Cidadeverde.com

Maternidade Evangelina Rosa faz triagem de gestantes e suspende alguns serviços

Foto: arquivo/Cidadeverde.com


A Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), maior do Estado e referência em alta complexidade, segue reforçando as medidas preventivas contra possíveis casos de Covid-19 que possam a chegar à unidade. Nesta terça- feira (24), está sendo instalado, na parte externa da Casa, um estande com consultório e recepção para receber gestantes e orientá-las, classificá-las quanto ao risco e encaminhá-las para o local indicado.

“Se a gestante foi orientada a ir pra casa, será instruída a fazer isolamento social”, explica o diretor-geral da MDER, Francisco Macêdo. Ele reforça que as orientações também serão dadas caso a paciente tenha que ser transferida para outra unidade, quando se tratar de gestação de baixo risco. “A casa está preparada para receber todas aquelas que tiverem que ser internadas na MDER”, frisa. Uma ambulância será disponibilizada para transferência pacientes em casos necessários.

A MDER também orientou a ficar em casa em isolamento social os servidores que têm mais de 65 anos e aqueles acima de 60 que possuem comorbidades (associação de duas ou de várias doenças que aparecem de modo simultâneo) ou sintomas da Covid-19. Os setores administrativos trabalharão em escalas alternadas para evitar aglomerações.

Desde a última terça-feira (17), a Maternidade iniciou uma série de medidas de precaução contra a doença causada pelo novo coronavírus e outras estão sendo reforçadas.

“A MDER está trabalhando para disponibilizar mais 10 leitos de UTI e 16 leitos de internação clínica”, anunciou Macêdo. Não está sendo permitida a presença de acompanhantes nos Centros Cirúrgicos (CC), Obstétrico (COS) e Sala de Recuperação pós-anestésica. As visitas à pacientes estão suspensas.

Referência em tratamento de alta complexidade, todos os setores da Evangelina Rosa estão orientados e treinados para trabalhar no combate e plano de contingência à pandemia da Covid-19.

Outras medidas:

– Os leitos do Centro de Parto Normal (CPN) serão retaguarda para casos suspeitos de parturientes com previsão de parto normal;
– A Enfermaria 24 da ALA “E” será retaguarda para puérperas;
– Pacientes de UTI Materna terão direito a um visitante por dia;
– Estão mantidos o Internato e as Residências Médica e de Enfermagem;
– Estão suspensos outros estágios obrigatórios e visitas técnicas ;
– É vedado o uso de telefones celulares nas áreas criticas (Centro Cirúrgico, Obstétrico, UTIs, UCINCo , UCINCa ) e restrito nas outras áreas ;
– Suspender temporariamente os procedimentos eletivos ambulatoriais e Hospitalares do Instituto de Perinatalogia Social do Piauí (IPS);
– Ficam mantidos os serviços de imunização (vacina) e a ultrassonografia;

 

Da Redação
[email protected]