Cidadeverde.com

Vídeo: fotógrafo denuncia que foi agredido quando estava trabalhando

O fotógrafo Joaquim Neto, 35 anos, denuncia que foi agredido pelo também fotógrafo André Pessoa na pista do aeroporto de São Raimundo Nonato, distante 519 Km de Teresina. A agressão ocorreu na manhã desta terça-feira (7). 

Em vídeo, Joaquim aparece com os lábios inchados e máscara com manchas de sangue. "Fui agredido. Estava trabalhando no aeroporto. André Pessoa chegou aqui e deu um murro na minha cara", afirma o fotógrafo.

Joaquim disse ao Cidadeverde.com que foi contratado pela empresa que administra o aeroporto para fazer fotos de portfólio e combinou de realizar o trabalho logo nas primeiras horas de hoje. Nesta terça-feira pousou no aeroporto o avião da comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que havia marcado uma viagem para  o Piauí, mas cancelou a agenda após testar positivo para o Coronavírus.   

"Quando a aeronave chegou entrei na pista com um funcionários me orientando. Ficamos recuado e, de repente, só senti a pancada no rosto, cai no chão.Ele não disse nada. Chegou me dando murro pelas costas. Tentei ir para cima, mas o cara me segurou.  Ele [André] ficou falando pra eu virar homem. Aí também seguraram e tiraram ele da pista", conta Joaquim. 

O fotógrafo afirma que esta foi a primeira vez que foi agredido na vida. Joaquim fez exame de corpo de delito, que constatou ferimentos em seu rosto. Na quinta-feira (9) um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) deve ser lavrado na Delegacia de São Raimundo Nonato.

O fotógrafo André Pessoa negou ao Cidadeverde.com que praticou agressões contra Joaquim Neto. "Isso nunca aconteceu", disse.

André ressaltou que estava trabalhando no aeroporto na manhã de hoje e preferiu não comentar as denúncias de Joaquim.

"Tenho 30 anos de profissão. Não tenho tempo para falar sobre esse rapaz. Estava de pauta, trabalhando. O resto é fofoca", disse.

 

Izabella Pimentel
[email protected] 

São Raimundo Nonato investe em testes para evitar disseminação do Covid-19

Foto: prefeitura de São Raimundo Nonato

A Prefeitura de São Raimundo Nonato vem investindo na compra de testes rápido com o objetivo de identificar de forma precoce quem esteja contaminado com o Covid-19, principalmente em casos  “pré-sintomático” (em que alguém que testou positivo para o vírus, ainda não desenvolveu sintomas) e assintomáticos (alguém que vai passar todo o curso da doença, até seu sistema imune eliminar o vírus, sem manifestar sintoma nenhum.)

De acordo com a Prefeita Carmelita Castro a realização desses testes é imprescindível para isolar esses casos e evitar uma quantidade maior do contágio.

“ Se o paciente testar positivo a equipe de saúde orienta esse paciente para que fique isolado e pede que ele informe com quem teve contato, então imediatamente a equipe da saúde entra em contato com essas pessoas e faz agendamento para a realização de testes. Por meio dessa ação identificamos um alto índice de assintomáticos e pré- sintomáticos, o que está nos possibilitando evitar um número maior de pessoas contagiadas”, afirmou a gestora.

O Secretário Municipal de Saúde, Jussival Júnior, ressaltou que devido à grande quantidade de testes rápidos que vem sendo realizados, foram identificados ainda casos em que houve contaminação e esses já estão curados.

“Para a realização desses testes, se usa amostra de sangue, em que se detecta anticorpos IgM e IgG. Sendo o IgM (Doença ativa)  eIgG  (Presença de anticorpos, já teve a doença). Algumas pessoas que recebem o exame com esse resultado acabam identificando que em determinado dia teve um dos sintomas, mas não se atentou, ou não buscou atendimento médico por medo de ser diagnosticado com o Covid-19”, disse o secretário.

Um desses casos foi o da professora Auricélia Ribeiro Silva, 56 anos, que testou e resultou em IgG  positivo. “Fiquei surpresa ao receber o resultado, mas lembrei que logo no início dessa campanha de isolamento social em que se falava da gravidade da pandemia, eu senti indisposição, dor de cabeça e febre. Eu fiquei com um pouco de medo, me questionando se não estaria com o Covid-19, mas sempre na certeza de que não estaria contaminada. Quando eu fui informada pela equipe de saúde que eu já tive, foi um susto”.

