Cidadeverde.com

Ex-prefeito Avelar Ferreira chama Regina Sousa de "tiazinha do café" e ela reage

Foto: SãoRaimundo.com

O ex-prefeito de São Raimundo Nonato, Avelar Ferreira, chamou a senadora Regina Sousa (PT) de "tiazinha do café" e disse que ela não tem competência para fazer "um beiju" durante entrevista a uma rádio de São Raimundo Nonato, município a 517 km de Teresina.

No áudio obtido pelo Cidadeverde.com, o ex-gestor compara a candidata à vice de Wellington Dias com Margarete Coelho e dispara contra o governo e a senadora. "Não é de comparar a doutora Margarete com essa Regina Sousa. A Margarete é uma pessoa intelectual, sabe falar, é simpática, é mulher que pode representar o Piauí em qualquer lugar do mundo. Essa 'tiazinha do café', a mulher parece que nem um beiju sabe fazer", afirmou.

Ouça o áudio:

Ainda durante a entrevista ele chama Regina de "mãe" de Wellington Dias e julga que ele só a indicou ao cargo para "se perpetuar no poder". "Porquê que ele botou ela? Porquê é a mãe dele! Se ele ganhasse agora, ele se afastava, ela assumia o governo, como ele fez pra senador e botou ela de 1º suplente, ele se afastou e ela ficou, e a jogada é essa, perpetuar no poder, ele se afastando, ela assume o governo do Estado e ele vai ser senador e ela governadora. O Piauí não é privatizado, o Estado é dele. Nós estamos vivendo em uma colônia de Cuba", acrescentou.


Senadora responde em discurso

Foto: Catarina Malheiros/ Cidadeverde.com

Ao discursar na convenção do PT, a senadora Regina Sousa respondeu as críticas do ex-prefeito. "Eu não ia falar de preconceito, mas hoje o ex-prefeito de São Raimundo Nonato falou na rádio que eu sou a tiazinha do café, que não sabe fazer um beiju. Esse moço, não conhece minha história, ele está muito enganado. Eu sei plantar macaxeira, fazer puba e fazer farinha. Ele está muito enganado", afirmou.

Ela garantiu que não irá mudar o seu jeito de ser e para ela o que importa é o conteúdo. "Deus me fez assim, não me importo com beleza e elegância. Me importa o conteúdo. Estou aqui representando os trabalhadores rurais, o movimento quilombola, o LGBT, o MST, e as mulheres negras discriminadas. Essa é minha luta e não abro mão dela", pontuou.

Flash de Yala Sena
Rayldo Pereira (Redação)
rayldopereira@cidadeverde.com

Sem recursos, Parque Nacional da Serra da Capivara sofre demissão em massa

Foto: Reprodução / Facebook

A Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM) realizou uma demissão em massa de cerca de 60 funcionários do Parque Nacional da Serra da Capivara. A pesquisadora Niède Guidon informou que a medida foi tomada na manhã desta quinta-feira (27) por falta de recursos para a gestão e preservação do local para os próximos meses.

"Infelizmente os recursos que temos só deram para manter até esse mês. Com isso demitimos cerca de 60 funcionários hoje e vamos manter apenas as quatro guaritas turísticas funcionando durante o dia", afirmou.

A pesquisadora lamentou a demissão em massa, mas acrescenta que uma decisão judicial poderia ter evitado o problema. "Quem sofre são todas essas pessoas que ficaram sem emprego e o parque que fica sem preservação. Infelizmente dependemos dessas decisões e tem o fato do juiz ter ido embora sem liberar um recurso que já existe. É difícil quando as pessoas não tem a responsabilidade", desabafa.

Recurso bloqueado

Niède se refere a ação civil pública da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Piauí que obriga a União, o Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) a fazer uma dotação específica para manutenção, funcionamento e preservação do parque. O juiz, porém, rejeitou a liberação do recurso.

Em janeiro de 2017 uma parte da verba bloqueada foi liberada em caráter emergencial, destinada a despesas com pessoal, material de consumo e infraestrutura do Parque. Mas desde então, Niède explica que outra parte da verba, cerca R$ 500 mil, está bloqueada, e que o juiz responsável pela liberação está de férias, sem possibilidade de solucionar o impasse. 

Para Niède a verba bloqueada seria suficiente para manter o parque na situação atual até pelo menos o final do ano. A FUMDHAM já teve em seus quadros cerca de 270 funcionários e hoje funciona apenas com cerca de 70. A pesquisadora garante que manterá o parque em seu funcionamento mínimo durante o dia, mas somente enquanto houver verba para pagamento dos guariteiros. "O ICMBio deve colocar os guardas para manter o local", conclui.

