Cidadeverde.com

Força Tática de Paulistana flagra veículo com droga no filtro do ar; motorista é preso e menor apreendido

Um jovem identificado por Anderson Rodrigues, conhecido por “Andinho”, de 21 anos, foi preso, e um menor iniciais C.A.R.A, de 17 anos, foi apreendido em uma ação da Força Tática do 20º Batalhão da Polícia Militar de Paulistana realizada na tarde desta terça-feira, 11, no Posto Pipocas.

Segundo relatou o major Felipe, o Serviço de Inteligência do 20º Batalhão colheu informações de que pessoas suspeitas, ligadas ao tráfico de drogas em Paulistana, teriam passado na madrugada do dia anterior na cidade de Afrânio-PE, com destino à cidade de Petrolina-PE.

A viagem teria por finalidade buscar drogas para ser comercializada nas festividades dos aniversários de emancipação política dos municípios de Paulistana e Acauã, que acontecerão neste final de semana.

Diante das informações, a Força Tática passou a monitorar os suspeitos. “Foi montada uma campana no Posto Fiscal de Pipocas, quando, por volta das 16h30 foi abordado o veículo modelo Celta, cor prata, placa KKX-0321 de Petrolina/PE que era conduzido por Andinho. Ao fazer um busca veicular minuciosa, com desmonte de equipamentos de som, forro das portas e outras partes do veículo, foi encontrado no filtro do ar condicionado um invólucro contendo um pó branco, aparentando, supostamente, ser cocaína, e uma pequena porção de erva, quer supostamente seria maconha.”, relatou o comandante do Batalhão.

Ainda segundo informou o major Felipe, “Andinho” confessou ser o dono da droga e informou ter comprado na cidade de Petrolina/PE.

Diante dos fatos, o veículo, a droga e os envolvidos foram encaminhados para a 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Paulistana para as providências cabíveis.

A ação é parte da operação policial denominada “Fim de Ano Seguro” e contou com a participação da equipe Charlie da Força Tática, composta dos policias militares, Tenente Vilela, cabo Gilvan Belo, soldados Humberto e Rodrigues, com o apoio do soldado Jardel, do GPM de Acauã-PI.

Fonte e fotos: cidadesnanet

Carreta pega fogo na BR-407 e toda a carga é perdida

Uma carreta pegou fogo na Zona Rural do município de Paulistana quando trafegava pela BR-407. A carga teve perda total.

Segundo populares, a carreta era uma câmara fria, mas que foi consumida pelo fogo durante muitas horas. O fogo teria se iniciado por um dos pneus mas atingiu a carga, que era de produtos para a produção de refrigerantes.

Como o material era inflamável, iria passar aproximadamente 24 horas pegando fogo, já que na região há deficiência de Corpo de Bombeiros.

O incêndio ocorreu no momento em que a carreta trafegava pelas proximidades do viaduto que passa por cima da Ferrovia Transnordestina, a 10 km da cidade de Paulistana.

O motorista conseguiu soltar o cavalinho da carreta evitando um prejuízo maior.

Fonte: Blog do Evangelista

Acusado de espancar violentamente dois irmãos em Paulistana é preso; Um deles morreu

Um homem identificado como Francisco João Rodrigues, de 37 anos, conhecido popularmente como “Chico Doido”, foi preso no último sábado (20), pela Força Tática de Paulistana, acusado de espancar dois irmãos.

Contra João havia um mandado de prisão preventiva, expedido pela Juíza da comarca de Paulistana Dr. Thalita Cruz Sampaio, por espancar violentamente os irmãos Andrade Irênio e José Irênio. O crime aconteceu no bar do Vaqueirinho às margens da BR 407.

O acusado agrediu os irmãos a pauladas na região da cabeça e ambos ficaram gravemente feridos. José Irênio, mais conhecido como “Dodô mototáxi”, faleceu no domingo (14), no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, após cinco dias internado.

Com o mandado, uma equipe composta pelos policias Ten PM Vilela, CB PM Gilvan Belo, Sds Marivaldo, Humberto e Ereni, iniciaram buscas nas zonas rural e urbana das cidades de Acauã e Paulistana, para tentar localizar e prender o acusado.

Por volta das 6:hrs a equipe recebeu a informação de que Francisco estaria fazendo um deslocamento pela mata a procura de refeição, então fizeram campana nas estradas que dão acesso a algumas casas de familiares do acusado, na localidade Braunas, município de Acauã e por volta das 8h João foi localizado e preso.

João Rodrigues não resistiu à prisão e foi encaminhado para a 12 DRPC de Paulistana para os procedimentos cabíveis.