Diariamente a Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato divulga o boletim Covid-19, informando a quantidade de casos de contaminados, recuperados e óbitos. “Mesmo essas pessoas que já tiveram coronavírus e estão recuperadas, são contabilizadas no nosso boletim, aumentando o número de casos e causando um impacto na população, mas chamo a atenção para que analisem também o número de recuperados. Antes realizávamos 20 testes por dia, hoje realizamos cerca de 200 testes no dia”, explica Jussival Júnior.

A ação desenvolvida pela Prefeitura de São Raimundo Nonato é fruto do Programa Busca Ativa do Governo do Estado do Piauí em Parceria com a Associação Piauiense de Municípios (APPM) que visa reduzir o contágio e principalmente, evitar óbitos. De acordo com órgãos de saúde, a testagem é a maneira mais eficaz de evitar a proliferação do vírus, pois tira de circulação assintomáticos e pré assintomáticos aumentando a chances de que mais pessoas não sejam contaminadas.

Da Redação
[email protected]

São Raimundo Nonato tem 35 profissionais da Saúde infectados por Covid-19

A Secretaria de Saúde de São Raimundo Nonato divulgou no final da tarde dessa quarta-feira(17) os números atualizados da Covid-19 no município, que conta com 114 casos confirmados.

Em São Raimundo Nonato o número de mortos pela doença é de três pacientes. No  município um total de 35 profissionais de saúde foram contaminados pelo novo Coronavírus de acordo com o boletim da Saúde do município. 

Bairros como Alto São Félix, Aldeia, Centro, Cipó, Paraíso das Aves, Galo Branco, Santa Luzia e Milonga,  são os mais atingidos em números de casos pela doença.

Em São Raimundo Nonato já foram realizados um total de 1206 testes rápidos, e 153 testes laboratoriais de Covid-19, 120 casos foram descartados até o momento e 75 pessoas foram recuperadas da doença.

João Bandeira
[email protected]

Bancos em São Raimundo Nonato terão de adotar medidas de prevenção

A pedido do Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio de ação civil pública, a 2ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato determinou que os bancos do Brasil, do Nordeste e Bradesco no município adotem medidas de prevenção ao novo Coronavírus (COVID-19). Isto porque se constatou a ocorrência de aglomerações de pessoas nas portas das agências bancárias em razão do pagamento do auxílio emergencial.

Por isso, o MPPI expediu recomendações administrativas para que os bancos realizassem constante desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, disponibilizassem álcool em gel, atendessem ao público em horários diferenciados, limitassem o número de pessoas no interior das agências e distância entre os consumidores. Entretanto, as recomendações foram descumpridas, expondo a risco de contaminação não apenas as pessoas aglomeradas na frente das agências bancárias, mas também todas que se encontram no entorno da cidade de São Raimundo Nonato. Além disso, a agência do Bradesco possui estrutura física incompatível com o fluxo de pessoas a serem atendidas.

Por esse motivo, a Justiça determinou, sob pena de multa diária de R$ 10 mil, que as agências da cidade limitem o número de pessoas nos locais de espera, organizem filas para atendimento com distância mínima de um metro e meio entre as pessoas, demarquem no piso o mesmo distanciamento, distribuam senhas com hora marcada para atendimento, a fim de evitar filas de espera fora do estabelecimento, bem como criem mecanismo de agendamento para o atendimento. Aquelas em que o espaço nas agências for pequeno, deverão demarcar o piso na sua área externa para acomodar os usuários.

Os bancos também deverão realizar constante limpeza do ambiente, observando as recomendações das autoridades de saúde pública, e disponibilizar, especial em áreas de autoatendimento, produtos para higienização das mãos de usuários e funcionários, mantendo o funcionamento de todos os terminais regularizados e, no caso do Bradesco, o número de funcionários e de caixas eletrônicos de autoatendimento deverá ser aumentado para, no mínimo, mais três.

A Justiça determinou, ainda, o desestímulo à ida a agências bancárias por meio de divulgação publicitária em meios alternativos de comunicação, bem como pela difusão em televisão e rádio locais.

