Cidadeverde.com

Escolas de Corrente prestigiam agricultura familiar

A hora do almoço nas escolas municipais de Corrente é uma das mais aguardadas. Crianças enfileiradas e com água na boca, ansiosas pelo prato principal do dia: arroz, feijão, frango ao molho com abóbora e salada de alface e beterraba. As escolas oferecem aos estudantes frutas e verduras orgânicas, produzidas pelos agricultores familiares da região, que impulsionam a economia local. 
Todo esse círculo virtuoso foi possibilitado pela Lei nº 11.947, que determina aos municípios utilizar pelo menos 30% dos recursos recebidos do governo federal para a alimentação escolar na compra direta de produtos da agricultura familiar.

Segundo o secretário de Educação e Cultura, José Jocilé Lobato, o objetivo desta iniciativa é atender as necessidades nutricionais dos alunos durante sua permanência em sala de aula, contribuindo para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes, bem como promover a formação de hábitos alimentares saudáveis.

Na rede municipal de Corrente são atendidas 27 escolas e 2 creches, e a distribuição da merenda é realizada de acordo com o número de alunos. Para a nutricionista do Município Laíla Nobre, o cardápio das escolas e pensado e elaborado para se adaptar as potencialidades locais, incluindo frutas e legumes da estação.

Ainda neste semestre foi realizada uma chamada pública para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar para merenda escolar. A ação teve o intuito de incentivar a produção local além de contribuir para uma alimentação mais saudável dentro das escolas municipais. Os produtores apresentaram as amostras dos gêneros alimentícios a serem fornecidos por meio de chamada pública para a merenda escolar, a ação além de incentivar os pequenos produtores da região, contribui para uma alimentação mais saudável nas escolas.

Fonte: ascom