Criado em 1979, o parque nacional é Patrimônio Mundial da Unesco e abriga os mais antigos vestígios da ocupação humana no país, com mais de 30 000 pinturas rupestres. Ele é administrado desde 1986 pela arqueóloga Niède Guidon, a primeira pesquisadora a investigar as pinturas; mas há anos ela se queixa da escassez de recursos para a manutenção do lugar.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Justiça decreta prisão de suspeito de matar morador de rua a pedrada


Foto: Reprodução vídeo/SãoRaimundo.com

A Justiça expediu o mandado de prisão contra o suspeito de matar um morador de rua a pedradas na madrugada desta quarta-feira (18) na cidade de São Raimundo Nonato, sul do Piauí. 

O pedido de prisão contra Orlando da Silva Ribeiro foi feito pelo juiz da Comarca de São Raimundo Nonato, Carlos Alberto Bezerra, após imagens de câmeras de segurança revelarem a identidade e autoria do fato.

Segundo a delegada do município, Cynthia Verena, o suspeito confessou a familiares o ato e teve auxílio da irmã para a fuga.

“Ele chegou em casa e disse que tinha jogado umas pedras na cabeça de um morador de rua, que precisava fugir”, disse a delegada.

As investigações apontam que Orlando teria fugido inicialmente para Canto do Buriti, município vizinho, mas até o momento o paradeiro é desconhecido. O suspeito é usuário de drogas e, segundo a delegada, já é conhecido na cidade por ter comportamento agressivo. Nas imagens apuradas pela polícia, é possível ver o suspeito andando pelas ruas da cidade durante a madrugada com pés descalços e camisa de mangas longas.

O morador de rua Manoel Pereira Lacerda costumava dormir em frente ao Santuário nossa Senhora das Mercês e na madrugada desta quarta foi atingido com uma pedra que pesava cerca de 4Kg na cabeça. O homem não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

Rodrigo Antunes
redacao@cidadeverde.com

Morador de rua é morto a pedradas enquanto dormia em frente ao santuário


Foto: Reprodução/Facebook

Um morador em situação de rua foi assassinado enquanto dormia em frente ao Santuário Nossa Senhora das Mercês em São Raimundo Nonato, a 517 km de Teresina. O crime ocorreu na madrugada de hoje e o corpo só foi localizado por volta das 5 horas da manhã.  

O irmão da vítima, abalado, preferiu não gravar entrevista. Ele apenas confirmou o nome da vítima: Manoel Pereira Lacerda.

Manoel Pereira foi atingido com uma pedra de paralelepípedo na cabeça, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A pedra usada pesava pelo menos uns 4 kg. Não há informações sobre a quantidade de golpes. 

O Cidadeverde.com recebeu a informação de que a vítima era sempre dormia em frente ao santuário, “que era tranquilo e conhecido na região, não mexia com as pessoas, mas ficava lá com as coisas dele”, disse um morador da região sem se identificar.  

Câmeras de segurança ao redor do santuário irão ajudar na identificação do autor do crime e de como ocorreu o homicídio.

O caso será acompanhado pela Delegacia Regional de São Raimundo Nonato. O Cidadeverde.com entrou em contato com a delegada Cynthia Verena, que está a caminho do município para dar prosseguimento às investigações. 
 


Vítima era conhecida na região. (Foto: Arquivo Pessoal)

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Em seminário, Firmino e Luciano criticam falta de gestão turística em São Raimundo Nonato

O seminário “O Piauí Pode dar Certo” chegou ao Polo da Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato. Conduzido pelo pré-candidato ao Governo do Estado, Luciano Nunes, o evento contou com a presença também do prefeito de Teresina, Firmino Filho, além de lideranças de cidades como Bom Jesus, Canto do Buriti e de outros municípios do polo de desenvolvimento.  O ex-prefeito de São Raimundo Nonato, Avelar Ferreira, também esteve presente no Seminário.

Em seu discurso Luciano Nunes lembrou que a cidade do Sul do Estado é conhecida mundialmente por ter em sua área o Parque Nacional da Serra da Capivara, Patrimônio Cultural da Humanidade, título concedido pela UNESCO em reconhecimento à importância das descobertas arqueológicas feitas na região, mas o parque já quase fechou por várias vezes por não receber a devida atenção do Governo do Estado.