 Da Redação
[email protected]

UPA de São Raimundo Nonato está atendendo pacientes com covid-19

Foto: Sesapi

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), conjuntamente com a diretoria do Hospital Regional Senador José Cândido Ferraz, localizado em São Raimundo Nonato, tomou medidas para atender pacientes do Covid-19 de todo o Território da Serra da Capivara. O atendimento já acontece desde o último fim de semana. 

Para facilitar esse atendimento, o Pronto Socorro, que funcionava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA/24h) de São Raimundo Nonato, passou a funcionar nas dependências do Hospital Regional Senador José Cândido Ferraz por período indeterminado, devido à pandemia. 

Com essa mudança, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de São Raimundo Nonato está com 20 leitos clínicos e 10 leitos de UTI para pacientes com síndromes respiratórias ou casos confirmados de coronavírus. Segundo a diretora do Hospital, Nilvania do Nascimentos, atualmente tem 2 pacientes internados no local com síndrome respiratória.

 “Na estrutura que montamos, os pacientes que chegam para atendimento passam por uma triagem numa tenda montada fora do hospital. Dependendo do caso, ele é encaminhado para a UPA ou Pronto Socorro”, afirma Nilvania.

O Hospital Regional Senador José Cândido Ferraz atende à população de 20 municípios do território da Serra da Capivara. Segundo o boletim epidemiológico da Sesapi, até agora foram confirmados 29 casos de covid-19 na região.

Da Redação
[email protected]

Ônibus com 30 passageiros de SP é apreendido no São Raimundo Nonato

Foto:PM/PI

Um ônibus clandestino transportando passageiros oriundos do estado de São Paulo foi apreendido pela Polícia Militar do Piauí. O veículo estava chegando à cidade de São Raimundo Nonato, distante 523 Km de Teresina, quando foi abordado. 

A apreensão aconteceu nessa segunda-feira (27). O capitão Ivanaldo Santos, subcomandante do 11º Batalhão,  conta que, após consulta à Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT),  foi confirmado que o  ônibus não é autorizado para transporte de passageiros. O veículo foi retido e conduzido ao quartel da PM na cidade.

Segundo ele, no ônibus havia 30 passageiros, que foram levados para o terminal rodoviário de São Raimundo Nonato para monitoramento pela Vigilância Sanitária. A empresa reponsável pelo transporte fretou táxis, que levaram os passageiros para seus destinos. Alguns iam para a cidade de Caracol outros ficaram em São Raimundo Nonato.

“Recebemos o informe que eram dois ônibus mas, um deles estava com liminar que autorizava a circulação e não tivemos como apreender. O outro foi apreendido porque estava de forma irregular”, explica o capitão. 

Segundo o capitão, por causa da pandemia do coronavírus,  população está amedrontada com a chegada de pessoas de outros estados na região.

“Há ônibus clandestinos transportando pessoas de São Paulo aqui para região e isso está trazendo transtorno haja visto que a pessoas, por causa da Covid-19, estão atemorizadas por São Paulo ser o epicentro no Brasil do coronavirus”, conta.

Em São Raimundo Nonato os casos de coronavírus crescem a cada dia. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde,  a cidade já tem 19 registros de Covid-19.


 

Izabella Pimentel
iza[email protected]

CDP de São Raimundo Nonato faz reformas utilizando a mão de obra carcerária

Foto: Ascom/Sejus

A gerência da Casa de Detenção Provisória Dom Inocêncio Lopez Santamaria, em São Raimundo Nonato, iniciou reformas na unidade penal que é padrão no sistema penitenciário piauiense. O serviço acontece com a mão de obra de cerca de 20 detentos lá custodiados.

As reformas compreendem a construção de uma cela de trânsito, pintura dos pavilhões e celas, manutenção dos ar-condicionados e capina da área externa da Casa de Detenção.

Para o gerente da unidade, o Policial Penal José de Melo, o trabalho é um pilar da ressocialização e com a reforma, a gerência do estabelecimento penal tem dado essa oportunidade.

