Cidadeverde.com
Geral

Comunidade terapêutica é inaugurada para acolher mulheres dependentes químicas

Imprimir
  • feminina-07.jpg Foto: Rosa Magalhães
  • feminina-06.jpg Foto: Rosa Magalhães
  • feminina-05.jpg Foto: Rosa Magalhães
  • feminina-04.jpg Foto: Rosa Magalhães
  • feminina-03.jpg Foto: Rosa Magalhães
  • feminina-02.jpg Foto: Rosa Magalhães
  • feminina-01.jpg Foto: Rosa Magalhães

A primeira etapa da Comunidade Terapêutica Feminina Maria Madalena foi inaugurada nesta quinta-feira (10). O espaço, que tem como objetivo o acolhimento para dependentes químicos do sexo feminino, tem capacidade para acolher, inicialmente, 20 mulheres.  O local também tem estrutura para atender grávidas e lactantes com crianças de até dois anos.

A Comunidade está localizada no Povoado Canaã, zona Rural de Teresina. A reabilitação tem duração de um ano com acompanhamento de uma equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais, psicólogos e médicos. 

Para o coordenador da Fazenda da Paz, Célio Barbosa, a casa irá trazer a dignidade humana para as mulheres que desejam sair do mundo das drogas. 

"Saímos atrás, tivemos coragem, encontramos grandes parceiros e em três meses estamos lançando a pedra fundamental, entregando uma unidade feminina da Fazenda da Paz. Essa não é uma obra só nossa. É de toda a população do Piauí e do Maranhão", finaliza Célio Barbosa.

Durante a inauguração, uma missa foi celebrada para voluntários, internos da Fazenda da Paz e autoridades que contribuíram no projeto da nova casa. 

O vereador eleito Samuel Silveira esteve na inauguração. Ele destacou que cerca de 90% de suas emendas parlamentares, durante o seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Teresina, foram destinadas para a construção da unidade. 

"Há muitos anos iniciamos um trabalho de prevenção e de reinserção do dependente químico na sociedade num período que só se falava em repressão. Hoje, se fala de enfrentamento às drogas dentro de um conceito amplo que envolve a prevenção, recuperação e reinserção. Essa unidade surge nesse conceito moderno de atendimento. É emocionante ter contribuído com a construção dessa unidade e ver como outros colegas vereadores abraçando essa causa, que contribuiu para que esse sonho viesse a ser uma realidade", disse Samuel Silveira.   

Já a vereadora Rosário Bezzera, que também marcou presença na inauguração, ressaltou que a unidade é uma esperança para as mulheres que precisam de acolhimento e de uma oportunidade para reconstruir suas vidas. 

“Fiquei muito feliz com a efetivação do projeto da Comunidade Terapêutica Feminina Maria Madalena. Esta iniciativa vai ajudar bastante na reabilitação de mulheres que, infelizmente, vivem em péssimas condições. Elas precisam ser motivadas para se abster do consumo de drogas. Esperamos que a capacidade de mulheres em processo de recuperação seja maior futuramente”, declarou Rosário. 

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir