Cidadeverde.com

Wellington Dias pede suspensão da dívida dos estados com a União

Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

O governador Wellington Dias (PT) se uniu aos demais governadores do país, que pedem a suspensão das dívidas dos estados com a União. Na proposta dos governadores, o pagamento das dívidas ficaria suspenso pelo prazo de 12 meses. 

A medida se deve a pandemia do coronavírus. Os Estados, como o Piauí, adotaram medidas duras, que passam pelo fechamento de toda atividade econômica. Os governadores afirmam que com a queda na arrecadação, ficarão sem condições de honrarem as dívidas. 

“Isso inclui as dívidas com a União, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, BNDES, bem como a abertura da possibilidade de quitação de prestações apenas no fim do contrato, além da disponibilização de linhas de crédito e o alongamento dos prazos e carências de operações de crédito diretas e indiretas para médias, pequenas e microempresas”, explica o governador do Piauí, Wellington Dias.

Os governadores também pedem pela imediata aprovação do Plano Mansueto, plano de auxílio financeiro a estados que se comprometerem com medidas de ajuste fiscal, além de mudança no Regime de Recuperação Fiscal.

Os gestores pedem ainda a redução da meta de superavit primário do governo federal e a aplicação da lei que institui a renda básica de cidadania, a fim de propiciar recursos para amparar a população economicamente vulnerável.

Os pedidos são pelo aporte de recursos para custeio de ações de média e alta complexidade, na razão de R$ 4,50 per capita, a serem repassados aos entes federados para financiar soluções imediatas e estruturantes na saúde pública, incluindo a prestação de atendimento em emergências hospitalares, a aquisição de “kits coronavírus” e equipamentos, além da criação de novos leitos e conclusão de obras pertinentes. 

 

Lídia Brito
[email protected]