Cidadeverde.com

Motociclista fica em estado grave após colisão entre moto e carro

Foto: Felipe Portela/PortalFato

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou mais um acidente por imprudência no trânsito. A ocorrência foi nesta quarta-feira (05),  na BR 343 KM 268,0, no município de Campo Maior.

De acordo com a PRF, o acidente foi do tipo colisão transversal envolvendo um carro e uma moto. No carro, o motorista de 39 anos saiu ileso; não há informações de outros passageiros no veículo. 

Já a motocicleta era pilotada por um homem, de 39 anos, que sofreu lesões graves. Policiais Rodoviários Federais estiveram no local.

Eles constataram que "o condutor da motocicleta ingressou na rodovia sem atenção e não obedecendo a preferencial do veículo que transitava em uma via principal", informou a PRF.

"A motocicleta foi colhida transversalmente pelo veículo. O condutor foi encaminhado ao Hospital Regional de Campo Maior/PI".


Carlienne Carpaso (com informações da PRF)
[email protected] 

Prefeito e secretária de Educação confirmam reforma em escolas de Campo Maior

O prefeito Professor Ribinha e a secretária municipal de Educação, Conceição Lima, reafirmaram que todas as escolas da rede municipal estão recebendo melhorias para oferecer mais conforto para os mais de 10 mil alunos que comerão a estudar a partir do dia 02 de março em Campo Maior. 

A secretária Conceição Lima criticou a postura de alguns setores da imprensa que divulgaram informações falsas de que as unidades não estavam passando por melhorias. “A verdade sempre prevalece. Eles estão querendo fazer política com coisa séria, que é a Educação”, relata.

De acordo com a secretária todas as escolas receberão alguma melhoria em sua estrutura física.

Na escola José Neves serão reformados os banheiros e a cantina e ainda construído um refeitório. Na escola Nossa Senhora das Mercês será feita reforma e manutenção do teto. No Hilson Bona estão sendo reformados os banheiros, será construído refeitório.

A escola Milton Soldani está sendo reformada e ampliada.  A unidade Vida Verde está sendo reformado o teto e feita manutenção da instalação elétrica.  Na Linoca Gaioso, Águida Maria da Conceição e na Maroquinha Bona está sendo construído muro.  Na escola Nonato Ibiapina está sendo feita reforma do teto.

No Lar da Criança Dom Abel também está sendo construído um refeitório. “Nas escolas Deinha Andrade e Tia Angélica os serviços já iniciam essa semana”, comunica a secretária Conceição Lima.

[email protected]

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos comemora abertura de atividades para 2020

O prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha e a Secretária de Assistência Social, Nilzana Gomes participaram na tarde desta segunda (03/02), da abertura das atividades do SCFV – Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para o ano 2020.

O SCFV atende crianças carentes com atividades pedagógicas e recreativas que funcionam no contra turno escolar, entanto, durante as férias as atividades são realizadas pela manhã, a partir do mês de março funcionará nos turnos manhã e tarde.

Atualmente 92 crianças estão matriculadas e participam de atividades pedagógicas e recreativas que incluem aulas de balé, capoeira, artes, músicas, leitura e escritas, esportes, e oficinas em diversas áreas incluindo culinária e artesanato, além de brincadeiras e danças.

Em sua fala, o Prefeito Ribinha destacou a importância da participação da família na vida escolar dos filhos, para o sucesso e desenvolvimento intelectual, social e cultural das crianças. Na oportunidade, pais e crianças agradeceram o Prefeito e fizeram uma homenagem para o mesmo, cantando parabéns em virtude da passagem do seu aniversário comemorado em 02 de fevereiro.

A secretária Nilzana Gomes, parabenizou toda a equipe de profissionais e os apresentou para os pais e crianças presentes no evento, que serão assistidas pelo SCFV, durante o ano de 2020.

Da Redação
[email protected]

Procon Itinerante percorre cinco cidades na região de Campo Maior e tem ampla participação do público

Foto: Divulgação Procon

Durante a última semana de janeiro, o Procon Itinerante passou por cidades da regional de Campo Maior, onde realizou atendimento ao público. As cidades visitadas foram São João da Serra (27), Castelo do Piauí (28), São Miguel do Tapuio (29), Assunção do Piauí (30) e Buriti dos Montes (31).

