Cidadeverde.com

Saúde de São Raimundo Nonato alerta população

O período chuvoso requer atenção especial em relação a doenças como dengue, zika e chikungunya, por ser um período propício para a reprodução do Aedes aegypti.  Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde de São Raimundo Nonato pede a parceria da população para que redobre o cuidado.

A dengue é uma doença de origem viral, que pode ser assintomática, leve ou grave, levando à morte, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.

Os Agentes de Endemias, exercem rotineiramente o trabalho de orientação, prevenção e fiscalização das residências, no entanto, precisa que a população faça a sua parte.

O principal cuidado é o descarte de todo material inservível. Garrafas devem ser guardadas fechadas ou com a boca virada para baixo. As calhas dos telhados e caixas d’água também merecem atenção e devem ser mantidas limpas, bem como ralos e vasos sanitários tampados. Vasos de plantas com pratos de plástico devem ser evitados.

É importante que os quintais e locais ao ar livre passem por limpeza frequente, pois qualquer material que permita o mínimo acúmulo de água pode se tornar um criadouro do mosquito, mesmo uma tampinha de garrafa.

Sintomas das doenças e procedimentos

Dengue – Febre alta, dores nas articulações, manchas avermelhadas pelo corpo, dor atrás dos olhos. Na forma hemorrágica da doença ocorrem sangramentos e dores abdominais intensas. Sempre que apresentar os sintomas a pessoa deve procurar uma Unidade de Saúde mais próxima da sua residência e nunca se automedicar.

Zika – Estado febril, edema ocular (olhos avermelhados), dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele. Sempre que apresentar os sintomas a pessoa deve procurar uma Unidade de Saúde mais próxima da sua residência e nunca se automedicar.

Chikungunya – Febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações, principalmente nos pés e mãos, dores de cabeça, dores nos músculos e manchas avermelhadas na pele. Sempre que apresentar os sintomas a pessoa deve procurar uma Unidade de Saúde mais próxima da sua residência e nunca se automedicar.

Ascom