Cidadeverde.com

Covid-19:Governo alerta que maioria dos infectados no Piauí está fora do grupo de risco

  • corona_virus_-8.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • corona_virus_-7.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • corona_virus_-6.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • corona_virus_-5.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • corona_virus_-4.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • corona_virus_-3.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • corona_virus_-2.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • corona_virus_.jpg Roberta Aline / Cidade Verde

O governo do Piauí revelou, na manhã desta terça-feira (31), que a maioria absoluta de infectados pelo novo coronavírus no Estado é de pessoas fora do chamado grupo de risco.

Boletim epidemiológico divulgado mostra que entre os 18 casos confirmados de Covid-19 no Piauí, em cinco os infectados possuem menos de 40 anos de idade. O governo alerta que é errado achar que só idosos podem apresentar sintomas da doença.

“Essa informação é importante porque mostra que a maioria absoluta dos infectados até o momento são os que estão fora do chamado grupo de risco. Muitas pessoas têm pensado, erroneamente, que somente os idosos é que podem apresentar os sintomas, o que não é verdade. Inclusive, cinco casos têm menos de 40 anos e idade”, diz o boletim do governo. 

 Estão no grupo de risco, segundo o Ministério da Saúde, pessoas acima dos 60 anos e aquelas com doenças crônicas, como diabetes e doenças cardiovasculares. 

O boletim do governo também destaca que a cada dia os casos de coronavírus aumentam no Piauí. No último dia 19, foram 3 casos confirmados e até ontem (30), 11 dias depois, havia seis vezes mais contaminados: 18 pessoas. Destes 18, 12 (66%) têm menos de 60 anos de idade.

O boletim informa ainda que as quatro mortes foram de pessoas acima de 40 anos, e que 66% dos infectados são do sexo masculino. Diante do crescimento, ontem o governador Wellington Dias prorrogou o decreto de quarentena no Piauí.

Até a manhã desta terça (31) o Piauí registra 231 casos suspeitos de coronavírus, deste 50 apenas em Teresina, 18 confirmados, 4 mortes e 1 cura. A primeira pessoa curada da doença no Estado foi o jornalista Marcelo Magno.

 


Izabella Pimentel
[email protected]