Cidadeverde.com

Operação prende 15 e descobre que suspeito planejava matar policial

Fotos: Divulgação PC-PI

A Polícia Civil do Piauí desarticulou uma quadrillha especializada no tráfico de drogas e com ramificações nas cidades de Altos, Campo Maior e Teresina. Entre os presos estão a mãe e a esposa do suspeito identificado como Francisco Fortes Delmiro Neto, conhecido Terceiro, apontado como o 'cérebro' da organização criminosa. Segundo o titular do 14º Distrito Policial, delegado Tomaz de Aquino, durante as investigações foram descobertas ameaças de morte a um policial civil envolvido na operação. 

"Há mensagens em que o suspeito diz que vai eliminar o policial porque ele estava atrapalhando os negócios dele. O Terceiro foi preso há quase um ano e a mulher dele assumiu o negócio ilícito e foi presa hoje, bem como a mãe dele.  Mesmo de dentro do presídio,ele enviava mensagens a outras pessoas do grupo se referindo a um dos policiais envolvidos na investigação. As mensagens não podem ser divulgadas porque estão em sigilo, mas eram no sentido do que fazer com o policial que estava investigando o tráfico de drogas e atrapalhando o negócio", explica o delegado. 

Segundo ele, o 'núcleo' da organização criminosa era na cidade de Altos, mas havia membros nas cidades de Teresina e Campo Maior. 

Fotos: Divulgação PC-PI

 

"Foram presos quatro pessoas em Campo Maior, uma em Teresina e o restante em Altos. Em menos de um ano, já prendemos 62 pessoas envolvidas no tráfico de drogas na cidade, sendo 15 só hoje", reitera o delegado. 

Com os suspeitos foram apreendidos cocaína, maconha, munição e dinheiro. Tomaz de Aquino acrescenta que, geralmente, os investigados usavam comércios ou bares de fachada para a comercilização de entorpecentes. 

"Eles também faziam o delivery de drogas e usavam comércios para mascarar o tráfico. Com essa operação, conseguimos diminuir a criminalidade e dar segurança e sossego à população de Altos", conclui  Tomaz de Aquino, titular do 14º DP. 

 

Graciane Sousa
[email protected]