Cidadeverde.com

O documentário ‘Mimbó, Filhos da Liberdade’, foi o vencedor do 12° Doc Futura.

O filme conta a história de 04 irmãos escravizados fugidos de fazendas de Pernambuco, que percorreram pela mata, cerca de 680 quilômetros, até o lugar Vila de Amarante, no Piauí.

Temendo serem capturados, esconderam-se numa caverna por 30 anos, ao saírem, não sabiam que a escravidão tinha sido abolida. Fundaram o Quilombo Mimbó na margem do Rio Canindé. Hoje, a comunidade conta com cerca de 600 pessoas.

Até meados de 1980 o povoado, ignorado pelo poder público, não contava com qualquer infraestrutura, sobrevivendo da agricultura de subsistência e criação de animais. O documentário ‘Mimbó, Filhos da Liberdade’ resgata essa história de luta em busca de cidadania e transformação de vida.

Ao todo, foram 12 projetos finalistas, que abordaram a temática proposta para esta edição: os Direitos Humanos e a Participação Política.

Além de ajudar na produção do documentário e dar suporte ao idealizador com mentorias e um investimento financeiro de 150 mil reais, o Canal Futura exibirá ‘Mimbó – Filhos da Liberdade’ em sua grade de programação.

Um dia após o curta metragem ser declarado vencedor, o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo, declarou que a conquista como o “Gol do audiovisual piauiense!”.

“O Piauí venceu o 12° Doc Futura com o curta Mimbó – Filhos da Liberdade’, da produtora Frame Produções com direção de Chico Rasta. O filme conta a história dos 200 anos da comunidade quilombola de Amarante. Gol do audiovisual piauiense! Parabéns, Framme Produções, Chico Rasta, Alexandre Mello e [email protected] os envolvidos!”, disse ele. 

Com informações: Somosnotícia.com.br