Cidadeverde.com

Piauí tem 215 novos casos do coronavírus em 24 horas; total de mortos chega a 91

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Piauí voltou a bater o recorde diário de casos confirmados do novo coronavírus. Foram 215 testes positivos nas últimas 24 horas, elevando para 2.852 o total acumulado no estado desde o início da pandemia. Nesta quarta-feira (20), mais quatro mortes por Covid-19 foram confirmadas. 

Entre os óbitos registrados, três são de Teresina e do sexo masculino: com 46, 67 e 82 anos de idade. A quarta vítima é de São Julião e tinha 67 anos. Todos possuiam alguma doença que os colocava em grupo de risco para o novo coronavírus. 

O total de mortes é de 91, sendo 45 de pacientes da capital e os demais distribuídos em 32 municípios do estado. 

Recorde de casos confirmados
Foram 215 novos testes positivos nesta quarta-feira (20). No dia anterior, o boletim da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) apontava 197 novos casos, maior marca para um único dia até então. 

A maioria das infectadas é do sexo feminino - 117 casos contra 98 do sexo masculino. O mais jovem a testar positivo tem 10 anos de idade, e o mais velho, 94. 

O número de municípios com casos confirmados subiu para 127. Registraram seus primeiros testes positivos: Buriti dos Montes, Joaquim Pires, Padre Marcos, Parnaguá, Pedro Laurentino, Santa Cruz do Piauí e Santo Antônio de Lisboa. 

Foram retiradas da lista Capitão de Campos e Nova Santa Rita. A Sesapi alegou inconsistência dos dados de notificação dos pacientes. 

 

Metade dos leitos com respiradores ocupados
Foram mais nove altas médicas - 322 no acumulado. O número não foi suficiente para reduzir a ocupação de leitos, que chegou a 389 - nove a mais que no dia anterior. 

São 139 pacientes em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e três em leitos de estabilização. Somados, são 142 leitos com respiradores ocupados - 49,65% da capacidade atual.

Houve acréscimo no número de leitos disponibilizados, o mais expressivo deles nos leitos clínicos, para pacientes menos graves.  

 

Fábio Lima
[email protected]