Cidadeverde.com

Polícia apreende drogas e veículo na divisa do Piauí com Pernambuco

Foto reprodução

A equipe Alfa da Força Tática do 20º Batalhão de Polícia Militar de Paulistana, em blitz na madrugada deste domingo (19), por volta das 2h30, no Posto Fiscal de Pipocas, cerca de 35 km da sede do Batalhão, apreendeu dois tabletes de maconha e anfetaminas.

De acordo com informações da Polícia, a droga estava em um veículo de placa QOM-1656, de propriedade da Localiza, empresa locadora de carros. O veículo estava locado por Gilvan Dantas de Oliveira que já possui ficha criminal por roubo, no carro ainda estavam Adilson Santos Prado e Márcio Pereira da Silva.

“Os acusados afirmaram que o veículo foi locado da Localiza em Petrolina-PE. Embora não tenha sido apresentada qualquer documentação que comprove a locação, e o veículo já estivesse em posse dos acusados por mais de 15 dias”, informou a Polícia.

Durante a abordagem, os tabletes pequenos e 51 comprimidos de anfetaminas foram encontrados dentro do porta luvas do veículo. O material apreendido e os três ocupantes do veículo foram encaminhados para a 12ª DRPC de Paulistana para os procedimentos cabíveis.

Fonte: cidadesnanet

Suspeito de tentar matar companheira com golpes de foice é preso

Suspeito de tentar matar a companheira com golpes de foice foi preso em Paulistana na quarta-feira (27).  A Força Tática e a Polícia Civil do município cumpriram o mandado de prisão contra o mototaxista Geruzio Lourenço Rodrigues, de 40 anos, pelo crime de tentativa de Feminicídio.

De acordo com a Força Tática, o mototaxista é responsável por “desferir vários golpes de foice na sua companheira, deixando-a bastante ferida”. 

O mototaxista foi preso no momento em que saia da casa do pai, por volta das 16h, de ontem (27). 

“Abordado, foi dado voz de prisão ao infrator, sendo o mesmo apresentado na 12ª Delegacia de Polícia Civil de Paulistana/PI, juntamente com uma motocicleta, Honda, de cor azul, sem placa, ano 87, que o mesmo conduzia, para os procedimentos de praxe”, informou a nota da PM. 


Carlienne Carpaso
carliene@cidadevede.com

 

Homem suspeito de manter jovem em cárcere privado é preso por posse de arma de fogo em Paulistana

A Força Tática de Paulistana, conseguiu efetuar nesta segunda-feira (25), a prisão de um homem identificado como Domingos Timóteo de Andrade, 62 anos, natural de Conceição do Canindé, suspeito de manter uma jovem em cárcere privado e acusado de posse ilegal de arma de fogo.

A PM recebeu uma denúncia informando que Domingos estava mantendo a jovem em cárcere privado, e imediatamente se deslocou até o lugar indicado, na rua Porto Alegre, bairro Estação, encontrando denunciante, acusado e vítima.

Quem denunciou Domingos foi Adelicia Ana de Sousa, 63 anos, mãe da jovem identificada como Roberta Adelina de Sousa, 27 anos, que possui deficiência mental, que segundo Adelicia, estava sendo mantida em cárcere.

Adelicia ainda informou que Domingos possuía uma arma de fogo. O suspeito confessou ser dono da arma, um revólver calibre 38, com numeração suprimida, com 04 munições intactas e a entregou sem resistência.

Diante dos fatos, o acusado e toda material apreendido foram apresentados na 12ª Delegacia Regional de Polícia de Civil de Paulistana, juntamente com a suposta vítima, para lavratura do auto de prisão em flagrante pela posse ilegal de arma de fogo e para apuração e investigação do suposto crime de cárcere privado.

 Com informações e foto da PM

Paranaense é preso por se passar por Procurador Federal do MPF

Um paranaense identificado como Júlio Marques de Oliveira, 38 anos, foi detido nesta quarta-feira(20), por policiais da Força Tática de Paulistana e policiais civis da cidade com documentos falsos. Ele se apresentava como procurador do Ministério Público Federal. 

A denúncia recebida pela polícia era de que um homem recém-chegado na cidade estaria se apresentando como Procurador Federal nos estabelecimentos comerciais e públicos e, que existia indícios de falsificação na documentação apresentada.

De acordo com o comandante da Polícia Militar de Paulistana, major Estandilau Felipe, os policiais o encontraram e na abordagem ele tentou se desfazer da carteira de bolso, teria jogado fora, mas a esposa encontrou e entregou à polícia.

Dentro havia uma CNH emitida no Ceará; um documento de Porte de Arma Institucional, de “Procurador da Justiça” do Ministério Público Federal, com matrícula funcional “38934-PR”; uma Carteira de Habilitação Náutica de Amador da Capitanias dos Portos de SP; todos os documentos em nome dele, além de uma carteira de bolso, com brasão da República e identificação de membro do Ministério Público Federal (MPF) e 12 cartões de visita, em nome do MPF  em seu nome como “Procurador Federal”.