Fonte: cidadesnanet

Arsenal com mais de 7 mil munições é apreendido em carro com confecções

 Foto: Força Tática de Paulistana

A Força Tática de Paulistana, município no Sul do Piauí, apreendeu um arsenal com mais de 7 mil equipamentos de armamentos, dentre munições, cartuchos, pólvora, chumbo, além de quase R$ 3 mil em dinheiro, na tarde dessa quinta-feira (27). A Polícia Militar informou ao Cidadeverde.com que os equipamentos estavam escondidos entre confecções dentro de um veículo modelo pick-up que foi interceptado em uma barreira policial montada na localidade Baixo dos Belos, no município de Curral Novo, a 466 km de Teresina. 

O major Felipe, comandante do 20º Batalhão da Polícia Militar, afirmou que provavelmente os equipamentos estavam entrando no Piauí vindo de outro estado, para abastecer o comércio ilegal. “Para serem vendidos no mercado negro, para os domésticos, para pequenos assaltos e também para caçadores”. 

No veículo, de acordo com a PM, estavam três indivíduos, que afirmaram estarem vindo de Arapiraca, no Alagoas, fazendo entrega de confecções, que passaram por Salgueiro, no Pernambuco por volta das 6h40 e que finalizariam as entregas no povoado Serra Vermelha, no Piauí. O condutor do veículo, Agemiro Teles de Barros, assumiu que todos os produtos pertenciam a sua pessoa, conforme a polícia.

A barreira policial foi montada, de acordo com a polícia, após uma determinação para se fazer bloqueios policiais na região de divisa com o estado de Pernambuco, sendo um desdobramento da megaoperação que evitou o roubo ao avião de transporte de valores no aeroporto de Salgueiro (PE). A PM também informou que foi montado uma volante com o efetivo de serviço bem como os polícias de folga para reforçar a patrulha.

“A determinação foi feita depois que aconteceu um assalto em Salgueiro, em que os bandidos conseguiram fugir. Como a quadrilha já atuou no Piauí e a rota de fuga poderia ser pelo Piauí, Ceará ou Pernambuco, fizemos esse bloqueio na divisa do Estado, por onde acreditamos que eles poderiam passar e acabamos apreendendo essas munições”, complementou o major.

Veja a relação de materiais encontrados:
* 75 unid. de Cartuchos plast. carregados cal.36;
* 90 unid. de Cartuchos plast. carregados cal.32;
* 100 unid. de Cartuchos plast. carregados cal.28;
* 25 unid. Estojo de metal vazio cal. 28;
* 30 unid. Estojo de metal vazio cal.32;
* 36 unid. Estojo de metal vazio cal.40;
* 25 unid. Estojo de metal vazio cal. 36;
* 100 unid. de Munições calibre .32;
* 100 unid. de Munições calibre .38;
* 100 unid. de Munições calibre .28;
* 03 potes de Pólvora CBC n° 216 com 100g cada;
* 110 kg de Chumbo;
* 04 cx Parafusos tipo ouvidos 6,5;
* 02 cx Parafusos tipo ouvidos 7,0;
* 02 cx Parafusos tipo ouvidos 7,5;
* 60 Latinhas com 100 espoletas em cada, somando 6.000 unid.;
* 01 Cartela com 100 espoletas n° 209;
* 22 Notas de R$ 100,00;
* 08 Notas de R$ 50,00;
* 07 Notas de R$ 20,00;
* 09 Notas de R$ 10,00;
* 01 Cheque no valor de R$ 770,00.

A PM disse que o arsenal apreendido juntamente com Agemiro, foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Simões-PI para adoção das medidas cabíveis e formulação das documentações de praxe.

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Trio é preso após invadir residência e agredir casal de idosos

Foto: Divulgação / PM

Três homens foram presos por agredir um casal de idosos e roubar dinheiro e objetos das vítimas em Paulistana, município a 452 km de Teresina. Identificados pela Polícia como Francisco Antônio Maximiniano Júnior, Edilson dos Santos Viana e Fábio Vila Nova de Alencar, eles invadiram a residência do casal na madrugada do último domingo (23) com um simulacro de pistola usado para intimidar os idosos.

Durante diligência, policiais do 20º Batalhão de Polícia Militar abordaram Francisco que foi reconhecido por uma das vítimas e repassou nome e localização de seus comparsas. Em seguida foram presos os outros dois com o simulacro de pistola usado durante o crime. No celular do suspeito foi encontrada ainda uma foto onde ele posa como simulacro de pistola.

Segundo o comandante da PM no município, Major Felipe, os presos são suspeitos de envolvimento em uma tentativa de roubo a um comércio de um povoado da região. “Certamente a zona Rural está mais segura sem esses marginais”, declara o policial.

