Cidadeverde.com

Firmino Filho quer testes por amostragem e admite falta de dados sobre coronavírus

Foto:ArquivoCidadeverde.com

O prefeito Firmino Filho anunciou, na manhã deste domingo (29), que avalia realizar testes por amostragem de coronavírus em Teresina. A ideia é testar cerca de 900 pessoas assim que o Ministério da Saúde encaminhar o material para realização dos exames.

No Twitter, o prefeito justificou a possível adoção da estratégia. A Prefeitura considera quea capital ainda não tem informações precisas sobre o percentual da população que está infectada com o coronavírus em Teresina. 

“Como infelizmente não temos testes suficientes para fazermos uma testagem em massa, estou avaliando a possibilidade de fazer por amostragem. Como a Covid-19 pode ter sintomas semelhantes aos de outras doenças, é muito importante que a gente tenha uma noção da nossa realidade. Por enquanto estamos cegos em um terreno, que a gente sabe que pode ser bem mais complicado do que parece”, declarou o prefeito.

O prefeito Firmino pretende realizar 300 testes por dia. Para ele, essa verificação é necessária para adotar medidas de controle e prevenção.

“Nossa proposta é detectar os focos, fazer o isolamento e o monitoramento”, adiantou o prefeito.

O prefeito citou, ainda que  em várias regiões da Ásia, as medidas foram mais bem-sucedidas no controle da doença, com testagem em massa de pacientes e contatos, isolando seletivamente e bloqueando cadeias de transmissão.

“Infelizmente não conseguimos seguir esse modelo, mas precisamos buscar alternativas mais inteligentes para o controle da doença”, finalizou Firmino.

 

Izabella Pimentel
[email protected]