Ele é  natural de Joaquim Távora/PR, reside atualmente em Paulistana. Em consulta aos órgãos de segurança do Paraná foi constatado que este já respondia por usurpação de função pública naquele Estado. 

Questionado sobre o motivo de se apresentar como membro do MPF, o acusado disse que sente "uma necessidade de se apresentar assim, porque é um desejo muito grande de que fosse o que falsamente diz ser", informou.

Diante dos fatos, o acusado e toda documentação foram apresentados na 12ª Delegacia Regional de Polícia de Civil de Paulistana para os procedimentos de praxe.

Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com

PM prende suspeitos de assaltos na PI-143 em Jacobina

Foto: PM

A Polícia Militar de Paulistana prendeu nesta segunda-feira (12), dois suspeitos de realizar assaltos na PI-143, que liga o município a Jacobina. A dupla foi presa após ser perseguida por uma vítima que tinha acabado de ter R$ 200 e três celulares roubados durante um assalto a um bar da região.

Durante a fuga, os suspeitos - que andavam em uma moto - foram surpreendidos por uma barreira da PM. Aos policiais, Roberto Santos da Costa Barros e Anderson Bruno de Sousa, disseram que o veículo era de um menor morador da zona rural de Jacobina. 

Durante diligências, a PM encontrou o menor, que entregou vários crimes da dupla, dentre eles, uma tentativa de assalto as duas carretas na PI-143.

O menor e os dois suspeitos, segundo a PM, foram levados à 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Paulistana para os procedimentos policiais. Uma espingarda foi apreendida.

A vítima que estava no bar reconheceu os assaltantes.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Polícia descobre "escritório de tráfico", prende professor com quase 500 g de droga

Fotos: Assessoria PM/PI


Policiais militares e civis descobriram um "escritório do tráfico" no centro da cidade de Paulistana (a 452 km de Teresina) funcionando em um quarto de hotel. 

Duas pessoas foram presas - entre elas - um professor de artes marciais. A operação apreendeu quase meio quilo de cocaína pura. 

A Polícia de Paulistana divulgou que os presos foram o professor de muay thai, Nilston Varela da Silva, 32 anos, e Reinaldo de Sousa Lima, 28 anos. 

Segundo o major Estanislau Felipe Oliveira, comandante do Batalhão de Paulistana, informou que a Polícia recebeu uma denúncia anônima do tráfico dentro de um hotel na rua Joaquim Macedo, centro da cidade.

"Pessoas estariam fazendo uma espécie de "escritório do tráfico", manipulando, pesando e embalando droga (cocaína), além de fazer a contabilidade e registros de suas vendas", disse o comandante.

Na apreensão foi encontrado quatro cadernos com a movimentação financeira da dupla e nomes de clientes.

"Há suspeitas que as encomendas de drogas eram feitas pelo WhatsApp", disse o comandante.

A ação contou com a presença de militares do Batalhão e policiais da delegacia da cidade. 

"É uma prova de que estamos sempre vigilantes e atentos a estes indivíduos, tão nocivos ao bom-convívio social, que se travestem de “cidadãos” que possuem atividades lícitas somente como “pano de fundo” para exercerem o tráfico em Paulistana e região", disse o major. 

No hotel foram encontrados os seguintes materiais: 

18 (dezoito) invólucros pequenos contendo cocaína;

 02 (dois) celulares da marca Samsung e Positivo;

 04 (quatro) cadernos de anotações com registros da contabilidade da dupla e “clientes” e outros suspeitos;

 diversos sacos para embalar a droga;

 R$ 250,00 reais em espécie;

01 (uma) balança de precisão;

 01 (uma) calculadora; e

01 (um) tablete de cocaína pura pesando cerca de 488 gramas.

Dando continuidade às diligências, foram feitas buscas na residência de Reinaldo, no Bairro São Francisco, sendo encontrado na mesma: 
 
01 (um) revolver calibre 32, marca taurus, número de série 14600 com 05 (cinco) munições do mesmo cal. intactas, 
10 (dez) munições cal. 38 intactas;

 01 (uma) munição cal. 44 e;

 uma quantia em espécie no valor de R$ 1.639,00 (mil seiscentos e trinta e nove Reais).

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Veículo em alta velocidade atropela e mata rebanho de ovelhas em Paulistana

Um veículo modelo Chevrolet S10, de cor branca e placas de Juazeiro/BA, atropelou um rebanho de ovelhas na manhã desta segunda-feira, 18. O fato aconteceu por volta das 9h30 na rodovia estadual PI 456, na localidade denominada “Carcará”, no trecho que interliga as cidades de Curral Novo do Piauí e Paulistana.

Segundo informações da Polícia Militar, o veículo era conduzido por um homem identificado por Cristiano de Sousa Alves e trafegava em alta velocidade. Ao avistar o rebanho à frente, o motorista freou bruscamente e ainda tentou evitar a colisão, mas acabou colhendo os animais que seguiam na mesma direção, sentido à cidade de Paulistana.

O atropelamento resultou na morte de vinte e nove ovelhas. Outras quatro sofreram fraturas nos membros e uma ovelha ficou ferida com sangramento.