Com eles foram recuperados os objetos roubados, o simulacro de pistola, uma espingarda e uma faca. Após a prisão, os acusados, os objetos e as vítimas foram encaminhados para a Delegacia da cidade de Pio IX, onde foi realizado o flagrante de Roubo Majorado e Associação Criminosa. O trio foi encaminhado para a carceragem da 12° Delegacia Regional de Polícia Civil em Paulistana, onde permanecem a disposição da Justiça.


Suspeito tinha foto com simulacro de pistola no celular

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Polícia prende suspeitos de tráfico durante operação em Paulistana

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Dois homens foram presos durante operação da 12ª Delegacia Regional de Polícia em Paulistana, município a 452 km de Teresina. Os presos foram identificados pela Polícia como Rafael Silva Lima e Jonarbas João de Carvalho, suspeitos de tráfico de drogas.

A operação é um desdobramento da apreensão de 518 pinos de cocaína no último dia 31 de agosto. Na ocasião os acusados foram identificados recebendo a encomenda em uma empresa de transportes de passageiros. 

Após perseguição pelas ruas da cidade de Paulistana,  dispensaram a droga em um terreno baldio e apreenderam em fuga. 

Após investigação a equipe do 12º DRPC identificou suspeitos e deu cumprimento aos mandados de prisão na manhã desta segunda-feira (10). Os suspeitos foram conduzidos para a delegacia onde foram autuados.

A operação Al-Kaida foi comandada pelo Delegado Cícero de Oliveira, com apoio dos Policiais Militares do 20° Batalhão de Polícia Militar, comandados pelo CB Gilvan Belo.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Suspeito de estupro faz buraco em cela e foge de delegacia

  • buracodentro.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • f0399be1-f880-44a7-b089-ad54880f093c.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • 5f43d3df-9a6e-4e91-94ff-be3cef93c281.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-26.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-25.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-24.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-23.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-22.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-21.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-20.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-19.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-18.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-17.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-16.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-15_-_Copia.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-14_-_Copia.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-13_-_Copia.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-12_-_Copia.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-11.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-10.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-9.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-8.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-7.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-6.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-5.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-4.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-3.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-2.jpg Divulgação / Polícia Civil
  • Sem_Título-1.jpg Divulgação / Polícia Civil

Um suspeito de estupro identificado pela Polícia como Edigleuson do Nascimento, de 22 anos fugiu da delegacia de Paulistana após uma semana preso temporariamente para investigação. De acordo com o delegado Cícero de Oliveira titular do município, o suspeito apenas forçou um pouco a parede que cedeu e ele conseguiu fugir por um buraco na cela.

"Ele estava em prisão temporária e após sua prisão no dia 23 continuamos as investigações. Até que na madrugada do dia 31 de agosto ele perfurou o buraco na parede da cela e fugiu. Na verdade nas condições de hoje em Paulistana só fica preso quem quer", afirmou o delegado.

Para o policial, Edigleuson é um suspeito de alta periculosidade tendo inclusive várias passagens por outros crimes. "Ele já respondeu por tráfico de drogas, roubo, resistência, desacato a autoridade e uma vasta ficha criminosa", completou.

O delegado justifica que o suspeito permaneceu na delegacia pois havia a necessidade de proximidade do suspeito da delegacia para que contribuísse com a investigação.

O crime

De acordo com o delegado o estupro ocorreu no dia 19 de agosto, quatro dias antes de sua prisão. O suspeito teria invadido a casa de uma mulher de 37 anos, que estava com sua neta e a estuprou na frente da menina, de apenas cinco anos. "Eu já havia pedido a prisão temporária e demos cumprimento logo que conseguimos. A prisão se deu para investigar  o caso e embasar uma possível denúncia contra o suspeito", afirmou o delegado.

Más condições

Cícero de Oliveira explica que oito policiais se revezam em regime de plantão na unidade, mas que a estrutura é tão precária que eles temem até o desabamento do local. "São oito policiais se revezando por dia mas no momento só havia um policial. Desde que eu cheguei aqui que eu faço esse pedido para os secretário, agora que estamos com secretário novo também já solicitei, mas até o momento não obtivemos nenhum retorno. A estrutura é muito precária e inviabiliza totalmente as condições de trabalho", completa o delegado.

 O policial afirma ainda que alguns agentes da unidade ficam constantemente doentes por conta de infiltrações, mofo e poeira que se acumulam no local. "É constante o afastamento de servidores com problemas de saúde por conta das infiltrações e poeira. O pessoal com problema alérgico se afasta com frequência por conta das condições", completa o delegado.

Em imagens enviadas pela Polícia Civil é possível observar a situação de abandono do prédio, além de móveis quebrados e problemas estruturais graves.

