Cidadeverde.com

Combate a ligações clandestinas de água em Oeiras

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) está intensificando a ação de combate a ligações clandestinas na rede de água, em Oeiras. A ação é considerada crime e todos os meses representa grande prejuízo para a entidade, que precisa aumentar sua capacidade para atender moradores que não pagam pelo serviço. De acordo com o artigo 155 do Código Penal Brasileiro, o usuário que cometer esse tipo de infração é multado e pode responder criminalmente.

“A pessoa que faz a ligação clandestina não tem a preocupação de economizar no consumo da água, pois, vai pagar sempre a mesma taxa. Devido isso, em determinados períodos que o consumo de água é maior, muitas pessoas, com as contas em dias, têm o seu fornecimento prejudicado”, explica Assuéro Rêgo, diretor do SAAE de Oeiras.

Ele comenta que, a equipe do SAAE tem andado em diversos bairros onde a água só chega em determinados horários, e a população tem reclamado. “Uma das medidas que temos aderido para melhorar esse fornecimento é justamente combater o desvio ilegal da água”, frisa.  

O SAAE está fazendo fiscalizações, avaliando residências que possuíam um determinado consumo mensal, e repentinamente passam a ter um gasto bem menor. “O SAAE está aplicando multa nas residências onde é identificado o desvio. As multas são caras e variam de acordo com o tamanho da residência, entre 15 e 100 vezes o valor da tarifa mínima. Vale muito mais a pena a pessoa pegar sua água em dia e não fazer o desvio”, aconselha.

O diretor chama a atenção para outro tipo de situação ilegal que acontece na cidade. “Algumas pessoas que estão em atraso no pagamento, e a água é cortada, estão fazendo a religação por conta própria. Nesses casos, ressaltamos que, mesmo religando pelo hidrômetro, sem fazer desvios, configura-se como crime passível de multa. Aconselhamos a não fazer isso, e sim nos procurar, pois, estamos de portas abertas para negociar os débitos da melhor forma que o cliente possa pagar”, enfatiza.

A população pode denunciar ligações clandestinas nos números (89) 99466-9381 / 3462-4604 ou através do nosso site www.saaeoeiras.com.br.  O denunciante não precisa se identificar, e estará colaborando para o bem-estar dos moradores.

 Ascom