“As potencialidades da região precisam ser fomentadas pelo Governo do Estado. Esse ano, no mês de maio, estive no Parque da Serra da Capivara em conversa com a arqueóloga Niede Guidon, que na época estava há cinco meses com o repasse de verbas para manutenção do parque atrasado, um verdadeiro descaso. Espero que essa situação tenha sido resolvida. O Parque já tem sofrido com a diminuição de visitantes, que já foi de 25 mil no ano de 2016, e em 2017 caiu para 16 mil pelo descaso da gestão estadual com o Parque. Então a região tem potencialidades que podem desenvolver toda uma cadeia serviços para gerar emprego e renda para população. Rede de hotéis e pousadas, transporte, bares, restaurantes e entretenimento, entre tantas outras oportunidades que essa região tem para oferecer para os filhos de São Raimundo Nonato e para todo o Brasil”, disse Luciano.

Por ser uma cidade de enorme importância turística, assuntos como a falta de investimentos na área chamaram a atenção dos participantes, entre eles a subutilização do Aeroporto Internacional da Serra da Capivara, inaugurado, mas sem a realização de voos internacionais como o prometido. O prefeito de Teresina, Firmino Filho, discursou no evento e declarou: “Aeroporto não é praça, aeroporto não é calçamento, aeroporto não é ponte. Aeroporto precisa ter uma estratégia de desenvolvimento econômico local para que possa ser utilizado. E que não vire não um elefante branco. Para que suas expectativas sejam atingidas em termos de emprego, em termos de geração de riqueza e geração de renda”, afirmou Firmino.

Para a professora Flávia Pacheco, o aeroporto seria de fundamental importância para o desenvolvimento e atração de mais pesquisadores de todas as partes do mundo à região. “A gente olha e se sente triste porque seria um ganho enorme para nossa cidade e para o Piauí e isso traria uma série de benefícios, não só na parte da pesquisa arqueológica, mas também no crescimento da cidade e mostraria como nós também somos capazes de nos desenvolver. Falta mais sensibilidade e interesse do poder público para com a nossa São Raimundo Nonato”, destacou.

Este foi o oitavo de uma série de 12 seminários que acontecerão até o mês de julho. A atividade será realizada em cada território de desenvolvimento do Piauí e tem por objetivo mobilizar e motivar a população para o exercício pleno da cidadania, bem como discutir as questões referentes a cada polo onde será realizado o seminário na área de educação, saúde, infraestrutura, segurança, entre outras temáticas.

O seminário em São Raimundo Nonato abrangeu os municípios do polo Serra da Capivara. Os municípios de Piripiri, Bom Jesus, Paulistana, Floriano, Parnaíba, Campo Maior e Oeiras e já receberam a atividade. Receberão ainda os seminários os municípios de; Uruçuí (polo Tabuleiro do Alto Parnaíba); Teresina (polo Entre Rios); Valença (polo vale do Sambito) e Picos (polo Rio Guaribas).


redacao@cidadeverde.com

Suspeito invade casa da ex-companheira e a mata com oito facadas no Piauí


O marido é o principal suspeito de matar Lucimara Gomes (Foto: arquivo pessoal)

O ex-marido de Lucimara Gomes Ferreira Costa é o principal suspeito de matá-la na madrugada desta sexta-feira (29) em São Raimundo Nonato. De acordo com a delegada de São Raimundo Nonato, Cynthia Verena, a vítima foi morta com oito facadas e o ex-companheiro José Elessandro Ferreira da Silva se esfaqueou no abdômen. Ele foi socorrido e levado para atendimento médico. Essa seria a quarta morte com características de feminídio no Piauí somente neste mês de junho. 

Segundo a delegada, José Elessandro invadiu a casa da ex-companheira enquanto ela não estava na residência, no bairro Gavião, durante a madrugada e ficou esperando por Lucimara. Os três filhos do casal estavam na residência. Não há informações de que eles tenham presenciado o crime.

“Esse feminicídio ocorreu por volta das 2 horas da manhã. O ex-marido invadiu a casa, ela não estava, e ficou na residência esperando com a faca. Quando ela chegou, eles começaram a brigar, entraram em luta corporal e ele desferiu oito facadas nela. Depois, ele também se lesionou, se esfaqueou, na região do abdomen, mas já foi internado. O casal estava separando há pouco tempo. Ele não aceitava o fim da relação e era muito ciumento. Eles tinham três filhos, sendo que um era um bebê de seis meses”, relatou a delegada ao Cidadeverde.com.

