Cidadeverde.com

Bom Jesus receberá recursos do FNDE e Ministério das Cidades

A cidade de Bom Jesus foi agraciada com a liberação de mais de 600 mil reais para a construção de uma unidade de Educação Infantil e Creche Pro-infância, no loteamento João Nepomuceno.  Os recursos são provenientes do Fundo Nacional de Educação – FNDE, e foram intermediados pelo deputado Heráclito Fortes (PSB).

A unidade de Educação Infantil e Creche Pro-infância está inclusa no Projeto Tipo1, no âmbito do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil. De acordo com o FNDE, este projeto tem capacidade de atendimento de até 376 crianças, em dois turnos (matutino e vespertino), ou 188 crianças em período integral.
 
Ainda para Bom Jesus, foram indicados, através do Ministério das Cidades, recursos da ordem de R$ 500 mil de emenda do deputado Heráclito Fortes para investimentos em obras de pavimentação em paralelepípedo de vias públicas do município.

Fonte: Ascom

Prefeito sugere PPP para resolver saneamento do Sul do Piauí

Em entrevista para a Rádio Cidade Verde, nesta terça-feira (27), o prefeito de Bom Jesus do Piauí, Marcos Elvas (PSDB), apresentou proposta para de concorrência para que a iniciativa privada assuma as ações de saneamento em municípios do Sul do Estado. A alternativa seria usada após o fim do Consórcio Regional de Saneamento do Sul do Piauí (Coresa), que reunia 36 municípios da região. 

"Na realidade, o Coresa foi uma viúva Porcina: aquela que foi sem nunca ter sido. Nunca funcionou de fato", disse o prefeito no programa Acorda Piauí, sobre o consórcio criado em 2007 como exemplo para gestão de serviços de abastecimento de água e saneamento. Ontem (26), o governador Wellington Dias (PT) anunciou que apresentará, no início de julho, uma alternativa para o fim do consórcio. 

Além de defender que o Estado lidere essa discussão, Elvas propôs a realização de uma Parceria Público-Privada que envolva os municípios do antigo Coresa. Ele citou o exemplo do processo feito em Teresina que, na sua visão, já ajudará a Empresa de Água e Esgostos do Piauí (Agespisa) a cuidar melhor dos serviços no interior. "Se a Agespisa não pode investir em Teresina, não tem a capacidade de investimento, como é que vai nos atender (municípios do interior)?", questionou. 

Marcos Elvas disse ainda que "a situação do saneamento do estado do Piauí é crítica, está acéfalo, está sem rumo". O prefeito citou, como exemplo, situações em Bom Jesus de casas abastecidas com carros-pipa enquanto a Agespisa leva até 10 dias para substituir uma bomba e normalizar o fornecimento de água - algo que a empresa, em sua situação atual, não teria condições de resolver, na visão do gestor.

O prefeito afirmou que vai aguardar a proposta do Estado e defende a união dos municípios em busca de uma alternativa conjunta. Mas já traça um Plano B. "Se o Governo do Estado não apresentar uma solução factível, o Município de Bom Jesus vai partir para uma municipalização através de uma concessão, de uma PPP... Nós vamos estudar".

Para Marcos Elvas, os municípios unidos teriam força para oferecer uma licitação competitiva, que consiga atrair a iniciativa privada para investir na região. 

Ouça a entrevista na íntegra:

 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Polícia Civil prende suspeito de furtar oferta dos fieis

A Polícia Civil de Bom Jesus prendeu na tarde desta segunda(26) Luciano Silveira da Anunciação. Ele é suspeito de ter furtado a oferta dos fiéis da Igreja São Pedro Apóstolo, no Bairro DER, em Bom Jesus - PI. 

O crime teria sido praticado após ele prestar serviços de pintura à paróquia da cidade e conquistar a confiança de várias pessoas daquela casa religiosa, que por diversas vezes, a igreja e seus integrantes foram lesadas nesses últimos tempos. 

No domingo passado, após uma pequena festividade em seu interior, ele percebeu que o ofertório ficaria por lá, algo que não é de costume, e fingiu fechar uma das janelas. Horas depois Luciano teria retornado, entrado no prédio e subtraído os valores deixados pelos devotos. Mas, Luciano Siqueira foi flagrado pelo circuito de câmeras da vizinhança, fato que chegou ao conhecimento da Polícia Civil. 

Ele foi preso dormindo em sua residência, e não esboçou reação. Na delegacia, Luciano Siqueira da Anunciação confessou o delito. Por fim, vale ressaltar que durante a prisão, a moto do suspeito, utilizada no momento do furto à igreja, simplesmente desapareceu da calçada da sua casa. 

