Cidadeverde.com
Economia

Inflação semanal cai 0,07% na 3ª quadrissemana de outubro, revela FGV

Imprimir

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou deflação de 0,07% na terceira quadrissemana de outubro, informou nesta quarta-feira, 23, a Fundação Getulio Vargas (FGV). É a segunda taxa negativa para o índice, que registrou -0,01% na segunda quadrissemana do mês, após duas variações seguidas de 0,0% nas leituras anteriores.

Cinco das oito classes de despesa do indicador registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior pressão para baixo sobre o IPC-S foi do grupo de Habitação (-0,14% para -0,32%), com queda na taxa puxada pela tarifa de eletricidade residencial (-1,70% para -2,63%).

Ainda apresentaram decréscimos os grupos Alimentação (-0,37% para -0,35%), pela deflação de aves e ovos (0,12% para -0,75%); Comunicação (0,22% para 0,11%), com contribuição da tarifa de telefone móvel (0,65% para 0,27%); Educação, Leitura e Recreação (0,15% para 0,06%), influenciada pela queda nos preços de teatro (-0,49% para -1,80%); e Vestuário (0,26% para 0,18%), pela queda nos calçados (0,15% para -0,17%).

Por outro lado, dois grupos apresentaram aceleração nas suas taxas: Despesas Diversas (0,19% para 0,27%), com influência do aumento de cigarros (0,30% para 0,49%); e Saúde e Cuidados Pessoais (0,23% para 0,26%), com preços de aparelhos médico-odontológicos (0,15% para 0,31%).

O grupo de Transportes repetiu a taxa de variação de 0,23% da quadrissemana anterior, já que a variação de óleo diesel (3,35% para 3,93%) compensou a queda do seguro facultativo para veículo (0,66% para -0,26%).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir