Cidadeverde.com

Marido acusado de estuprar e torturar mulher nua em árvore é preso

Foto: arquivo da Polícia

Atualizada às 18h

O delegado de Altos, Tomaz de Aquino, confirmou a prisão na tarde desta quarta (8) do marido acusado de estuprar, ameaçar e torturar mediante sequestro sua mulher.

 A prisão ocorreu em um sitio localizado a 20 km de Altos. O preso foi identificado como Marco Emílio Alcides Araújo. O Cidadeverde.com teve acesso a um vídeo do momento da prisão. Veja abaixo. 

"Ele foi preso em Altos e levado para a Central de Flagrantes (de Teresina)", disse o delegado. A prisão preventiva foi autorizada pela juíza Andrea Parente Lobo Veras.

Matéria Original

A Polícia Civil indiciou o marido de uma professora, que foi torturada e amarrada nua em uma árvore no município de Altos (a 40 km de Teresina). 

O delegado Tomaz de Aquino, que preside o inquérito, informou ao portal Cidadeverde.com que o contador - marido da vítima - foi indiciado por estupro, ameaça e tortura mediante sequestro. 

A professora de 38 anos foi mantida em cárcere privado pelo marido por oito dias na cidade de Altos.

A vítima relatou a Polícia que foi estuprada, mantida em um quarto, teve o cabelo cortado com uma faca e sofreu diversas ameaças e agressões psicológicas.
O marido, também de 38 anos, teria cometido as agressões por não aceitar o fim do casamento de 20 anos.

Vídeo

Entre as provas apresentadas no inquérito  está um vídeo que mostra a vítima de joelhos, nua, amarrada em uma árvore, e o agressor jogando gasolina no corpo dela e ameaçando atear fogo. Na gravação, o suspeito exige que ela peça desculpas por uma suposta traição.

"No vídeo ela está despedida, ele exige que ela peça desculpas. É humilhada na gravação", diz o delegado.

A vítima relatou que ao marido tinha comportamento agressivo, mas não registrou boletim de ocorrência.

"Entre as provas está também fotografias do quarto, mechas de cabelo e uma faca".

O marido da vítima está solto, mas a justiça concedeu medidas restritivas, impedindo que ele se aproxime da professora. Ela, desde que foi resgatada, está fora do estado com medo do agressor. 

A família da vítima prepara manifestação em Altos pedindo a prisão do suspeito.

Vídeo - Prisão


 

Vídeo  enviado ao whatsapp do Cidadeverde.com

 


Foto enviada ao whatsapp do Cidadeverde.com

 

Flash Yala Sena
[email protected]