 


redacao@cidadeverde.com

Médico legista se emociona ao falar da falta de estrutura para trabalhar

O médico legista de Bom Jesus, Elvas Filho, fez um desabafo sobre as condições de trabalho que possui no Hospital Regional Manoel Sousa Santos, onde neste final de semana teve que periciar nove corpos do trágico acidente na BR-135, na manhã de sábado(18). Devido à falta de estrutura, o médico encaminhou cinco corpos para o Instituto Médico Legal (IML) em Teresina.  

Em entrevista ao Acorda Piauí na rádio Cidade Verde, na manhã desta segunda(19), Elvas Filho disse que trabalha em uma sala sem refrigeração, sem carro tumba para transportar os corpos e sem material humano para auxiliar na perícia e identificação dos cadáveres. Somente este ano, o hospital precisou reconhecer pelo menos 31 corpos vítimas de acidentes de trânsito, só da BR-135. 

“A nossa revolta na região, de quem trabalha por aqui, é que somos esquecidos. Tanto por uma BR que é um absurdo e porque ficamos praticamente isolados do mundo, já que Bom Jesus fica a 600 ou 700 quilômetros de qualquer cidade de porte mais avançado e não somos estruturados em nada. Não temos um hospital com qualidade de dar um atendimento adequado e não temos nenhuma condição de IML. Não temos material humano para auxiliar na parte da perícia, a questão papiloscópica e auxiliar de necropsia. Não temos carro tumba para remover os corpos ou câmaras de refrigeração para conservar os corpos e sequer temos sala adequada com ventilação, com ar-condicionado e com exaustão”, descreve emocionado, o médico legista. 

Ele fez um apelo para que as autoridades priorizassem a região, já que “tem muito tempo que é assim e com o passar do tempo, teria que melhorar um pouco, mas só piora”, reitera. 

Dos feridos que deram entrada no Hospital de Bom Jesus, cinco foram transferidos para Hospital Tibério Nunes em Floriano e uma criança para um hospital particular de Teresina. 

Os mortos foram identificados como: Antônia Vieira de Souza, Francisco Gildenio Correia da Silva, Samuel Luiz Gomes Filho e Fabiana Maria de Lima. Os outros cinco corpos que estão em Teresina, aguarda a chegada da família para o reconhecimento. 

Veja áudio na íntegra do médico:

 


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Seis pessoas morrem em colisão frontal na BR-135

Atualizado às 12h20

Uma colisão frontal envolvendo dois veículos deixou seis pessoas mortas na BR-135, no quilômetro 372, próximo a Bom Jesus (a 600 km de Teresina). Uma caminhonete S-10, cor branca, de placa OKT-7185, e um automóvel, Mercedes Classe A, cor cinza, se envolveram no acidente que deixou ainda pelo menos duas pessoas feridas, sendo uma criança de 4 anos. A sexta vítima morreu na urgência do hospital de Bom Jesus. 

Fotos: Portal B1

De acordo com as primeiras informações, o acidente ocorreu por volta das 8h30. A S-10, que ia de Bom Jesus para uma fazenda próxima,  levando funcionários, teria supostamente tentado realizar uma ultrapassagem proibida e bateu no outro veículo que tinha sete passageiros. O veículo, com placa de Luziânia-GO, trafegava no sentido contrário.

O diretor do hospital Helder Meneses informou que a criança teve uma fratura no braço e na clavícula. "Estamos tentando regulá-lo para Teresina. Outro ferido era um dos funcionários que estava na S-10, ele está consciente e orientado. Um outro paciente, que estava no automóvel, ainda foi socorrido e deu entrada no hospital mas não resistiu aos ferimentos", declarou o diretor.  

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Samu estiveram no local, que fica a 18 quilômetros de Bom Jesus. Ainda não há identificação das vítimas.

 

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Marcos Elvas realiza visita técnica a terreno onde será construído aterro sanitário

O prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, realizou nova visita técnica ao terreno onde será instalado o novo aterro sanitário da cidade. A utilização do terreno para este fim já conta com autorização da Câmara Municipal. O gestor realizou a victoria ao lado do secretário municipal de obras, João Pinheiro Neto.

Inicialmente, será utilizada uma área de dois hectares para a transferência do atual aterro controlado para o local. A previsão da Prefeitura Municipal de Bom Jesus é de a implantação do aterro sanitário, cuja área total é de 20 hectares. O cronograma da Secretaria Municipal de Obras prevê que a implantação do aterro sanitário seja concluída ainda no segundo semester de 2017.

“Estamos aguardando para os próximos dias a chegada de um consultor para que possamos executar este projeto rigorosamente dentro das mais exigentes regras sanitárias. Já estávamos em um situação melhor que a maioria dos municípios do Piauí em relação à destinação de resíduos sólidos com a criação do nosso aterro controlado, mas agora daremos um passo definitivo no sentido de assegurarmos à população e ao meio ambiente as mais corretas práticas nesta área”, comentou o prefeito Marcos Elvas.

