Cidadeverde.com

Loteamentos de Oeiras devem seguir o SAAE

Para recebimento pelo SAAE, as obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário, no município de Oeiras, devem ter sido construídas dentro das normas técnicas como ter vigentes e atendendo os parâmetros da concessionária, respeitando o projeto aprovado pelo órgão. Desde que entrou em funcionamento, o SAAE elaborou algumas diretrizes para o recebimento de empreendimentos, para que a operação e manutenção do sistema de água ou de esgoto fique  a cargo do órgão.

Um dos engenheiros da equipe do SAAE, Laerson Vieira, frisa que a autarquia não vai gerir nenhum sistema cujo projeto não obedeça às diretrizes do órgão. “De início, os proprietários, antes de iniciar as obras de abastecimento de água do loteamento, devem procurar o SAAE para ver se existe viabilidade de ligação no sistema existente da autarquia”, explica.

“O proprietário deve entrar com um pedido para solicitar um estudo de viabilidade por intermédio do SAAE. Nossa equipe realiza esse estudo para analisar se a nossa rede tem suporte para o loteamento, tanto em reservação quanto em distribuição de água. Caso o nosso sistema não consiga suprir a demanda naquele setor, o proprietário terá que fazer um sistema próprio”, complementa.

De acordo com o engenheiro, as diretrizes são necessárias para que não ocorram problemas futuros com o gerenciamento da água dos loteamentos. “Assim evitamos sistemas que não tenham a capacidade de suprir toda a população instalada no empreendimento, por ter uma reservação insuficiente, provocando a falta de água”, enfatiza Laerson Vieira.

O usuário pode se dirigir ao SAAE para solicitar todas as diretrizes necessárias para recebimento do loteamento por parte da autarquia. “Nossa principal preocupação é aprimorar o sistema e, consequentemente, não ter problemas futuros”, finaliza o engenheiro.