O rebanho era seguido pelo agricultor Francisco de Sousa Cruz, que não utilizava nenhum recurso para sinalizar a presença dos animais na rodovia.

Em áudio compartilhado na rede social, o motorista do veículo relatou que foi surpreendido com a presença do grande número de animais na rodovia e não teve como evitar a colisão. “Se eu tirasse o carro eu tinha capotado. Não tinha ninguém falando que tinha bicho na frente.”, disse.

A Polícia Militar foi acionada, atendeu a ocorrência e conduziu as partes envolvidas para a 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Paulistana.

Fonte: cidadesnanet

Adolescente morre afogada em barreiro na zona rural de Paulistana

Uma adolescente de apenas 14 anos de idade, identificada como Francivânia, filha de “Zezinho de Eugênio”, moradores da localidade Caldeirãozinho, Serra Vermelha, município de Paulistana, faleceu na tarde deste sábado (02), vítima de afogamento, em um barreiro   pertencente à família, localizado próximo a sua residência.

Segundo informações colhidas no local, Francivânia estava tomando banho no barreiro com sua irmã mais nova e ambas estavam usando garrafas pet para flutuar sob a água, mas acabou se desprendendo das garrafas e se afogando.

A irmão mais novo correu para chamar o pai, que com a ajuda de um outro familiar, mergulharam e conseguiram pega-la no fundo do barreiro, já sem vida.

 Fonte: AudioOnline

Professor condenado por tráfico de drogas é preso no Sul do Estado

Foto: Divulgação/Polícia Militar

O professor Sérgio de Sousa Andrade, 35 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (9) por policiais militares da Força Tática da cidade de Paulistana, localizada no Sul do Estado. De acordo com a PM, ele é condenado a dez anos de prisão pelo crime de tráfico de drogas e estava foragido.

O professor estava em um veículo Palio de cor preta com placa OLD 2136, de Juazeiro(BA), com mais duas pessoas. No momento da abordagem policial Sérgio de Sousa tentou fugir em uma área de caatinga. A polícia montou uma operação com duas equipes para tentar prender o foragido.

Hoje por volta das 6h da manhã o professor foi encontrado  na garupa de uma motocicleta de uma pessoa da região, e ao avistar a viatura policial, empreendeu fuga novamente e pulou pular vários muros da vila do posto fiscal da local de Paulistana, onde foi preso. 

Sergio de Sousa é natural de Canto do Buriti e condenado naquela comarca a 10 anos de prisão em regime fechado pelo crime de tráfico de drogas.  Ele foi encaminhado a 12º Delegacia Regional de Paulistana. O Cidadeverde.com tento, mas não conseguiu contato com a Polícia Civil da região.

Os outros dois ocupantes do veículo foram liberados. A polícia constatou que eles portavam documentação legal e que estavam apenas dando uma carona ao professor sem saber que ele era foragido.


Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com 

Força Tática de Paulistana flagra veículo com droga no filtro do ar; motorista é preso e menor apreendido

Um jovem identificado por Anderson Rodrigues, conhecido por “Andinho”, de 21 anos, foi preso, e um menor iniciais C.A.R.A, de 17 anos, foi apreendido em uma ação da Força Tática do 20º Batalhão da Polícia Militar de Paulistana realizada na tarde desta terça-feira, 11, no Posto Pipocas.

Segundo relatou o major Felipe, o Serviço de Inteligência do 20º Batalhão colheu informações de que pessoas suspeitas, ligadas ao tráfico de drogas em Paulistana, teriam passado na madrugada do dia anterior na cidade de Afrânio-PE, com destino à cidade de Petrolina-PE.

A viagem teria por finalidade buscar drogas para ser comercializada nas festividades dos aniversários de emancipação política dos municípios de Paulistana e Acauã, que acontecerão neste final de semana.

Diante das informações, a Força Tática passou a monitorar os suspeitos. “Foi montada uma campana no Posto Fiscal de Pipocas, quando, por volta das 16h30 foi abordado o veículo modelo Celta, cor prata, placa KKX-0321 de Petrolina/PE que era conduzido por Andinho. Ao fazer um busca veicular minuciosa, com desmonte de equipamentos de som, forro das portas e outras partes do veículo, foi encontrado no filtro do ar condicionado um invólucro contendo um pó branco, aparentando, supostamente, ser cocaína, e uma pequena porção de erva, quer supostamente seria maconha.”, relatou o comandante do Batalhão.

Ainda segundo informou o major Felipe, “Andinho” confessou ser o dono da droga e informou ter comprado na cidade de Petrolina/PE.

Diante dos fatos, o veículo, a droga e os envolvidos foram encaminhados para a 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Paulistana para as providências cabíveis.

A ação é parte da operação policial denominada “Fim de Ano Seguro” e contou com a participação da equipe Charlie da Força Tática, composta dos policias militares, Tenente Vilela, cabo Gilvan Belo, soldados Humberto e Rodrigues, com o apoio do soldado Jardel, do GPM de Acauã-PI.

Fonte e fotos: cidadesnanet

Posts anteriores