Cidadeverde.com

Cortes de beneficiários do Bolsa Família no Piauí

No dia 30 de abril, o Governo Federal através do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) anunciou o corte de 392 mil famílias do Programa Bolsa Família, um mês antes de ser realizado o ajuste 5,67% que o presidente Michel Temer tinha anunciado. O que agrava a situação de muitas pessoas que dependem da renda nos municípios.

Este é o segundo maior corte da história do programa,  segundo pesquisas do site UOL.  O maior aconteceu também no governo do atual no ano de 2017. Para o presidente da APPM, Gil Carlos, esse impacto é sofrido de forma maior nos municípios. “Muitas famílias dependem dessa forma de renda e o que surpreende é que o corte ocorreu um mês antes do reajuste prometido pelo o governo federal”, ressalta o gestor.

No estado do Piauí cerca de 450 mil famílias têm acesso ao programa e no começo de janeiro 42 mil tiveram o beneficio negado por irregularidade e por falta de atualização. Sendo assim, o estado terá mais uma vez um grande desfalque no número de beneficiários.

No mês de abril, o MDS contabilizou que cerca de 13.772.904 famílias atendidas pelo programa e o menor desde novembro do ano passado em todo o país.  O corte acaba com uma sequencia de sete meses em alta no número de beneficiários.

O programa foi criado em 2003 e tem como intuito contribuir para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. Possui três eixos principais: complemento de renda, acesso a direitos e articulação com outras ações.

Fonte: Ascom