Cidadeverde.com
Esporte

Conmebol descarta fazer final da Libertadores em jogo único

Imprimir
A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) não entrou na onda de reivindicações dos jogadores brasileiros e informou neste domingo que não vai mudar o sistema de disputa da final da Libertadores da América. Sua demanda era fazer a disputa em jogo único e em campo neutro, nos moldes da Liga dos Campeões. A Conmebol descartou essa possibilidade.

A entidade com sede em Assunção, no Paraguai, divulgou em agosto que uma possível mudança seria analisada por seus dirigentes. O presidente da Conmebol, Eugênio Figueredo, mostrou-se favorável à estudar o tema a fim de evitar o costumeiro tratamento hostil dos times mandantes nas partidas decisivas. Mas não levou  adiante sua intenção. Mesmo assim, a Conmebol poderá mudar seu regulamento na Libertadores de 2014.

A fim de evitar movimentos hostis dos times mandantes, não está descartada algum tipo de punição mais severa contemplada no regulamento aos praticantes. Neste ano, a taça continental ficou com o Atlético-MG, de Ronaldinho Gaúcho. 


Fonte: Estadão
Imprimir