Durante os cinco dias, foram feitos atendimentos individuais e orientações foram dadas à população sobre as relações de consumo, de modo a incentivar a resolução amigável dos casos e evitar problemas futuros.

Quase metade dos registros foi referente a energia elétrica. Cidadãos relatam problemas com faturas e com a má qualidade do fornecimento do serviço, correspondendo a cerca de 48% dos casos e liderando o ranking de reclamações no SINDEC. Em segundo lugar, com 24%, estão bancos e financeiras, seguidos de empresas de telefonia, com 14% dos casos.

As demandas que envolvem direito individual homogêneo ou coletivo serão encaminhadas à respectiva promotoria de Justiça competente da regional de Campo Maior para conhecimento e providências.

A partir do dia 17 de fevereiro, o Procon Itinerante estará na regional de Corrente e passará por Parnaguá (17), Sebastião Barros (18), Cristalândia (19), São Gonçalo do Gurgueia (20) e Riacho Frio (21).

 

[email protected]\

Em 2019: Bloqueios e queda de repasses tiraram mais de R$ 15 milhões de Campo Maior

O ano de 2019 não foi fácil para Prefeitura de Campo Maior. Um balanço da Secretaria de Finanças mostrou que o município perdeu durante todo o ano R$ 15 milhões entre bloqueios judiciais por dívidas de gestões passadas e queda de repasses. O valor prejudicou o pagamento de servidores e investimentos em áreas como a infraestrutura.

Segundo o relatório, os recursos foram bloqueados pelo Tribunal Regional do Trabalho (R$ 1.552.304,90 milhão), Tribunal de Justiça (R$ 869.376,34 mil) e pela Receita Federal referente a parcelamentos do INSS (2.002.000,00 milhões) e parcelamento do PASEP (R$ 672.000,00 mil ). O total dos bloqueios alcançou mais de R$ 5 milhões.

O prejuízo também veio pela queda de repasses federais e estaduais. Se comparado com o ano de 2018, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) caiu R$ 2.710.276,16 milhões. Já no ICMS, a queda foi mais de R$ 7 milhões, o que equivale a -30% a menos para o município. Houve diminuição também no valor da CIDE no total de R$ 41 mil.

O prefeito Professor Ribinha explicou que o planejamento para o ano ficou comprometido. “Nós tínhamos um planejamento para 2019 que envolvia a infraestrutura dos bairros. Porém, tudo ficou comprometido pelos altos valores que foram sendo retirados por culpa de um passado negro em Campo Maior. Até o pagamento de servidores, que é o que mais prezamos, ficou comprometido em algumas situações”, disse.

O gestor esclarece que apesar das dificuldades, foi possível avançar com obras estruturantes como calçamento e drenagem. “Tivemos que segurar “as pontas” para evitar que o município parasse de funcionar. Mantivemos os serviços essenciais funcionando muito bem, com muita determinação evitamos um atraso salarial em massa e avançamos com nosso programa de calçamento e investimentos em vários setores”.

Para 2020, a expectativa de melhorias nas finanças do município. “Todo esse problema foi causado lá no passado quando deixaram de pagar funcionários, quando os gestores deixaram de fazer sua obrigação. Atrapalharam a vida da cidade no passado e atrapalham agora. Mas temos uma grande expectativa para 2020. Acreditamos que vamos colocar em prática nosso planejamento de solucionar o problemas e investir muito nas obras”, concluiu.

Da Redação
[email protected]

Campo Maior: Instalação de LED é intensificada e mais cinco bairros tem nova iluminação

Os moradores do Bairro Santa Cruz, Vila Mariana, Parque Recreio, São Luís e São João ganharam melhorias na iluminação pública. A Prefeitura de Campo Maior, através da CONCIP, instalou lâmpadas de LED em ruas e na avenida principal que liga os dois bairros ao centro da cidade. Agora já foram instalados 3.600 luminárias de LED,  ou seja, quase 80 % da cidade tem essa nova iluminação. 

A ação representa mais comodidade e qualidade de vida para as famílias da região. A iluminação de LED clareia mais e melhor, colabora para segurança das residências, não prejudica o meio ambiente e não atrai insetos. Além disso, possuem o sistema de telegestão, na qual uma central de comando recebe notificação em tempo real em caso de defeito no equipamento, o que permite agilidade do retorno do funcionamento.

