Cidadeverde.com

Morre em Teresina a ex-primeira-dama Soria Portela

Morreu na manhã deste sábado (20), por volta das 5h, em Teresina, a servidora pública aposentada Soria Maria Portela de Deus, 52 anos, esposa do médico Francisco Macedo Neto, o Macedão, ex-prefeito do município de Bocaina e ex-presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM). 

Soria Portela foi vítima de um câncer.

Segundo a família, Soria Portela estava internada desde o dia 30 de dezembro. Seu quadro se agravou nas últimas horas e evoluiu para o óbito.

O corpo foi trasladado para o município de Picos, onde é velado na Funerária Santa Ana, ao lado do Hospital Regional Justino Luz. A missa de corpo presente está prevista para as 16h deste sábado, na Igreja de São José Operário, no bairro São José, em seguida o sepultamento no cemitério São Pedro de Alcântara, em Picos.

Nas eleições de 2016, Sória Portela foi candidata a prefeita de Bocaina pelo PT na coligação “A vitória com a força do povo”, mas não foi eleita.

Sória Portela deixa viúvo o médico radiologista Francisco Macedo e órfãos os acadêmicos de Medicina Guilherme e Álvaro Portela Macedo.

Fonte: Portal Grande Picos

MP recomenda suspensão do aumento de taxa de iluminação pública de Picos

A recomendação administrativa 01/2018, expedida na manhã desta segunda-feira, 15 de janeiro, pelo Ministério Público Estadual através da 1ª Promotoria de Justiça de Picos, orienta a Prefeitura Municipal a suspender o aumento da taxa de Contribuição para o Custeio de Iluminação Pública (COSIP).

De acordo com a promotora Romana Leite Vieira, uma reunião foi realizada na tarde da última sexta-feira, 12, com contribuintes, vereadores e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Eletrobrás e do Fundo Municipal de Iluminação Pública.

“Durante o recesso eu acompanhei o caso na mídia. A reunião extrajudicial discutiu a majoração da COSIP. Pedimos informações junto a Eletrobrás e a prefeitura no tocante a arrecadação da contribuição e ao custeio. Dessa forma contatamos que o valor da arrecadação é bem superior ao valor do custeio o que não é possível, tendo em vista o que este é um tributo de receita vinculada. Por tal razão resolvemos expedir essa recomendação”, disse a promotora.

Segundo dados da promotoria a diferença entre a arrecadação e o custeio supera mais de R$ 100.000,000.

Para Romana Leite, a Lei Municipal n. 2844 de 10 de novembro de 2017 é inconstitucional, uma vez que também não foram aguardados os 90 dias desde a sua publicação para a cobrança de tributos.

A prefeitura de Picos tem 24 horas para se manifestar sobre a recomendação. Caso não acolha a orientação o fato será representado ao procurador geral de justiça, a cerca de inconstitucionalidade da lei.

“Baixei essa recomendação para que o município suspenda os efeitos desta lei até que haja uma proposta adequada a realidade de Picos, que haja a arrecadação condizente com o tributo. Assim como participação popular. Caso também seja constatado que os valores arrecadados não estão sendo aplicados de forma integral no custeio da iluminação pública, iremos investigar no que tange a improbidade administrativa e irei representar aos promotores criminais”, explicou Romana.

O procurador geral do município, Maycon Luz, informou que a gestão ainda não foi comunicada sobre o pedido do Ministério Público Estadual para a suspensão da cobrança da taxa de iluminação pública.

“A lei está hoje aí é uma lei válida. Fizemos o compromisso diante a audiência pública que durante este mês estaremos construindo uma nova lei. Nossa perspectiva é essa. Se essa recomendação chegar para nós iremos analisá-la, mas o nosso posicionamento é de não acatar a recomendação, e sim construir uma nova lei e enviá-la no início de fevereiro para votação na Câmara”, disse o procurador.

Fonte:picos40graus

Polícia Militar desmonta boca de fumo e apreende 99 pedras de crack em Picos

Na noite desta terça-feira (09), por volta das 19:30, a Polícia Militar desmontou um ponto de comercialização de drogas, localizado na Rua Santa Luzia, Bairro São Vicente, no município de Picos. O local é conhecido como cracolândia, por concentrar vários usuários de drogas.

