Cidadeverde.com

IFPI usa impressoras 3D e produz EPIs em diferentes cidades do Estado

Fotos: Propi/IFPI

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) também entrou na corrente para ajudar os profissionais da saúde a se protegerem, durante o atendimento aos suspeitos de contraírem o novo coronavírus. Alunos, de diferentes campi pelo Estado, estão utilizando impressoras tridimensionais para fabricar equipamentos de proteção individual (EPIs). 

As impressoras foram adquiridas inicialmente para projetos de pesquisa e extensão, mas estão, neste momento, voltadas para impressão de máscaras faciais do modelo Face Shield e estão sendo doadas a hospitais públicos. 

De acordo com o diretor o pró-reitor de Pesquisa do IFPI, professor José Luís, já foram produzidas 170 máscaras e a perspectiva é que mais 600 fiquem prontas nos próximos dias. 

“Essas máscaras podem ser utilizadas por longo período, uma vez que podem ser higienizadas e obedecem às exigências da Anvisa”, ressalta o pró-reitor.

Os materiais estão sendo produzidos por alunos e professores de vários cursos entre eles: Informática, Administração, Matemática, Física e nos campi de Teresina, Oeiras, Parnaíba, Picos e Floriano. 

Precisando de insumos

Mas, segundo o professor, o empecilho da produção é a falta de material para a confecção, já que os insumos que tinham disponíveis nos laboratórios já estão sendo utilizados. 

“O material que temos só dará para estas 600, estamos em busca de parceiros para doação de insumos como folha de acetato, elástico, e filamento para impressoras 3D tipo PLA e ABS de 1,75 mm. Os doadores podem ser papelarias, lojas de informática e empresários no geral que possam comprar e doar para a gente”, sugere o professor José Luís. 

Quem quiser doar pode entrar em contato através do e-mail [email protected]

 

Caroline Oliveira
[email protected]