Cidadeverde.com

Setembro Amarelo reforça prevenção ao suicídio em Oeiras

Celebrado nesta segunda-feira, 10 de setembro, o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio dá início a uma série de ações voltadas para a Campanha Setembro Amarelo, em Oeiras. Realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), as atividades têm o objetivo de alertar, conscientizar e reforçar a importância das ações preventivas ao suicídio no município.

Durante todo o mês, Unidades Básicas de Saúde (USBs) e escolas do município de Oeiras vão receber eventos de prevenção ao suicídio e valorização da vida. As ações envolvem palestras e rodas de conversas direcionadas ao público adolescente e qualificações para profissionais de saúde.

“Considerando atualmente o cenário do nosso município, que apresenta um crescimento de casos de tentativas de suicídio, principalmente entre jovens com elevado perfil de vulnerabilidade social e psicológica, esperamos que as ações estratégicas que serão executadas durante a campanha Setembro Amarelo possam minimizar danos sociais causados pelo problema em questão”, argumenta Suely Viana, coordenadora do CAPS de Oeiras.

As rodas de conversa nas UBSs terão como tema “Suicídio: saber, agir, prevenir”. Nelas, serão feitas abordagens sobre impacto do suicídio, sinais de alerta, fatores de risco e de proteção. Nas rodas de conversas envolvendo adolescentes, o tema será “Os sentimentos do adolescer: como lidar com estressores psicossociais”.

A programação também contempla uma oficina de qualificação profissional para médicos com enfoque no manejo dos transtornos mentais na Atenção Básica; implantação de protocolos de avaliação do paciente e estratificação do risco do suicídio nas UBSs e campanha online com informações acerca do suicídio – sinais de alerta, fatores de risco e proteção.

Além da equipe do CAPS e Núcleo de Prevenção do Suicídio, o Setembro Amarelo envolve profissionais do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) e da Estratégia Saúde da Família. “Uma das estratégias adotadas para abordar a problemática do suicídio é o processo de Educação em Saúde, compreendido como um método educativo de construção de conhecimentos em saúde, visando a apropriação da temática pela população, contribuindo para autonomia dos sujeitos quanto aos cuidados necessários para a manutenção da saúde e dos aspectos que a envolve”, pontua a coordenadora do CAPS.

Veja a programação do Setembro Amarelo em Oeiras:

10 de setembro

18h – Roda de conversa na UBS do Bairro Oeiras Nova

11 de setembro

09h – Roda de conversa no Povoado Brionia

14h – Roda de conversa na UBS do Bairro Canela

16h – Roda de conversa no Povoado Contentamento

12 de setembro

08h – Roda de conversa no Povoado Boa Nova

18 de setembro

18h – Roda de conversa na UBS do Bairro Várzea

18h – Roda de conversa no Povoado Alagoinha

19 de setembro

Oficina de qualificação profissional para médicos com enfoque no manejo dos transtornos mentais na Atenção Básica  

20 de setembro

08h – Roda de conversa na UBS Pedro Barbosa (Centro)

24 de setembro

08h – Roda de conversa na UBS do povoado Várzea Tranqueira

14h40 – Roda de conversa na UBS Hailton Alves (Bairro Rosário)

25 de setembro

14h – Roda de conversa na UBS do povoado Morro Redondo

14h – Roda de conversa na comunidade Tamboril/ Salinas

17h30 – Roda de conversa na comunidade Fomento

26 de setembro

14h – Roda de conversa na UBS do Bairro Rodagem de Picos

14h – Roda de conversa na UBS do Bairro Rodagem de Floriano

27 de setembro

08h – Roda de conversa na UBS do povoado Morro Redondo

09h – Roda de conversa na UBS do povoado Buriti do Rei

Fonte: Ascom