados, procedimentos rotineiros da profissão: desde os mais simples até os avançados, a exemplo do atendimento à parada cardiorrespiratória.

Além disso, no Laboratório de anatomia em realidade virtual 3D, os alunos usam óculos de realidade virtual e podem interagir com todas as estruturas do corpo humano, navegando por seus diversos sistemas. Para completar a experiência tecnológica aplicada à Medicina, os alunos também têm acesso à mesa digital de dissecação e casos clínicos, o que possibilita o estudo dos mais modernos exames de imagem, viabilizando a correlação anatômica imediata, compreensão da anatomia radiológica, treinamento de cirurgias virtuais e dissecação virtual.

A Escola também conta com programas de educação continuada, como especialização médica, mestrado, doutorado e treinamentos de procedimentos médicos.

UNIFACID – MEDICINA
O Curso de Medicina do UniFacid tem avaliação 4 no MEC. O Centro Universitário é uma das mais tradicionais Instituições de Ensino Superior da Região pela qualidade acadêmica de padrão internacional e infraestrutura. O curso é reconhecido pelo Ranking Universitário da Folha de São Paulo (RUF) como um dos 20 melhores cursos de medicina do país, entre as instituições particulares.

O Curso de Medicina conta com laboratórios modernos e bem equipados para o desenvolvimento de atividades práticas e pesquisas, como: Ciências Morfológicas; Ciências Fisiológicas; Bioquímica; Microscopia; Histologia; Microbiologia e Imunologia; Parasitologia; Informática; Materno Infantil; Semiologia; Avaliação Clínica.

As atividades práticas, pesquisas e estágios são desenvolvidos no Ambulatório Médico. Além disso, a comunidade recebe atendimento nas áreas de Dermatologia, Endocrinologia, Ginecologia, Pediatria, Oftalmologia, Urologia, Cardiologia, Neurologia, Geriatria, Reumatologia e há ainda um Centro Cirúrgico para pequenas cirurgias.

O UniFacid dispõe ainda de uma biblioteca informatizada com acervo bibliográfico atualizado e em grande quantidade atendendo assim à demanda do curso. Isso sem falar de parcerias com clínicas e hospitais, públicos e privados para desenvolvimento de estágios supervisionados.

"Desafios do Magistério na Era da Informação Digital" é tema do Seminário Regional UniRede Nordeste

Na manhã desta terça-feira (29) aconteceu a abertura do Seminário Regional UniRede Nordeste 2020. O evento que está acontecendo hoje (29) e amanhã (30), em caráter online, e é realizado pelo Centro de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal do Piauí (CEAD/UFPI), pela Associação Universidade em Rede (UniRede) e pela Universidade Aberta do Brasil – UAB.

A mesa de abertura reuniu o Prof. Dr. Gildásio Guedes Fernandes, o Diretor do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD/UFPI), o Prof. Dr. Alexandre Martins, Presidente da Associação Universidade em Rede (UniRede), Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, Reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Paulo Henrique Gomes de Lima, Reitor do Instituto Federal do Piauí (IFPI), Profa. Ma. Joseane Leão, Pró-Reitora de Planejamento e Finanças da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

                  Captura de Tela (555).pngMesa de abertura do Seminário          

O Prof. Dr. Gildásio Guedes Fernandes, Diretor do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD/UFPI) ressaltou a satisfação de promover o seminário no ano de 2020. “Esse é um evento que acontece todos os anos em todos os estados do nordeste, sendo escolhido um para promovê-lo. Esse ano a Universidade Federal do Piauí (UFPI), que mesmo em época de pandemia, é a representante de todas as universidades associadas da região nordeste, tem demonstrado com trabalho e esforço de todos os envolvidos o sucesso desse seminário”, disse.

Em seguida, o Prof. Dr. Alexandre Martins, Presidente da UniRede trouxe em sua fala elogios à escolha do tema do seminário nordestino “Os Desafios do magistério na era da Educação Digital”. E ao cumprimentar os participantes da mesa de abertura, aproveitou para ressaltar a importância da discussão do tema. “A UniRede, por ser composta por instituições públicas de educação superior, vê que é um grande momento para realizar parcerias e discutir os temas que são de interesse das instituições públicas que fazem e promovem a educação pública superior no Brasil, sobretudo a educação aberta mediada por tecnologia”, destacou.

O tema do evento também esteve presente na fala de Joseane Leão, Pró-Reitora de Planejamento e Finanças da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) que representou o reitor da Instituição. “Esse tema é um tema que a gente deve, cada vez mais, ampliar as discussões porque como dizem os especialistas essas mídias e o avanço promovido pela pandemia na necessidade de utilização delas vieram para ficar e vão mudar a nossa sociabilidade tanto na vida pessoal como no trabalho e nas nossas atividades profissionais”, ressaltou.

A importância da parceria entre as instituições públicas para o fortalecimento da promoção de uma educação superior de qualidade foi evidenciada na fala do Reitor do IFPI, Paulo Henrique Gomes de Lima. “Essa relação em rede das instituições é muito importante e de certa forma potencializa o que há de melhor em cada uma e com isso, a gente constrói uma força maior com o objetivo de levar o que nós oferecemos de melhor: educação, pesquisa e inovação”, salientou.

A UFPI tem se destacado na oferta da modalidade de ensino mediado por tecnologia, sendo a Universidade que tem o maior número de estudantes nessa modalidade, entre todas as federais. “É uma das maiores graças ao trabalho realizado por toda a equipe do nosso Centro de Ensino Aberto e à Distância. Costumo dizer que a qualidade do ensino não depende da modalidade pela qual ela é ofertada, mas sim pela competência da equipe. E nós temos uma equipe muito competente trabalhando no nosso ensino a distância”, concluiu o Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, Reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Após a abertura, o Seminário seguiu a sua programação com Palestras, Mesas de Debates e Oficinas que seguem até amanhã, 30 de setembro. Confira a programação aqui.

Posts anteriores