Cidadeverde.com

Comissão de Emergência decide na segunda se flexibiliza decreto sobre quarentena

 

Atualizada às 16h18

A Comissão Organizadora Emergencial do Piauí deverá decidir na segunda-feira (30) se as medidas preventivas do decreto - divulgado na semana passada determinando a suspensão de alguns serviços - serão mantidas ou prorrogadas devido a pandemia do novo coronavírus. A depender dessa reunião, alguns estabelecimentos poderão ser reabertos, por exemplo. "Até segunda não muda nada", garante o governador em vídeo gravado.

A informação foi divulgada pelo governador Wellington Dias em coletiva virtual nesta quinta-feira (26). O gestor comentou que a audiência acontecerá para que ele possa ouvir gestores estaduais, municipais e federais, além de técnicos, para "garantir uma tomada de decisão sobre o decreto". 

"Esse decreto tem um prazo de até terça-feira (31). Vamos ter que tomar uma decisão: mantém a decisão da forma como está? É possível alguma alteração? É possível liberar algum setor? É possível restringir outro (setor)? Com base no que está acontecendo e vai acontecer até domingo (29) vamos ter na segunda essa avaliação e, com base nela,estarei tomando decisões", disse o governador.

Wellington Dias ressaltou que o Estado vai "continuar seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde e equipes técnicas para que, na próxima semana, possamos ter as condições de tomar medidas mais positivas”.

Veja nota divulgada pelo governo do estado:

O governador Wellington Dias esclarece que não há decisão de reabrir o comércio na segunda-feira (30). O que está previsto para esta data é uma nova reunião com o Comitê de Organização de Emergência (COE) para AVALIAR o resultado das medidas de contenção adotadas até o momento e definir novas ações para os próximos 15 dias, já que o decreto 18.884, que estabeleceu medidas de emergência no estado e suspende as aulas na rede estadual, vence nesta data. 

Vale destacar que o decreto 18.902 de 23 de março, que suspende as atividades comerciais e de serviços no estado, continua vigente. 

Todas as medidas estão sendo tomadas e continuarão, até que a proliferação do vírus seja controlada e haja segurança para a saúde da população. Qualquer alteração nas medidas vigentes atualmente, serão discutidas e tomadas seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde e da equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde. 

O governador assegura ainda que as decisões também serão tomadas ouvindo representantes do setor empresarial, trabalhadores e municípios.

Dados

Até a manhã desta quinta-feira (26), dos 348 casos notificados, oito foram confirmados para a Covid-19, outros 173 foram descartados. O Piauí continua com 167 casos suspeitos. Nenhuma morte pela doença está confirmada no estado. 

"A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio do Laboratório Central do Piauí (Lacen), descartou três óbitos registrados na rede estadual. Outros quatro casos estão sendo investigados. Os casos descartados foram atendidos em Bom Jesus, Oeiras e Teresina. Os que estão sob investigação foram em São Raimundo Nonato, Bom Jesus e Teresina. O resultado deve sair nos próximos dias", informou o Governo do Estado.

Carlienne Carpaso
[email protected]