Cidadeverde.com

CSN vai investir R$ 540 milhões em empreendimentos no Piauí

 

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) apresentou, nessa segunda-feira (28), ao Governo do Piaui, uma proposta de investimento que pode resultar na geração de 5 mil empregos na região Sul do estado. Trata-se de projeto integrado agroflorestal a ser desenvolvido em área correspondente a 175 mil hectares, abrangendo os municípios de Floriano, Jerumenha, Nazaré do Piauí, Canavieira, Itaueira, Pavussu e Uruçuí.

O projeto prevê a instalação de um componente agrícola localizado em Urucuí, com 44 mil ha, além de um componente florestal situado em Floriano, com 131 mil ha. Inicialmente, o plano é de que as terras sejam utilizadas para plantio de soja e eucalipto.

“Estamos acertando uma pactuação para qualificação de mão de obra nessa região. Queremos piauienses ocupando essas vagas que vão surgir e toda nossa equipe abraçando como um projeto do Piauí”, declarou o governador Wellington Dias.

A CSN tem a estimativa de investir R$ 540 milhões nos empreendimentos, sem contar o valor já utilizado na compra das terras. Cerca de 105 mil hectares já foram adquiridos ou estão em fase de aquisição. No momento, a companhia está resolvendo questões burocráticas relacionadas ao licenciamento do projeto.

“Tem uma série de possibilidades na parte de geração de energia, desenvolvimento de produtos derivados da madeira, geração de grãos, óleos e outros produtos alimentares”, explicou Davi Salama, diretor-executivo da CSN.

A notícia da retomada das obras da Transnordestina animou os investidores. As terras adquiridas ficam em um raio de 30 a 40 quilômetros da ferrovia, que deve se configurar no principal canal de escoamento conjunto da produção, por meio dos portos de Pecém e Suape, no Nordeste.

A resposta do Governo do Piauí ao projeto empolga os executivos da CSN. “Muito importante esse trabalho conjunto com a iniciativa pública. Trabalhando juntos. Conseguimos maximizar os resultados do projeto. Agradeço mais uma vez ao governador Wellington Dias e sua equipe pela receptividade dada ao projeto”, completou Salama.