A delegada irá ouvir na manhã de hoje algumas testemunhas sobre o caso e de como era a relação do casal. O suspeito recebeu atendimento médico devido às facadas que deu em si mesmo na região do abdômen e será encaminhado para o Presídio Vereda Grande em Floriano. 
 

Empresária 

A empresária Maria Valdinete Correia, de 51 anos, foi encontrada morta no dia 10 de maio deste ano com requintes de crueldade. Ela estava amarrada com cordas.  O crime ocorreu na casa da vítima, que estava toda revirada. A delegada Cynthia Verena ressaltou que as investigações desse caso continuam. Até o momento, ninguém foi preso.

 


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Receita Federal vai suspender funcionamento da agência de S.R.Nonato

A Receita Federal decidiu suspender o funcionamento de 25 agências no país em 15 estados, a partir do dia 6 de julho, devido ao “cancelamento de dotações orçamentárias”. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (25).

De acordo com a portaria, caberá à Coordenação-Geral de Atendimento (Cogea) a adoção das medidas necessárias e “avaliação de alternativas de atendimento”.

As regiões fiscais atingidas deverão informar, até o dia 2 de julho, a relação dos servidores a serem removidos e também os impactos orçamentários. A portaria, que entra em vigor a partir desta segunda-feira, é assinada por Paulo Ricardo de Souza Cardozo, subsecretário adjunto da Receita.

AS CIDADES QUE TERÃO AGÊNCIAS SUSPENSAS

Jardim - MS

São Luiz dos Montes Belos- GO

Manacapuru- AM

São Gabriel da Cachoeira - AM

Sena Madureira -AC

São Raimundo Nonato - PI

Camocim - CE

Penedo - AL

Pau dos Ferros - RN

Ibotirama- BA

Itamaraju - BA

Ponte Nova - MG

Itaúna - MG

Oliveira - MG

Cataguazes - MG

São Mateus - ES

Piraju - SP

Jales - SP

Videira - SC

Loanda  -PR

Laranjeiras do Sul-PR

Iporã - PR

Veranópolis - RS

Guaíba - RS

São Leopoldo - RS

Fonte: portalsrn

Radioamadores do Piauí divulgam o Parque Nacional Serra da Capivara pelo mundo

Foto; ICMBio

Apesar da internet, telefone celular, satélites e redes mundiais de televisão, todos os dias, milhões de radioamadores continuam se comunicando em todo o mundo, formando uma grande rede mundial de amigos. O Piauí está inserido nessa comunidade e começou hoje (20) e segue até o dia 23 a expedição da Associação de Radioamadores do Piauí no Parque Nacional da Serra da Capivara, com a finalidade divulgar a região no mundo todo, através do radioamadorismo. 

O radioamador é aquela pessoa que por hobby usa uma estação de radio para comunicação sem fins comerciais com outras pessoas que compartilham a mesma atividade. Dependendo do equipamento usado, essa comunicação poderá ser no seu próprio quarteirão ou intercontinental, assim será feita a divulgação do potencial do Piauí, através do contatos em diversos pontos da Terra através de sinais enviados pelas ondas de rádio nas formas de contato por fonia, chamado por voz, por codificação digital ou utilizando a passagem de satélites que será expandido o sinal para outras regiões do mundo. 

“A atividade visa divulgar o Parque em todos os continentes mostrando o trabalho de conservação do meio ambiente realizado pelos órgãos ambientais brasileiros para toda à comunidade radioamadora nacional e internacional”, explica Ronaldo Val, coordenador na área de divulgação de unidades de preservação ambiental para a comunidade internacional.

A equipe saiu de Teresina em direção ao extremo sul do Piauí passará pelo Parque Nacional da Serra da Capivara e Parque Nacional da Serra da Confusão, entre os municípios de Coronel José Dias e São Raimundo Nonato.


redacao@cidadeverde.com

Ingressos da Ópera da Serra da Capivara podem ser retirados a partir de terça

A Ópera da Serra da Capivara é um evento que põem em sintonia o diálogo entre música, dança, teatro, imagem, luz e cor, no anfiteatro da Pedra Furada, coração do Parque Nacional da Serra da Capivara, Sertão do Piauí e acontece por meio da Secretaria Estadual de Cultura do Piauí e da Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato com o patrocínio da Caixa Econômica Federal.