A ação resultou na condução de quatro pessoas, Naiara Maria Rodrigues, de 31 anos, Wilton Luís Marcos dos Santos, 35 anos, e dois menores de idade.

No local foram apreendidos 99 pedras de crack, 17 trouxas de maconha e uma quantia de cerca de 250 reais. Segundo o tenente coronel Edwaldo Viana, a boca de fumo desarticulada era a que mais fornecia drogas a menores de idade no município.

Fonte: cidadesnanet

Emgerpi, Fapepi e Sedet estudam instalação de centro de pesquisa em Picos

O diretor-presidente da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi), Ricardo Pontes, recebeu a visita do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), Francisco Guedes, e de representes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), na manhã desta terça-feira (9). O objetivo do encontro foi pedir ajuda da Emgerpi para regularizar um contrato de sessão do Centro de Tecnologia Apícola do Piauí (Centapi), cuja cessão deverá ser repassada para a Sedet.

Ao final da reunião, Pontes afirmou que dará todo o suporte necessário para a Sedet e Fapepi, no que se refere a regularizar o contrato de sessão solicitado. Francisco Guedes falou que o objetivo da Fapepi, ao apoiar a instalação desse novo centro de pesquisa, é colocar para funcionar um equipamento público, que é o Centro Tecnológico de Apicultura de Picos, que será instalo em um prédio belíssimo com salas de aula, laboratórios, salas de incubação. "Esse trabalho será fundamental para alavancar as cadeias de produtivas da cidade de Picos”, reiterou.

“Estamos hoje pedindo apoio do presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes, que, juntamente com a equipe da Sedet, nos ajudará a criar um contrato de gestão com uma OS da Tecnologia da Informação e comunicação daquela setorial, tudo isso para que possamos dar apoio às cadeiras produtivas da região, especialmente nos setores de apicultura, cajucultura  e energias renováveis”, acrescentou Guedes.

O presidente da Fapepi destacou, ainda, que, através desta ação, o governo estará evitando que os produtores dessas regiões deixem de fazer análises de materiais fora do Estado do Piauí. "Uma vez criado esse contrato de gestão, a Fapepi pretende lançar três editais voltados pesquisadores ligados as cadeias produtivas: apicultura, cajucultura e energias renováveis. Para isso, também faremos pesquisas juntos aos empresários da região sobre quais as demandas que eles precisam em relação a profissionais da pesquisa”, pontou.

O superintendente de Ciência e Tecnologia da Sedet, Thiago Carvalho, também falou sobre as boas perspectivas para o trabalho entre os três órgãos. “A nossa visita, hoje, na Emgerpi, teve como finalidade pedir ajuda para regularizar um contrato de sessão do Centapi, cuja sessão deverá ser repassada para a Sedet. Queremos cancelar o contrato, que está vigente com a federação apícola, e fazer outro com a Sedet”, disse. Ele explica que o prédio onde funcionará o novo centro tecnológico terá função importante. “A Sedet quer criar um pólo de tecnologia na cidade de Picos e, com isso, aliar empresas para dar apoio à produção de mel”, disse o superintendente que, na ocasião, representou o secretário da Sedet, José Icemar Lavôr Néri (Nerinho).

Fonte: Ascom

Moradores abandonam casas por medo de desabamento em Picos

  • IMG_9625.jpg Picos 40 Graus
  • IMG_9628(1).jpg Picos 40 Graus
  • IMG_9639.jpg Picos 40 Graus
  • IMG_9646(1).jpg Picos 40 Graus
  • IMG_9647.jpg Picos 40 Graus
  • e6d8673ea909b45fcbb769b15b10_(1).jpg Picos 40 Graus
  • 135d6df9-f3af-4a7e-bdba-ebc76ce3acf5.jpg Picos 40 Graus
  • 261f9277-941f-4853-97e0-35eb5a725b98.jpg Picos 40 Graus

Cerca de 20 famílias precisaram abandonar as suas casas por temerem um desabamento no local conhecido como Morro da Mariana no município de Picos, a 306 km de Teresina. 

Desde o final de 2017 fortes chuvas tem atingido a região e assustado os moradores. Em entrevista a um portal local, o segurança William Sousa lamentou ter de deixar sua casa após 12 anos vivendo no local. Imagens mostram sua motocicleta que estava estacionada em frente a casa, sendo carregada por homens após cair do barranco que cedeu.

