Cidadeverde.com

Enfrentamento ao feminicídio em Picos

Dia 2 de agosto será realizado movimento de enfrentamento ao feminicídio em Picos. O evento é idealizado pela  Prefeitura de Picos, através da Coordenadoria dos Direitos da Mulher, e pelo movimento Hip Hop. O objetivo é sensibilizar e alertar a comunidade picoense para os malefícios do feminicídio, assunto bastante discutido no país atualmente.

“É preciso que a sociedade reconheça o fato e que entenda que o feminicídio não é um fato estanque. Não podemos aceitar tal problema de maneira estanque. Temos que demonstrar, trazer ao público para que o mesmo tome conhecimento e nos ajude a enfrentar tal problema”, ressalta a coordenadora dos Direitos da Mulher em Picos Maria José do Nascimento, Nega Mazé.

Durante a manifestação será grafitado um painel com o tema: “Pare! Não Mate Mulheres, Abaixo o Feminicídio!”. O referido painel é idealizado pelo movimento Hip Hop com o intuito de chamar a atenção das pessoas sobre o problema do feminicídio. Ainda durante o evento, será feita uma panfletagem com dados da campanha e a realização da chamada ‘Rádio Calçada’, onde serão improvisadas entrevistas com cidadãos locais abordando questões ligadas ao problema.

“Nós queremos com isso que a comunidade interprete o que é de fato o feminicídio. Se sensibilize, se conscientize acerca da gravidade do fato”, explica Nega Mazé.

A manifestação ocorrerá dia 2 de agosto na Praça Félix Pacheco, a partir da 9 horas.

Fonte: Ascom