O evento que acontece dos dias 16 ao 21 de julho nas cidades de São Raimundo Nonato e Coronel José Dias disponibiliza ingressos gratuitos e estarão disponíveis para a retirada a partir do dia 19 de junho no site da Ópera da Serra da Capivara.

A coordenadora do evento, Sádia Castro, alerta o público para o início da retirada dos ingressos: "Devido ao local do evento ser um espaço de preservação ambiental, os ingressos serão limitados e estarão disponíveis no site da Ópera da Serra da Capivara 2018 a partir da meia noite do dia 19 deste mês de junho. É bom que os interessados em participar do evento fiquem atentos para a data da retirada dos bilhetes".

 

cidades@cidadeverde.com

MP denuncia dentista por crime de racismo e pede RS 50 mil por danos morais

A 1ª Promotoria de Justiça de São Raimundo Nonato ofereceu denúncia contra a dentista Delzuite Ribeiro de Macêdo, pelos crimes de ameaça, lesão corporal tentada, injúria racial e racismo. O caso repercutiu em todo o Piauí depois que a denunciada teria publicado um texto de cunho racista em uma rede social, ainda no mês de abril. Sete dias depois da denúncia, a dentista foi presa em Teresina por uma semana. 

Durante as investigações, apurou-se que a dentista teria ofendido e ameaçado verbalmente uma colega dentista, prometendo causar-lhe mal. Pouco depois, Delzuite Ribeiro de Macêdo teria supostamente arremessado uma tesoura de costura contra o veículo em que se encontrava a vítima, que estava com o marido e a filha, na época, recém-nascida.


Delzuite Macedo foi presa no dia 17 de abril em uma pensão em Teresina, mas foi solta na semana seguinte

Na noite do mesmo dia, 06 de abril, a suspeita teria ofendido a dignidade da vítima com texto preconceituoso e racista publicado no Facebook. Segundo o Ministério Público, ela também teria praticado discriminação contra um número indeterminado de pessoas. 

Para o promotor Leonardo Dantas Cequeira Monteiro, as expressões utilizadas pela dentista eram explicitamente racistas: “a senzala não saiu de você”, “nunca chegará ao meu tom de pele”, “eu não misturo meu sangue” e outras afins. Embora não tenha feito constar o nome da vítima nessa primeira postagem, a denunciada ratificou a agressão no dia 09 de abril, fazendo citação nominal.

“O conteúdo preconceituoso e racista das frases postadas pela denunciada em sua página do Facebook demonstra que ela, além de ter ofendido a honra subjetiva da vítima, também praticou o crime de racismo, uma vez que difundiu suas ofensas raciais em página da rede mundial de computadores, ofendendo pessoas de uma mesma raça e cor, gerando, inclusive, grande revolta e comoção na população de todo o país, em especial na cidade de São Raimundo Nonato”, relatou o promotor de Justiça. 

O Ministério Público requereu a condenação de Delzuite Macêdo pelos crimes de ameaça, lesão corporal na forma tentada e injúria preconceituosa/racial, especificamente no que se refere à vítima. 


Casal que fez a primeira denúncia

O promotor de Justiça entendeu também que a ré incorreu nas penas de racismo qualificado em concurso formal com o crime de injúria preconceituosa/racial contra um número indeterminado de pessoas de uma mesma raça. Como a conduta atingiu valores e princípios fundamentais da República Federativa do Brasil, violando o interesse de toda a sociedade, Leonardo Monteiro pleiteou a condenação da denunciada ao pagamento de indenização por danos morais coletivos, no valor mínimo de R$ 50 mil.

Em complemento, a 1ª Promotoria de Justiça de São Raimundo Nonato também requereu a interdição das páginas da ré nas redes sociais Facebook e Instagram, bem como imposição de medida cautelar para que Delzuite Macêdo seja proibida de manter contato com a vítima e com os familiares dela, mantendo-se a pelos menos 200 metros de distância.

Depois do recebimento e da autuação da denúncia, deve ser concedido à ré um prazo de dez dias para apresentação de resposta escrita, com posterior realização de audiência de instrução para oitiva das testemunhas.

Defesa de Delzuite 

O advogado Wisner Ribeiro, que atua na defesa da dentista, disse que está acompanhando o processo e já sabia da denúncia por parte do Ministério Público, mas que prefere não adiantar sua linha de defesa. 

“Já estava sabendo. Vamos tomar as medidas cabíveis quando formos intimados e notificados. Prefiro não comentar sobre a defesa, mas aconteceram fatos novos”, resumiu o advogado.


 

Caroline Oliveira com informações do MPPI
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores