Cidadeverde.com

Idosos de 67 anos recebem 1ª dose de vacina contra a Covid-19 em Campo Maior

Idosos de 67 anos receberam, nesta terça-feira (13), a primeira dose da vacina contra a Covid-19, em Campo Maior. Para esta etapa do Plano Nacional de Imunização (PNI), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), disponibilizou o ponto de vacinação da Câmara de Vereadores, na Praça Bona Primo, no Centro da cidade.

“Avançamos para uma nova etapa na campanha, agora com a imunização de pessoas com 67 anos, ainda dentro da faixa-etária de 65 a 69 anos. As vacinas que foram recebidas nos últimos dias serão para contemplar a segunda dose. Todo o trabalho das equipes é no sentido de garantir a administração completa dos imunizantes”, explicou a secretária de Saúde, Dorilene Vidal.

Já na Secretaria de Saúde, atrás do SAMU, houve aplicação da segunda dose de idosos a partir de 70 anos de idade, cujo retorno havia sido previamente agendado para esta semana.

João Bandeira
com informações Ascom

Campo Maior terá campanha de vacinação antirrábica nesta sexta-feira

A Prefeitura de Campo Maior, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), convoca a população para a campanha de vacinação antirrábica, que será realizada na próxima sexta-feira (16 de abril), das 8h às 17h.

Cães e gatos a partir dos três meses de vida devem ser levados a um dos 21 postos de vacinação espalhados pelas cidade.

A vacina é ainda a única forma de prevenir a enfermidade e manter os animais saudáveis. Também é importante para evitar que a doença seja contraída pelas seres humanos, já que pode levar à morte.

A raiva é uma doença infecciosa viral que pode ser transmitida ao homem por mordida, lambida ou arranhão de um animal infectado.

Confira a seguir a relação dos postos de vacinação em Campo Maior.

Da Redação
[email protected]

Município de Campo Maior irá construir novas moradias populares

 

Foto: Ascom

Dia 10 de abril, completou a data de exatos 100 dias de gestão do prefeito Joãozinho Félix (MDB) a frente do Poder Executivo Municipal de Campo Maior.  No setor habitação, o prefeito Joãozinho Félix e a secretária Isnara Alves iniciaram um levantamento de cadastros realizados para aquisição de casas ainda na gestão passada. Foram feitos também atualização, negociação e prestação de contas visando a desburocratização dos processos. O objetivo é a entrega de 2 mil residências para garantir o acesso à moradia pelas famílias campo-maiorenses que necessitam.

A secretaria começou a análise para a contratação do programa de regularização fundiária e melhoria habitacional junto ao ministério de Desenvolvimento Regional. Foram realizados vários alvarás de construção, expedição, transferências e remissão que antes estavam com o processos parados. Somente após a desburocratização e finalizadas cada uma dessas etapas, a secretaria estará apta para efetuar os cadastros no programa habitacional.

A Prefeitura Municipal de Campo Maior pretende construir 2 mil novas casas para contemplar pessoas carentes do município. Os recursos para a construção de moradias são provenientes do Governo Federal, em parceria com o Ministério das Cidades. As obras são executadas através de programas como o Casa Verde e Amarela, sucessor do Minha Casa Minha Vida.

João Bandeira
com informações/Ascom

Joãozinho Félix completa 100 dias de governo focado no combate à pandemia

Foto: divulgação/Prefeitura de Campo Maior

A gestão do prefeito Joãozinho Félix (MDB) completa, neste sábado, dia 10 de abril, 100 dias à frente da Prefeitura Municipal de Campo Maior. Félix foi eleito prefeito de Campo Maior na última eleição realizada em 15 de novembro de 2020 com 12.748 votos. O candidato derrotou Professor Ribinha (PT), que ficou em segundo lugar obtendo 11.439 votos.

Joãozinho Félix tem 61 anos, é casado, tem ensino superior completo e declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a ocupação de pecuarista. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 1.260.000,00. O vice-prefeito é o médico, Dr. Jordelio, do Progressistas, de 28 anos. A chapa foi vitoriosa com 48,33% dos votos derrotando o grupo petista que comandava Campo Maior desde 2013.

A gestão do prefeito Joãozinho Félix já trouxe uma série de conquistas e ganhos para o município em pouco menos de 4 meses de governo. A cidade de Campo Maior foi contemplada com ações em todas as áreas como Educação, Saúde, Turismo e Cultura, Assistência Social e Geração de Renda, Meio Ambiente, além de atividades e grandes investimentos na zona rural promovendo o desenvolvimento da agricultura, uma das principais bases econômicas de sustentação do município.

Um dos principais desafios enfrentados pela gestão foi o momento crítico de crise sanitária decorrente da pandemia de Coronavírus. O município executa o maior plano de vacinação da história adotando outras importantes medidas que visam o enfrentamento da Covid-19. Uma série de ações executadas pela Saúde já tornou Campo Maior referência no combate ao Coronavírus, dentre as quais podemos citar a cobertura vacinal, superior às médias estadual e nacional.