“Não vou colocar minha família em risco, temos primeiro que salvar nossas vidas, bens materiais se conseguem trabalhando, é melhor ter um prejuízo financeiro do que perder a vida. Sai da casa própria para o aluguel”, afirma.

A Defesa Civil Municipal afirmou que já tem conhecimento da situação que á antiga na cidade. O coordenador afirmou que vistorias são realizadas e as famílias cadastradas para atendimento assistencial. "Vamos ver o que podemos fazer. Realizamos apenas vistorias e encaminhamos a secretaria de Obras que é quem deve analisar o que é possível naquela região", explica o coordenador Oliveiro Luz.

Rayldo Pereira
Com informações de Picos 40graus
rayldopereira@cidadeverde.com

Chuva forte causa alagamento nas ruas do Centro de Picos

Uma chuva forte de aproximadamente 30 minutos na manhã desta sexta-feira (05) voltou a alagar as principais ruas e avenidas da cidade de Picos, o temporal começou por volta das 07 horas e foi até às 07h30 com muita água principalmente que desceu das encostas dos morros e de lugares mais altos. Os veículos que estavam circulando nesse horário tiveram dificuldades para passar em alguns trechos devido o volume de água que era grande, isso principalmente para carros de passeio.

Outra chuva forte ainda nessa semana também alagou as ruas e avenidas do centro e dos principais bairros da cidade, pois como Picos não possui um sistema de escoamento de águas, qualquer chuva mais forte termina alagando tudo.

A previsão da meteorologia para esse ano é de chuvas mais intensas e até a mais que no ano passado, o que deve ser bom para a agricultura, já que a região estava praticamente seca e os animais passando sede.

Com informações de Riachaonet
cidades@cidadeverde.com

Caminhão é roubado e motorista feito refém próximo a Picos

A polícia civil de Picos registrou um roubo de veículo de carga na BR 316, próximo ao Povoado Gaturiano, município de Dom Expedito Lopes, por volta das 22h30min da quarta-feira (03).

Dois homens armados renderam o motorista e roubaram um caminhão Mercedes Benz modelo MB 1113, ano 79, de cor amarela e Placa GMO 7101, de Lambari, Minas Gerais.

O veículo, que saiu da cidade mineira de Itajubá com destino a Teresina, Capital do Estado do Piauí, estava carregado com peças para hidrelétrica.

Em depoimento na Central de Flagrantes de Picos o motorista, Vicente Nicolau, contou que trafegava pela rodovia federal quando um carro emparelhou com o caminhão e um homem armado com um revólver, que estava sentado no lado do passageiro, ordenou que ele parasse o veículo.

O caminhoneiro relatou que após ser rendido foi levado na cabine do caminhão por alguns quilômetros e em seguida colocado no porta-malas de um carro de passeio onde permaneceu por mais de duas horas.

Na ação criminosa os assaltantes também roubaram a quantia de R$ 400 reais e dois aparelhos de telefone celular e depois liberaram o motorista na BR 230, próximo ao município de São João da Varjota.

Vicente Nicolau, contou que caminhou pela rodovia por horas em busca de ajuda, chamando nas portas de algumas casas, mas ninguém respondeu.

Só ao amanhecer o caminhoneiro conseguiu conversar com a proprietária de um bar, em seguida acionou a PRF (Polícia Rodoviária Federal) e pegou um transporte alternativo e veio até a delegacia de Picos fazer um Boletim de Ocorrência.

Até o fechamento desta matéria o caminhão, a carga e os demais itens roubados ainda não haviam sido recuperados.

Fonte: O Povo | Foto: reprodução

Mulher dá à luz em calçada por falta de ambulância do Samu em Picos

Foto: Grande Picos

Ednalva Ivanilda de Moura, de 22 anos, deu à luz em uma calçada por falta de uma ambulância do Samu em Picos, município a 306 km de Teresina. José Wellington de Sousa, levava a esposa a pé para o hospital na madrugada desta quarta-feira (3) quando a bolsa de Ednalva rompeu e o parto precisou acontecer ali mesmo em uma calçada do bairro Bomba, a menos de 800 m do Hospital Regional Justino Luz.