Aterro controlado

Desde 2014, Bom Jesus conta com um aterro controlado. Isso significa que, ao contrário do que acontecia quando o município tinha um lixão, os resíduos sólidos da cidade recebem tratamento adequado após a coleta pela Prefeitura Municipal. O reflexo dessa medida pode ser visto na redução do número de urubus e moscas na região. Outros benefícios são redução da poluição com queima de lixo, e descarte adequado de lixo hospitalar e restos de açougue. Com a coleta de lixo domiciliar regularizada, o aterro controlado também passou a receber resíduos oriundos de particulares, como sobras de materiais utilizados na construção civil.

Fonte: Ascom

Prefeitura de Bom Jesus abre inscrições para Residencial Gilson Coelho no dia 15

A Prefeitura Municipal de Bom Jesus (PMBJ) realizará, entre os dias 15 de maio e 14 de junho, as inscrições para a seleção dos beneficiários de 300 unidades habitacionais do Residencial Gilson Coelho, localizado no bairro Aeroporto. O trabalho será coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Os interessados deverão se dirigir, no período citado, à quadra de esportes da Escola Municipal Marlene Piauilino, portando a mesma documentação exigida para a confecção do Cadastro Único do Governo Federal.

Para a realização da inscrição, será necessária a apresentação do Cartão do Bolsa Família ou Número de Identificação Social (NIS), Registro Geral (RG) ou documento oficial com foto e indicação de filiação, Cadastro de Pessoa Física (CPF), certidões civis (Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Averbação de separação ou Certidão de Óbito do cônjuge, em caso de viuvez), comprovante de endereço, Título de Eleitor, e comprovação de renda (caso tenha).

Em caso de dúvidas, os interessados deverão se encaminhar à Secretaria Municipal de Assistência Social ou mesmo ao local das inscrições. Ao todo, sete cadastradores atuarão na atividade, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

O prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, ressaltou a importância do empreendimento habitacional. “Bom Jesus ainda possui um deficit habitacional e estamos trabalhando para oferecer moradia de qualidade às pessoas de baixa renda que ainda precisam de moradia. Com o Residencial Gilson Coelho, atenderemos aproximadamente 1.200 bonjesuenses”, declarou Marcos Elvas, ressaltando o cuidado da Prefeitura de garantir o rigor e a total transparência ao processo de seleção dos beneficiários.

O empreendimento é executado pela Caixa Econômica Federal (CEF), por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bom Jesus. O investimento é de aproximadamente R$ 16 milhões.


Fonte: Ascom

PRF prende foragido da justiça em flagrante por crime de roubo

No fim da noite desta sexta-feira (05). Policiais rodoviários federais realizaram a prisão de um indivíduo que havia cometidos roubos em série na cidade de Bom Jesus e região.

A equipe que realizava ronda ostensiva se deparou com um motociclista em atitude suspeita em uma Honda/XLR, cor azul. Foi dada ordem de parada ao envolvido e o indivíduo empreendeu fuga, abandonando a motocicleta, que acabara de ser roubada a poucos instantes do momento da abordagem policial.

No momento da fuga, o indivíduo se embrenhou no matagal e os PRFs realizaram o acompanhamento a pé no intuito de capturá-lo. O local ao qual o imputado tentou empreender fuga, era de difícil acesso, visto a grande quantidade de lama e vegetação, porém a equipe logrou exito na captura. 

Após consultas as sistemas, foi verificado que se tratava do indivíduo de iniciais M.L.A.N (24) com mandato de prisão em aberto em seu desfavor pelo crime de Roubo.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Bom Jesus - PI, onde o infrator social veio a ser reconhecido por alguns populares, visto que este teria praticado diversos delitos durante à noite, tendo inclusive roubado uma segunda motocicleta Honda/CG 160, preta, horas atrás, que foi encontrada abandonada em um matagal. 

As motocicletas foram entregues na DP local, juntamente com o acusado. O imputado foi autuado também em flagrante delito pelo crime de Roubo. Destaca-se que o autor é um indivíduo de alta periculosidade com várias passagens pelo sistema carcerário do Piauí e Brasília, tendo inclusive fugido de algumas penitenciárias. O referido Já respondeu por diversos delitos, tais como: Roubo, tentativa de homicídio e outros crimes diversos. Segundo populares que compareceram a DP para reconhecimento, o envolvido aterrorizava constantemente a cidade de Bom Jesus e Região. O imputado foi entregue na DP local com a sua integridade física preservada.