 

Da Redação
[email protected] 

100 DIAS: Turismo e Cultura de Campo Maior ganham visibilidade e recebem investimentos

Foto: Divulgação

Fundação Zé Didor e Núcleo de Memória e História do TJ-PI firmaram acordo de cooperação técnica.

Neste dia 10 de abril, completam-se exatos 100 dias de gestão do prefeito Joãozinho Félix (MDB) a frente do Poder Executivo Municipal de Campo Maior.

Uma das primeiras ações da gestão do prefeito Joãozinho Félix na área da Cultura foi o pagamento no valor de R$ 200 mil à classe artística do município, através da Lei Aldir Blanc, que prevê o pagamento de um auxílio emergencial no valor de R$ 1.800,00 para os artistas de Campo Maior. O auxílio beneficiou, sobretudo, os músicos. O segmento musical foi um dos mais prejudicados com a pandemia já que shows, apresentações e eventos culturais precisaram ser cancelados por causa das aglomerações.

O trabalho do secretário Devan Eugênio também foi importante para garantir R$ 500 mil que serão investidos na reforma e reestruturação do prédio da antiga estação ferroviária de Campo maior (Museu Zé Didor). Esta será uma das grandes obras da atual gestão e vai influenciar diretamente na preservação da história e da cultura do município, contribuindo também para fomentar o turismo de Campo Maior.

A Secretaria de Turismo e Cultura premiou, na ocasião das comemorações pelos 198 anos da Batalha do jenipapo, alunos da rede pública municipal de Campo Maior que participaram do concurso cultural ‘Batalha do Jenipapo: Do Campo Pra Tela’, no qual estudantes de escolas públicas contaram, através de vídeos, um pouco do mais importante acontecimento histórico do município.

Da Redação
[email protected] 

Creches e escolas municipais de Campo Maior começam a receber kits merenda escolar

Creches e escolas da rede pública municipal de Campo Maior já começaram a receber os kits merenda escolas destinados para alunos carentes do município. Com a paralisação das aulas presenciais em razão da pandemia, a alimentação será destinada para as famílias dos estudantes. A entrega está sendo feita pela Secretaria Municipal de Educação, através do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

Nesta primeira etapa serão contempladas cerca de 2 mil famílias. Receberam os kits nesta quinta-feira (8) os diretores das creches Maria de Nazaré, Mãe Francisquinha e das escolas Lar da Criança Dom Abel Alonso Nuñez, Nossa Senhora de Fátima, Vida Verde e Escola Cívico-Militar Coronel Octávio Miranda.

“Os kits serão entregues nas escolas e as diretoras farão essa distribuição que será feita por etapas, sempre beneficiando os mais carentes e também evitando as aglomerações devido à pandemia. Nesta primeira etapa, 2 mil famílias terão garantido um reforço na alimentação em face do programa”, destacou a coordenadora do PNAE, Dra. Darkianne Leite.


João Bandeira
com informações Ascom

Duas mil famílias serão contempladas com kits merenda escolar em Campo Maior

Alunos da rede pública municipal de Campo Maior serão contemplados com kits merenda escolar em função da pandemia e consequente paralisação das aulas presenciais. A distribuição será feita pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Segundo a coordenadora do programa, Dra. Darkianne Leite, cerca de 2 mil famílias deverão receber os kits: “Os kits serão entregues nas escolas e as diretoras farão essa distribuição que será feita por etapas, sempre beneficiando os mais carentes e também evitando as aglomerações devido à pandemia. Nesta primeira etapa, 2 mil famílias terão garantido um reforço na alimentação em face do programa”, destacou.

De acordo com o prefeito Joãozinho Félix (MDB), a medida é importante devido à condição de crise e dificuldade financeira enfrentada pelas famílias campo-maiorenses: “A pandemia trouxe uma série de dificuldades financeiras para milhares de pessoas. Estes kits serão importantes para ajudar os mais necessitados. A entrega será feita mensalmente enquanto as aulas estiverem suspensas”, explicou.

 O Planalto sancionou a Lei 13.987/20, que garante a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias dos estudantes da educação básica da rede pública cujas aulas foram interrompidas por causa da pandemia do novo coronavírus.

Pais e responsáveis dos alunos de 0 a 17 anos matriculados na educação infantil (creche e pré-escola) e ensino fundamental poderão receber os gêneros alimentícios adquiridos pelas escolas com os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Da Redação
[email protected]

12,02% da população de Campo Maior recebeu a 1° dose; média superior a do Piauí e Brasil

De acordo com o último ‘vacinômetro’, boletim divulgado pela Prefeitura de Campo Maior com a quantidade de vacinas aplicadas, um total de 6.916 doses até esta quarta-feira (7). Deste total, 5.638 representam administração da primeira dose do imunizante, que correspondem a 12,02% da população total do município.

