Cidadeverde.com

Quarentena reduz estoque de sangue e inviabiliza 13 cirurgias urgentes no HGV

Treze cirurgias urgentes não podem ser feitas por falta de sangue no Hospital Getúlio Vargas (HGV), em Teresina. O diretor-geral do hospital, o médico Gilberto Albuquerque, gravou um vídeo nesta terça-feira (24) fazendo um apelo à população para doação de sangue, material obrigatório para a realização das cirurgias.

Dentre as cirurgias urgentes estão uma neurológica e 12 ortopédicas. De acordo com Albuquerque, os doadores podem se dirigir com segurança ao Hemopi (Centro de Hematologia e Hemoterapia) e fazer a doação.  Ele garante que não há risco de contrair coronavírus pela doação. 

Foto: Analice Borges/Arquivo CV

"Necessidade de sangue para vários pacientes que nós temos internados e estão sem condições de serem operados por falta de sangue. Você, que tem condições de saúde, que dá para fazer essa caridade, uma doação de sangue, que não pega coronavírus. Se você se desloca até o Hemopi com segurança, você está garantindo que essas pessoas sejam operadas", disse o diretor no vídeo.

Devido à pandemia de coronavírus, a Saúde estadual e municipal suspendeu as cirurgias eletivas. Apenas intervenções cirúrgicas com caráter de urgência podem ser realizadas. 

"A saúde do Piauí precisa desse momento de sangue. Os pacientes continuam adoecendo, os pacientes precisam ser operados e nós estamos urgentemente precisando de sangue", lembrou o diretor do HGV.

O Cidadeverde.com entrou em contato com a assessoria do Hemopi para informações sobre o estoque de sangue no centro e aguarda retorno.

 

Valmir Macêdo
[email protected]