"Estamos dando oportunidade de não apenas integrar o interno à sociedade, mas, também, fornecer benefícios processuais advindos do trabalho, que é a remição de pena. A estrutura da unidade está sendo modificada. Criamos uma cela de trânsito com o objetivo de dar celeridade ao momento da inclusão e uma maior segurança aos policiais penais", frisou Melo. 

Da Redação
[email protected]

 

Homem é preso com arma de uso restrito em São Raimundo Nonato

Foto: Divulgação polícias

A delegacia regional de São Raimundo Nonato e a Força Tática da Polícia Militar apreenderam quatro armas de fogo, munições e droga durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão no município, nesta sexta-feira(21). 

Os policiais estiveram em dois endereços de um homem identificado apenas pelas iniciais E.F.D, que foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo de uso restrito, já que uma das armas, uma pistola ponto 40 é de uso exclusivo das forças de segurança. 

Além dela, foram encontrados um rifle, um revólver 38 e uma espingarda, maconha e munições. 

Todo o material e o preso foram encaminhados para a delegacia regional de São Raimundo onde ele foi autuado. 


Caroline Oliveira
Com informações da PC-PI
[email protected]

Agespisa corrige vazamento e abastecimento de água volta em 7 cidades

A Agespisa concluiu na tarde desta terça-feira (18), o vazamento na adutora do Garrincho que deixou sete cidades sem água na região de São Raimundo Nonato. Segundo a empresa, o abastecimento será retomado de forma gradual.

Além de São Raimundo Nonato, o problema atingiu os moradores dos municípios de Dirceu Arcoverde, São Lourenço, Bonfim do Piauí, Várzea Branca, São Brás do Piauí e do povoado Minador, em Anísio de Abreu.

Fotos: Agespisa

Segundo a Agespisa, vários técnicos dos setores e Operação e Obras foram deslocados para fazer o serviço de correção desse vazamento. O trecho onde houve o rompimento vem apresentando problemas constantemente e fica entre a Estação de Tratamento de Água e a zona urbana de São Raimundo Nonato.

“Trata-se de uma obra construída por outro ente público e repassada para a Agespisa. O material utilizado é de qualidade inconsistente e vive apresentando defeitos”, informou a Agespisa em nota.

A Adutora do Garrincho tem uma extensão de 39 quilômetros. O bombeamento é feito do Açude Petrônio Portella, onde a água é captada, até a Estação de Tratamento de Água. Até aí são 22 quilômetros. Daí para São Raimundo Nonato são mais 17 quilômetros.

Com informações da Agespisa
[email protected]

São Raimundo Nonato e mais seis cidades estão sem água após vazamento em adutora

Foto: Arquivo CV

Um vazamento na adutora do Garrincho deixou pelo menos sete cidades no sul do Estado sem água nesta terça-feira(18). São Raimundo Nonato, Dirceu Arcoverde, São Lourenço, Bonfim do Piauí, Várzea Branca, São Brás do Piauí e do povoado Minador, em Anísio de Abreu foram atingidos pelo problema que ocorreu entre a Estação de Tratamento de Água e a zona urbana de São Ramundo. 

A Agespisa já mobilizou técnicos e equipamentos dos setores de obras e operação para atuar em caráter emergencial na correção. A empresa informa que por conta da complexidade do serviço, ainda não há previsão para retomada do abastecimento.

Segundo a Agespisa, o trecho onde houve o rompimento vem apresentando vazamentos constantemente. "Trata-se de uma obra construída por outro ente público e repassada para a Agespisa. O material utilizado é de qualidade inconsistente e vive apresentando defeitos", informa a nota da empresa.

Ela destaca ainda que em agosto do ano passado, foi realizada uma força-tarefa e substituiu 300 metros de tubos da Adutora do Garrincho com o objetivo de sanar parte dos constantes problemas. Há cerca de seis anos, outro importante trecho foi todo refeito pela Agespisa, a um custo aproximado de R$ 11 milhões.

A Adutora do Garrincho tem uma extensão de 39 quilômetros. O bombeamento é feito do Açude Petrônio Portella, onde a água é captada, até à Estação de Tratamento de Água, num percurso de 22 quilômetros. Daí para São Raimundo Nonato são mais 17 quilômetros.

 

Caroline Oliveira
Com informações da Agespisa
[email protected]

 

Posts anteriores