A população local aplaudiu os PRFs após a prisão do indivíduo. São trabalhos como esse que faz a sociedade em geral perceber os benefícios que a abordagem policial  traz para coletividade e os cidadãos de bem.

ENQUADRAMENTOS : CUMPRIMENTO DE MANDATO POR ROUBO E FLAGRANTE DELITO, Art. 157, CP- Subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência.

 

redacao@cidadeverde.com

Governo muda comando da penitenciária Dom Abel Núñez e agentes cogitam paralisação

Uma portaria da Secretaria de Estado da Justiça do Piauí nomeou um novo gerente para a penitenciária Dom Abel Alonso Núñez, em Bom Jesus, 632 quilômetros ao Sul de Teresina. Agentes penitenciários contestam a nomeação, segundo eles motivada por indicação política, e cogitam uma parar as atividades em protesto. 

O diretor jurídico do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Vilobaldo Carvalho, explica que a indicação de Ronald Alves Tenório de Oliveira contraria um abaixo-assinado de agentes da penitenciária, que pediram a nomeação de alguém que já trabalhasse na unidade prisional. "É um total retrocesso e desrespeito aos servidores da casa", afirmou. 

A portaria foi publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (7) e também nomeou Walterlin Saraiva como gerente-adjunto e quatro agentes penitenciários como chefes de grupo. O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, determinou que as ações na penitenciária devem ocorrer "em comum entendimento, harmonia e cooperação entre o novo gerente e o atual gerente adjunto". Em caso de divergência, esta deve ser comunicada por escrito para que o secretário decida. 

Segundo Vilobaldo Carvalho, o Sinpoljuspi aguarda ainda a nomeação do novo diretor por meio de decreto, mas já estuda paralisação em protesto. Informações recebidas pelo diretor jurídico do sindicato dão conta de que a Sejus chegou a indicar dois agentes para o cargo, mas os nomes teriam sido preteridos em detrimento da indicação política, que não teria levado em conta critérios técnicos.

Em nota, a Sejus afirma que "a indicação da gerência da Penitenciária Dom Abel Alonso Núñez foi feita com base na lei e em observância aos requisitos técnicos para o exercício da função, tratando-se de cargo de confiança de livre nomeação e exoneração pelo governador do Estado".

Na própria portaria, o secretário de Justiça cita que "o Excelentíssimo Senhor Governador já decidiu sobre a substituição do atual gerente" e que "nos últimos dias a Penitenciária Dom Abel Alonso Núñez de Bom Jesus vivencia uma instabilidade administrativa decorrente da mudança de gerente".

A Sejus também anulou uma portaria do antigo gerente Olavo Guerra Filho, que ditava normas para eleição direta de chefes de grupo. O órgão afirma que isso é de competência do secretário. Vilobaldo Carvalho afirma que a penitenciária tem estrutura precária e abriga 180 presos, com média de três agentes por plantão, o que desmotiva os agentes a assumirem responsabilidade das chefias de grupo. Além disso, o sindicato questiona junto à Sejus o pagamento de gratificação para a função. 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Marcos Elvas e vereadores visitam terreno onde será instalado aterro sanitário

O prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, enviou à Câmara Municipal um projeto de lei visando à aquisição de terreno para a instalação do aterro sanitário de Bom Jesus. Na última sexta-feira, Marcos visitou, acompanhado de uma comitiva de vereadores, o local onde será implantado o equipamento público.

Participaram da vistoria ao terreno os parlamentares: Nestor (presidente da Câmara), Cizito, Cosme, Jacó, Murilo, Netinho Guedes, Odair e Xavier. O secretário municipal de obras, João Pinheiro, também participou da visita técnica e esclareceu dúvidas dos vereadores.

“Em relação à destinação de resíduos sólidos, Bom Jesus está à frente da maioria dos municípios do Piauí, mas é hora de avançarmos, buscando implantar um aterro sanitário que atenderá às mais exigentes regras sanitárias e preservará o meio ambiente e a saúde da população. Convidamos os vereadores a fazer essa visita com o objetivo de dar transparência a este processo”, comentou o prefeito.

Aterro controlado

Desde 2014, Bom Jesus conta com um aterro controlado. Isso significa que, ao contrário do que acontecia quando o município tinha um lixão, os resíduos sólidos da cidade recebem tratamento adequado após a coleta pela Prefeitura Municipal. O reflexo dessa medida pode ser visto na redução do número de urubus e moscas na região. Outros benefícios são redução da poluição com queima de lixo, e descarte adequado de lixo hospitalar e restos de açougue. Com a coleta de lixo domiciliar regularizada, o aterro controlado também passou a receber resíduos oriundos de particulares, como sobras de materiais utilizados na construção civil.

 

cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores