Cidadeverde.com

Respiradores confiscados chegam ao Piauí e vão para três hospitais

  • respi8.jpg Arquivo/Ccom
  • respi7.jpg Arquivo/Ccom
  • respi6.jpg Arquivo/Ccom
  • respi5.jpg Arquivo/Ccom
  • respi4.jpg Arquivo/Ccom
  • respi3.jpg Arquivo/Ccom
  • respi2.jpg Arquivo/Ccom
  • respi1.jpg Arquivo/Ccom

O governo do Piauí recebeu no começo da tarde desta quarta-feira (27), os 20 respiradores mecânicos comprados pelo Estado e que haviam sido confiscados pelo Ministério da Saúde. Os equipamentos chegaram no aeroporto de Teresina por volta das 14h. A busca pelos aparelhos foi determinada pela Justiça Federal após decisão do juiz Márcio Braga.

O mandado foi cumprido na noite dessa terça-feira (26)  na cidade de Osasco (SP),  na empresa Intermed, onde foram localizados os respiradores. Os esquipamentos fazem parte de um lote de 81 equipamentos adquiridos e que estavam retidos. O restante do lote deve ser entregue nos próximos dias já garantidos também por decisão judicial.

"Eu parabenizo o trabalho da nossa Procuradoria do Estado do Piauí. Foi uma importante vitória. Nós tivemos que ir ao Supremo, onde o ministro Tofolli deu ganho de causa para que duas empresas, a Magnamed e Intermed, cumpram o contrato celebrado com o Piauí para a entrega de 80 respiradores", disse o governador Wellington Dias.

Segundo ele, o trabalho agora é para que os outros respiradores sejam entregues no mais curto espaço de tempo.

"Ontem a ordem judicial foi cumprida em Cutia, São Paulo, onde tivemos a entrega dos 20 primeiros respiradores. Isso é fundamental. Serão instalados para ampliar mais leitos de UTIs. Agora estamos trabalhando para a entrega dos outros respiradores", acrescentou o governador.

Os respiradores são acionados nos casos mais graves da Covid-19, ajudando o paciente a recuperar a capacidade do tecido pulmonar.

Florentino Neto, secretário de saúde, acredita que, com a chegada dos respiradores, o sistema de saúde terá uma situação “mais confortável”. Segundo ele, dos vinte respiradores, onze serão destinados à ampliação da UTI do Hospital Natan Portela; cinco vão ser colocados no Hospital de Campanha do Ginásio Verdão e quatro serão deslocados para o Hospital Getúlio Vargas (HGV).

“Além de toda essa iniciativa, nós estamos em tratativas para trazer mais respiradores da Turquia em uma contratação feita pelo Estado”, diz o gestor.

Na sexta-feira (29), mais 100 respiradores devem chegar ao estado vindos da Turquia. Essa compra foi feita pelo Consórcio Nordeste.

Hérlon Moraes
[email protected]