Cidadeverde.com

Governo inicia pavimentação até a barragem Mesa de Pedra

O governo do estado deu início às obras de melhoramento, implantação e pavimentação asfáltica de um trecho de quase 5km que vai do entroncamento da BR-316 até a barragem Mesa de Pedra, em Valença do Piauí. As melhorias na rodovia de ligação são uma reivindicação antiga da população, não apenas de Valença, mas de vários municípios que formam a região do Vale do Sambito, e se beneficiam do turismo que acontece às margens da barragem, com a presença de visitantes de várias partes do estado.

O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (IDEPI) é o órgão responsável pela obra, que recebe investimentos de cerca de R$ 3 milhões de reais, recursos do tesouro estadual. Para o diretor-geral do órgão, Leonardo Sobral, além de melhorar as condições de trafegabilidade na região, as intervenções realizadas vão favorecer e impulsionar também um outro setor: o turismo e, consequentemente, a economia regional.

“Quem mais ganha com intervenções como esta são as cidades e a sua população, porque melhoram as condições de trafegabilidade, de segurança e conforto nas rodovias. E quando tem o turismo envolvido, o impacto é ainda maior, porque o turismo é um vetor de desenvolvimento econômico, gerando emprego e renda para as comunidades. Com estradas melhores, são mais visitantes, mais turistas, mais possibilidades de empreender”, destaca o gestor.

A barragem Mesa de Pedra é responsável pelo abastecimento de água para a região de Valença e possui capacidade de armazenamento de aproximadamente 56 milhões de metros cúbicos de água, que é usada tanto para a agricultura, como projetos de piscicultura, dentre outras atividades que beneficiam as famílias locais.

O potencial turístico da barragem e os atrativos que existem no seu entorno são um espetáculo à parte e, além de Valença, outros nove municípios que formam o território de desenvolvimento Vale do Sambito se beneficiam de suas belezas: Barra d’Alcântara, Elesbão Veloso, Francinópolis, Inhuma, Ipiranga do Piauí, Lagoa do Sítio, Novo Oriente do Piauí, Pimenteiras e Várzea Grande.

“Investir em turismo é contribuir para o fortalecimento da economia local, oportunizando a geração de emprego e renda, estimulando a criatividade, a prestação de serviços e promovendo a inclusão social. Eu não tenho dúvidas que este é um dos setores que mais transformam a sociedade para melhor porque são várias frentes impactadas direta e indiretamente”, pontua Leonardo Sobral.