O Cidadeverde.com fez contato com a Secretaria Estadual de Segurança mas até a publicação da matéria não obteve retorno.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

 

Polícia apreende 518 pinos de cocaína em Paulistana

A Força Tática da Polícia Militar em Paulistana apreendeu, no final da tarde desta sexta-feira (31), 501 pinos e cocaína. A droga tinha acabado de ser entregue aos receptadores e foi transportada em veículo que fazia transporte alternativo.

A polícia já vinha monitorando a prática através do serviço de inteligência, quando resolveu intensificar as abordagens aos veículos de transporte alternativo.

De acordo com a polícia, a droga foi entregue a dois indivíduos que estavam em uma motocicleta, modelo Bros. Eles iniciaram uma fuga quando perceberam a aproximação dos policiais. As equipes iniciarem um acompanhamento tático no perímetro urbano de Paulistana, mas sem sucesso.

Na fuga, a dupla abandonou a mercadoria. Segundo a polícia, os dois fugitivos já foram identificados pela PM. Após a apreensão, o material foi entregue  na 12° Delegacia Regional de Polícia Civil em Paulistana.

Da Redação
rewdacao@cidadeverde.com

Força Tática e Polícia Civil de Pernambuco prendem acusado de homicídio

A Força Tática de Paulistana e a Polícia Civil de Afrânio,  Pernambuco, conseguiram efetuar a prisão de um homem identificado como Roberto Deodato da Silva, acusado da prática do crime de homicídio qualificado, contra José João de Sousa.

O crime aconteceu no ano de 1999, na cidade de Capitão Gervásio Oliveira (PI), e teve grande repercussão, pois foi praticado com requintes de crueldade, sendo utilizado arma de fogo e um facão.

Roberto Deodato foi preso neste domingo (05), por volta das 13h, na cidade de Afrânio, PE, onde o mesmo se escondeu por 19 dezenove anos. O acusado se apresentava pelo nome de Gilberto, para despistar seu paradeiro da justiça. Contra ele, havia um mandado de prisão em aberto expedido pelo Magistrado da Comarca de São João do Piauí.

A prisão aconteceu após a troca de informações entre a Força Tática de Paulistana, Força Tática de Simplício Mendes, Polícia Civil de São João e Polícia Civil de Pernambuco. Após a prisão e os procedimentos legais na 216 e 217 CIRCS de Polícia Civil, o acusado foi encaminhado para a Cadeia Pública da cidade de Afrânio-PE.

com informações: cidadesnanet

Açougueiro é suspeito de matar esposa após jogar faca na parede


Gabryella deixa uma filha de 4 anos


Uma jovem identificada como Gabriela de Carvalho, 21 anos, foi morta com uma facada no pescoço no açougue da sua família, na tarde de ontem(19). O principal suspeito é o marido, Nailson de Carvalho Oliveira, 31 anos, que confessou ter arremessado a faca durante uma discussão. 

Policiais militares relataram que o açougueiro se apresentou, prestou depoimento e foi liberado. Nailson teria contado na Delegacia que estava cortando carne quando começou a discussão entre o casal, tendo ele, no momento de raiva, jogado a faca contra a parede e o objeto teria batido e voltado em direção à esposa, acertando seu pescoço.

O gerente de policiamento do interior da Polícia Civil, delegado Emir Maia, confirmou que o próprio marido socorreu a esposa. Ela estava perdendo muito sangue, a levou para o Hospital Regional Mariana Pires, em Paulistana, de onde seria transferida para Picos, mas não resistiu e morreu no caminho. 

“Depois que a levou para o hospital ele foi a delegacia e comunicou o que tinha acontecido. No depoimento demonstrou arrependimento. Disse que não tinha a intenção de matá-la, queria lhe dar um susto e a faca acidentalmente voltou contra ela. Lamentavelmente ele usou um instrumento errado para este susto”, explicou o delegado Emir Maia. 

O delegado Emir informou ainda que ele foi liberado por ter se apresentado espontaneamente, não ter antecedentes criminais e nem histórico de uma relação conturbada com a esposa. 

“Durante a instrução criminal se o delegado Ramon encontrar elementos que indiquem pela prisão preventiva, ele pode solicitar, caso contrário poderá responder em liberdade. Só as investigações vão dizer”, destacou Emir Maia. 

Apesar de ter sido um crime de lesão corporal, seguido de morte, o delegado ressalta que é considerado feminicídio porque a vítima era a esposa do suspeito. “Foi um desentendimento conjugal e em razão da condição dela de mulher, acidentalmente ele a alvejou e resultou no óbito”. 

O casal tem uma filha de 4 anos de idade.


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Posts anteriores