A cobertura vacinal de pessoas que receberam a primeira dose no estado do Piauí é 9,47% já no Brasil (média nacional) a cobertura é de 10,13%. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) segue realizando o Plano Nacional de Imunização (PNI) com aplicação da vacina em grupos prioritários. Até agora já receberam vacinação profissionais de saúde, trabalhadores das forças de segurança e salvamento e idosos a partir de 68 anos.

“Para nós é motivo de muita honra poder aparecer entre os municípios do estado que mais vacinaram. Toda essa conquista é fruto do trabalho incansável das nossas equipes de saúde que estão trabalhando todos os dias para que a vacinação chegue o mais rápido possível à população”, destacou a secretária de Saúde Dorilene Vidal Félix.

Ainda segundo a secretária, continuam sendo importantes as medidas de precaução enquanto não há disponibilidade de doses para todos: “Reforçamos os cuidados que devemos tomar com a nossa saúde evitando as aglomerações, usando as máscaras e fazendo uma higienização correta e periódica das mãos. São atitudes simples, mas que podem evitar a necessidade de uma internação”, destacou.

Da Redação
[email protected]

Vigilância Sanitária intensifica fiscalizações em Campo Maior

A Prefeitura de Campo Maior, por meio da Secretaria de Saúde e Coordenação de Vigilância Sanitária, intensificou as fiscalizações em estabelecimentos e balneários da região durante o período da Semana Santa. A ação, realizada em parceria com a Polícia Militar, tem por objetivo o cumprimento do decreto municipal que estabelece medidas para combater a Covid-19.

“Sabemos que durante esse período é comum haver aglomerações porque muitas pessoas participam de confraternização em estabelecimentos além dos balneários como cachoeiras, rios, barragens e açudes que estão cheios nessa época. Por isso, estamos reforçando as fiscalizações visando o cumprimento do decreto”, destacou o coordenador Kerson.

Ainda segundo o coordenador, as atividades da Vigilância Sanitária devem ocorrer mesmo após o fim dos feriados: “Essas medidas continuam valendo enquanto o decreto estiver em vigor. Por isso, pedimos e contamos com a colaboração da população para que nos ajude nesta batalha contra o coronavírus. É algo que precisa ser feito numa parceria entre o poder público e a comunidade”, disse.

Da Redação
[email protected]

Campo Maior publica novo decreto com medidas restritivas para a Semana Santa

Foto: reprodução

A Prefeitura de Campo Maior publicou novo decreto com medidas a serem implementadas no município entre os dias 29 de março (segunda-feira) até 04 de abril (Domingo de Páscoa). As regras visam o enfrentamento da pandemia de coronavírus e a diminuição dos casos de Covid-19.

De acordo com o decreto continuam suspensas as atividades que envolvam aglomeração de pessoas como eventos culturais, atividades esportivas e sociais, bem como o funcionamento de boates, casas de shows e quaisquer tipos de estabelecimentos que promovam atividades festivas em ambiente aberto ou fechado, público ou privado.

Bares, restaurantes, lanchonetes e trailers poderão funcionar até às 20h entre os dias 29 de março e 01° de abril (segunda a quinta-feira) permanecendo fechado na sexta-feira santa (02/04/21), ficando proibida a promoção/realização de festas, eventos, confraternizações, dança ou qualquer atividade que gere aglomeração, seja no estabelecimento ou entorno.

O feriado de Corpus-Christi que é celebrado no dia 3 de junho foi antecipado para esta terça-feira (30), após decisão da Alepi (Assembleia Legislativa do Piauí) de aprovar Projeto de Lei enviado pelo Governo do Estado. Portanto, neste dia o comércio estará fechado sendo autorizadas apenas as atividades consideradas essenciais.

O comércio terá funcionamento até às 17h nesta segunda-feira (29) e até às 13h na quarta (31) e na quinta (1°), devendo estar fechado no feriado da sexta-feira santa (2) e no sábado (3). No dias em que houver a permissão para o funcionamento, lojas e estabelecimentos deverão observar o cumprimento de protocolos sanitários.

Ficam suspensos, a partir das 24h do dia 29 de março até as 24h de 4 de abril de 2021, os serviços de transporte intermunicipal de passageiros na modalidade rodoviário, classificados como Serviço Convencional, Alternativo, Semiurbano ou Fretado, portanto as empresas de ônibus que prestam serviços em Campo Maior não poderão circular no município.

No horário compreendido entre 21h e 5h, do dia 29 de março ao dia 4 de abril de 2021, fica proibida a circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, ressalvados os deslocamentos de extrema necessidade.

Fica decretado “ponto facultativo” na quinta-feira (01/04/21), nos órgãos da Administração Pública Direta do Poder Executivo do Município de Campo Maior, salvo as atividades essenciais, tais como, posto de vigilância, atendimento de emergência à saúde (hospital e maternidade), postos de saúde, setor de limpeza pública, de abastecimento (mercados e feiras), bem como, o departamento de tributação.

Da Redação
[email protected]

Posts anteriores