Para o prefeito Professor Ribinha, a iluminação de LED é uma conquista que transforma a vida nos bairros. “Às vezes ficamos com medo de entrar em casa a noite quando a rua está escura, porque a malandragem se aproveita para cometer crimes. Com a iluminação mais forte, de certa forma inibe os criminosos. E, além disso, está a satisfação de ver sua rua bem iluminadas, mais bonita. Assim como gostamos de nossa casa bem arrumada, bonita, gostamos também da rua limpa, bem iluminada”, afirmou.

O gestor comemora o avanço do projeto que vai fazer de Campo Maior a primeira cidade do Brasil a ter sua iluminação pública 100% de LED. “Começamos há um ano e já temos mais de 80% de toda a cidade com a melhoria.

Os bairros ganharam vida, melhorou a alto estima de nosso povo e deu dignidade. Não fazermos distinção de bairro e região. Cada rua, cada beco vai receber a iluminação de LED. Esse nosso projeto é um marco na história de Campo Maior”, disse.

Da Redação
[email protected]

Bairro Santa Cruz e Vila Mariana recebem iluminação de LED

Os moradores do Bairro Santa Cruz e Vila Mariana ganharam melhorias na iluminação pública. A prefeitura de Campo Maior, através da CONCIP, instalou lâmpadas de LED em ruas e na avenida principal que liga os dois bairros ao centro da cidade.
 
A ação representa mais comodidade e qualidade de vida para as famílias da região. A iluminação de LED clareia mais e melhor, colabora para segurança das residências, não prejudica o meio ambiente e não atrai insetos. Além disso, possuem o sistema de telegestão, na qual uma central de comando recebe notificação em tempo real em caso de defeito no equipamento, o que permite agilidade do retorno do funcionamento. 

Para o prefeito Professor Ribinha, a iluminação de LED é uma conquista que transforma a vida nos bairros. “Às vezes ficamos com medo de entrar em casa a noite quando a rua está escura, porque a malandragem se aproveita para cometer crimes. Com a iluminação mais forte, de certa forma inibe os criminosos. E, além disso, está a satisfação de ver sua rua bem iluminadas, mais bonita. Assim como gostamos de nossa casa bem arrumada, bonita, gostamos também da rua limpa, bem iluminada”, afirmou. 

O gestor comemora o avanço do projeto que vai fazer de Campo Maior a primeira cidade do Brasil a ter sua iluminação pública 100% de LED. “Começamos há um ano e já temos mais de 80% de toda a cidade com a melhoria. Os bairros ganharam vida, melhorou a alto estima de nosso povo e deu dignidade. Não fazermos distinção de bairro e região. Cada rua, cada beco vai receber a iluminação de LED. Esse nosso projeto é um marco na história de Campo Maior”, disse. 

Bairro São Luís e Parque Recreio 

Nesse final de semana, o Bairro São Luís começou a receber a instalação da iluminação de LED. A ação teve início nas proximidades da escola Paulo Ferraz e se estende pelas demais ruas. Logo em seguida, as equipes seguem com os trabalhos para o Parque Recreio.
 
Da redação
[email protected]

Homem é suspeito de assassinar desafeto para vingar morte do pai

Foto: Reprodução/PolíciaMilitar

Um homem identificado como Marcílio Nascimento Saraiva foi morto na madrugada deste sábado (25), na cidade de Campo Maior. A polícia suspeita que o crime tenha sido motivado por vingança. 

A vítima era acusada de ter assassinado um homem conhecido como Eduardo Boca D’ Agua no ano de 2016. O filho de Eduardo, que não teve o nome revelado, é o principal suspeito, de ter cometido o assassinato de Marcílio com três facadas na madrugada de hoje, como forma de vingar o pai.

De acordo com o Major Etevaldo Alves, do 15º Batalhão da Polícia Militar, Marcílio estava em uma seresta com a namorada. Na festa, ele encontrou o filho do homem que ele teria assassinado em 2016. Os dois trocaram algumas ofensas. Ao sair da festa com a namorada, a vítima foi surpreendida por dois homens em uma moto.

A testemunha do crime afirma que o homem que estava na garupa desferiu três facadas em Marcílio. Os suspeitos fugiram. “O flagrante ainda está  valendo. Estamos fazendo dirigências e acredito que ainda hoje vamos prender os dois. Para a polícia é um crime de vingança. Isso com base nas informações passadas pela testemunha do crime”, disse o major Etevaldo. 

