Cidadeverde.com

Angical do Piauí assina contrato da primeira PPP Cidades Inteligentes

Angical do Piauí é a primeira cidade do estado com menos de 10 mil habitantes a implantar um projeto de Cidades Inteligentes. Nesta terça-feira (02), foi assinado o contrato da pareceria público privada (PPP) entre a Prefeitura e a SPE Cidade Inteligente Angical para implantação, nos próximos 12 meses, dos serviços de iluminação pública, telecomunicações e geração de energia fotovoltaica de autoconsumo administrativo no município.

Além de internet para todos os prédios públicos do município, a PPP prevê a disponibilização de oito pontos de Wi-Fi livre e gratuito para a população, visando a democratização do acesso, e 11 pontos de videomonitoramento para oferecer mais segurança para o município. Angical será a primeira cidade do Piauí a ser completamente monitorada com cercamento eletrônico e com um Centro de Controle e Operação para trabalhar no acompanhamento dessas imagens do sistema de vigilância de forma rotineira, monitorando a cidade em tempo real e auxiliando no trabalho das forças de segurança.

O projeto prevê a eficientização de todo o parque de iluminação pública da cidade. A partir da substituição de todas as luminárias por lâmpadas de LED, a redução projetada do consumo vai na ordem de 54,88%. O projeto prevê, ainda, a geração de energia fotovoltaica, através do sistema de microgeração distribuída com instalação de placas solares nos telhados de edificações públicas, reduzindo em 81,14% o custo com energia predial do município. 

A Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc), em parceria com o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), elaborou os estudos de viabilidade e acompanhou todo o processo da PPP municipal. Através do Programa Piauí Cidades Inteligentes da Suparc, 11 municípios assinaram acordos de cooperação técnica para receberem suporte para estruturação dos estudos de viabilidade técnica, econômico financeira, modelagem licitatória e apoio à contratação dos projetos. O Piauí é o primeiro estado a desenvolver um programa de assessoria para PPPs em âmbito municipal, com o objetivo de oferecer infraestrutura e atrair recursos para a otimização dos serviços públicos em cidades de menor porte.

Da Redação