Cidadeverde.com

Secretário diz que o Piauí receberá 10 mil kits para testes rápidos em dois dias

Foto: Arquivo/CidadeVerde.com

O secretário de Saúde, Florentino Neto, informa que o estado deve receber 10 mil kits para a realização de testes rápidos, em pacientes com suspeita de coronavírus. O Governo determinou a aquisição do material, já que os kits enviados pelo Ministério da Saúde, nunca chegaram. Questões de logística estariam dificultando a distribuição dos kits.

Florentino afirma que os kits devem chegar em dois dias. O secretário lembra que as testagens serão feitas em pacientes com suspeita da covid-19 e em profissionais de saúde. 

“O Piauí tem condições de fazer a testagem mediante a orientação do Ministério da Saúde. A orientação é testar os casos que apresentem sintomas. O ministro da saúde já expôs isso em rede nacional, que o ministério não tem as condições de  enviar para os estados testes para testagem de toda a população.  Por isso, contratamo a aquisição de 10 mil kits rápidos. Já estamos com uma solicitação de uma quantidade maior ainda. A empresa nos informou que já estão no porto e devem chegar em dois ou três dias. Com isso, teremos a capacidade de ampliar os testes. Mas sempre testar os sintomáticos e os profissionais de saúde.”, disse. 

Sobre a denúncia de profissionais de saúde, da possibilidade de faltar equipamentos de proteção Individual (ETIs), Florentino nega e diz que o estoque está garantido. 

“O Ministério da Saúde se comprometeu a mandar os EPIs para os profissionais de saúde para o Piauíl. No entanto, entendemos que poderíamos ter problemas. Correria o risco dos EPIs, comprados pelo Ministério da Saúde, não chegarem a tempo. Diante disso, tivemos uma grande aquisição de EPIs.  Já distribuímos para os hospitais  estaduais  quatro remessas de EPIS, não temos  ausências de EPIS nos hospitais  estaduais. Fomos solicitados pelo Hospital Universitário (HU), que vai integrar todo esse enfrentamento, EPIs. Já fizemos a primeira entrega para o Hospital da Universidade. Já fizemos duas entregas no sentido da solidariedade e da cooperação, para  o Hospital do Monte Castelo e a Maternidade do Promorar”, destacou.