 

Lídia Brito
[email protected]

Prefeito Professor Ribinha intensifica obras de acesso as comunidades da zona Rural

O prefeito Professor Ribinha tem intensificado as ações da gestão municipal nesses últimos 30 dias para minimizar os efeitos das chuvas e garantir o acesso da população na Zona Rural na construção de estradas e passagens molhadas e tubulares. Quatro frentes de serviços estão em ação para concluir as obras com urgência.

Uma dessas ações está sendo feita na comunidade Velame, na região do Resolvido, onde o SAAE finaliza a construção de uma passagem com bueiro tubular, beneficiando as comunidades Bandarro, Resolvido, Nova Vida, Boa Saúde,  Passarinho, Bezerro, Curicacas, Passatempo e Bom Princípio.

A Passagem com bueiros tubulares também estão sendo construídos nas comunidades Baixa do Cajueiro, Boi Manso e Corredores.  “Sem falar que também estamos fazendo reparos em outras localidades. Tudo isso para facilitar o acesso das comunidades, mesmo com as chuvas”,revela o prefeito Professor Ribinha.

A Prefeitura de Campo Maior conclui também a construção de 12,5 novos quilômetros da estrada vicinal que liga a comunidade Buritizinho a PI 320 (Jatobá), interligando as comunidades Boi Manso, São Gonçalo, Santa Rosa e Assentamento Baixa do Cajueiro.

A construção da estrada era um sonho antigo que melhora a vida dos moradores que economizam tempo e dinheiro com nova rota de escoamento de produção.

O prefeito Professor Ribinha acompanhou de perto os trabalhos de máquinas e homens da Secretaria de Infraestrutura e do SAAE nas duas obras. “Estamos correndo contra o tempo,mas queremos garantir obras de qualidade que possa melhorar a vida da população na zona Rural”, finaliza Ribinha.  

Da Redação
[email protected]

Campo Maior recebeu representantes de 18 municípios para discutir Base Nacional Curricular

Gestores, técnicos e dirigentes de 18 municípios que desempenham função na educação pública se reuniram na manhã desta segunda-feira, (13.01) na Câmara Municipal de Campo Maior para uma capacitação sobre a Base Nacional Comum Curricular - BNCC. O cronograma nacional do MEC prevê que ela seja ensinada em salas de aulas até 2020. O encontro foi aberto pela secretária de Educação de Campo Maior Conceição Lima. O encontro foi importante porque possibilitou alguns questionamentos para o entendimento das novas regras.

A Base Nacional Comum Curricular documento normativo para as redes de ensino e suas instituições públicas e privadas, é referência obrigatória para elaboração dos currículos escolares e propostas pedagógicas para o ensino infantil e ensino fundamental no país. Segundo a coordenadora Estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação - UNCME Maria Antônia da Silva Costa, “Lilica”. é determinação do MEC que as redes de ensino (re)elaborem os currículos, promovendo a formação de seus educadores e a revisão dos projetos pedagógicos das escolas.

“Estou realizando formação em polos durante o mês de janeiro”, disse a coordenadora que percorrerá vários municípios de norte a sul do Estado para capacitar os gestores sobre as novas as regras da Base Nacional Comum Curricular. 

A secretária de Educação Conceição Lima deu as boas vindas aos municípios em nome do prefeito Professor Ribinha e falou dos avanços na educação da rede municipal de Campo Maior, especialmente no crescimento nos índice de Desenvolvimento da Educação – IDEB referente aos anos  2017 e 2018 e as expectativas para novos resultados positivos em todas as escolas na avaliação de 2019 a 2020. 
 
Cronograma 

Em abril de 2017 – o MEC entregou a versão final da BNCC ao Conselho Nacional de Educação (CNE). O ministro da Educação è época era Mendonça Filho. Em 20 de dezembro de 2017 – a BNCC foi homologada por Mendonça Filho.

O que muda com as novas regras

Na área da Alfabetização agora as crianças devem estar alfabetizadas até o 2º ano do fundamental, na regra anterior era no 3º ano. A nova regra exige que o Inglês passe a ser o idioma estrangeiro obrigatório, antes cada colégio podia optar pela língua que achasse melhor. Outra exigência é de que o conteúdo de História passe a ser organizado segundo a cronologia dos fatos.

Da Redação
[email protected]

Posts anteriores