Cidadeverde.com
Últimas

Prefeitura pretende arrecadar R$ 10 milhões anuais com 'taxa do lixo'

Imprimir


Secretário Vicente Moreira. Foto: Cidadeverde.com

A prefeitura de Teresina pretende arrecadar até R$ 10 milhões anualmente com a cobrança de taxa pela coleta de lixo na capital. Segundo o secretário executivo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Vicente Moreira, o valor corresponde a um terço do total proposto pela secretaria - R$ 30 milhões. 

A taxa será paga para a manutenção do aterro sanitário de Teresina e para a realização da coleta de lixo residencial na capital. Ao todo, 234 mil residências deverão passar a pagar pelo serviço. A cobrança está em conformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que determina que o sistema de coleta de lixo seja autossustentável. 

"Infelizmente o IPTU arrecadado não dá conta de cobrir esses custos e estamos seguindo a política nacional, para garantir a manutenção do serviço. Essa taxa já é cobrada há mais de 10 anos em outras capitais nordestinas, nós nunca fizemos isso, mas precisaremos agora", declarou o secretário. 

Ele explicou ainda que estarão isentos do pagamento os moradores de residências avaliadas em menos de R$ 45 mil, que equivalem a cerca de 90 mil imóveis, de um total de 324 mil. A taxa que cada família irá pagar vai variar conforme a região da cidade e a quantidade de lixo produzido.

A decisão de reduzir a taxa a cerca de 30% do proposto inicialmente foi do prefeito Firmino Filho, que considerou a situação de dificuldade financeira enfrentada não apenas pelo poder público, mas também pelas famílias teresinenses. 


Maria Romero
redacao@cidadeverde.com

Imprimir