"Por volta de 1h40 ela começou a sentir dores e me acordou. Imediatamente eu liguei pro Samu e a atendente me informou que ele já estava saindo para uma diligência em uma rua próxima, questionando se não dava para esperar. Minha mulher falou que não aguentava mais e como em seu último parto ela teve uma hemorragia fiquei muito desesperado e saímos a pé para o hospital. Só que no caminho a bolsa dela estourou, eu tirei minha camisa para forrar a calçada onde a gente estava, deitei ela e a criança nasceu ali mesmo", conta o pai que realizou o parto.

José já tem outros dois filhos, um de seis e outro de um ano.  O terceiro filho que nasceu ganhou o nome de Wellington Filho, escolhido em homenagem ao pai que fez o parto. "Eu nunca tinha nem visto um parto. Só em novela, na televisão. Ali naquela hora eu achei que perderia minha esposa e meu filho pois ela tem anemia, mas graças a Deus a criança nasceu normalmente e deu tudo certo", comemora.

Após o parto, José e clientes de um bar próximo ao local saíram em busca de um táxi para levar Ednalva. Policiais Militares que passavam próximo socorreram a mulher e o filho que foram levados de viatura até o hospital, onde mãe e filho estão em observação até o momento.

Apesar da alegria do parto, José descreve o sentimento de descaso  após ver a esposa dar à luz no meio da rua. Para ele esta situação é inaceitável e demonstra "desprezo com o ser humano". "A gente se sente um nada, um ninguém. Desprezado pelas autoridades que a gente coloca no poder pensando que vão fazer alguma coisa por nós, e no fim da nisso", desabafa. 

SAMU

Procurado pelo Cidadeverde.com o diretor administrativo da Secretaria Municipal Bruno Alves Luz, esclarece que as duas ambulâncias do município estavam disponíveis durante todo o recesso de fim de ano. Porém desde o último sábado (30) uma delas apresentou problemas mecânicos e precisou ser levada para a oficina, de onde foi retirada somente na manhã desta quarta-feira (03). Por haver só uma ambulância funcionando a regulação do serviço, feita em Teresina, a encaminhou para outra ocorrência.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Meteorologia prevê inverno com chuvas acima da média em Picos

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) divulgou a previsão para o inverno em 2018 na região de Picos. Segundo a perspectiva do órgão as chuvas deverão atingir cerca de 600mm, o dobro do registrado durante o inverno de 2017.

A chuva da manhã desta terça-feira, 02, atingiu 32 milímetros e foi a maior dos últimos nove meses. Com duração de 30 minutos, com muito trovões e raios, a precipitação causou alagamento em algumas áreas da cidade e deu inicio ao período de inverno.

“Janeiro é o mês de início do inverno. Esta chuva é uma declaração de que ele agora começou. Foi uma chuva de intensidade moderada, mas muito boa, especialmente para o homem do campo”, afirmou o técnico o INMET, Eugênio Lopes.

Devido à chuva, a temperatura do ar sofreu uma redução e se encontra em 27°C. Ao final do dia, esta deve aumentar. Outro ponto positivo é o aumento da umidade do ar que está em 85%.

Fonte: Picos 40 graus

Vídeo: com duas armas, bandido assalta loja de motos no interior do Piauí

Câmeras de segurança flagraram a ação de um bandido em uma loja de  motos na cidade de Picos, a 306 km de Teresina. O suspeito (que usa boné e está com uma mochila) aparece dentro do escritório.  Com duas armas de fogo, uma em cada mão, ele rende funcionários e uma cliente.

A ação criminosa ocorreu por volta das 15h20, desta sexta-feira (22). Mais dois bandidos participaram do assalto, sendo que um ficou na área externa e o outro transitando no interior da loja. 

Foram roubadaos duas motocicletas que estavam expostas para serem vendidas e três celulares.  Segundo testemunhas, o assalto foi muito rápido e sem violência física. A loja assaltada fica localizada na Avenida Deputado Sá Urtiga, bairro Bomba.

A Polícia Miltar de Picos informou que os suspeitos ainda não foram localizados. Informações podem ser repassadas através do 190 ou o Copom  89 9924-6650. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores