Cidadeverde.com

Badminton atualiza regras para Jogos de Tóquio e piauienses seguem na briga por vaga

Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

Presidente da CBBd vê chance de Francielton e Fabrício Farias brigarem por vaga

 

A Federação Internacional de Badminton (BWF, na sigla em inglês) atualizou as regras para os Jogos Olímpicos de Tóquio e deixou os torneios classificatórios, que somam pontos no ranking mundial, para 2021 - novo ano do evento no Japão, adiado por conta da pandemia do novo coronavírus. 

Os eventos que somam pontos na classificação olímpica deverão ocorrer entre janeiro e abril de 2021. Torneios que foram adiados por conta da pandemia de covid-19 e devem ocorrer a partir de setembro 2020 não valerão para os Jogos de Tóquio. As mudanças foram comunicadas na quarta-feira (27). 

A decisão foi aprovada pelo presidente da Confederação Brasileira de Badminton (CBBd), Francisco Ferraz, que vê chances de classificação de atletas do Brasil não só no individual, com os fluminenses Ygor Coelho e Fabiana Silva, mas também nas duplas, com piauienses.

"Essa foi uma decisão muito boa, transferir os torneios de classificação para o ano que vem. Assim os atletas têm condição e tempo para prepararem e chegarem em melhor condição para disputarem esses pontos", disse Ferraz, em entrevista para a Rádio Cidade Verde.

O ranking de classificação olímpica parou no dia 24 de março, com Ygor Coelho (22º) e Fabiana Silva (35º) mais próximos da vaga em Tóquio. 

Nas duplas, os melhores brasileiros são os piauienses Fabrício Farias e Jaqueline Lima (53º nas duplas mistas), Fabrício e Francielton Farias (56º nas duplas masculinas), Jaqueline Lima e Samia Lima (56º nas duplas femininas).

A aposta da CBBd nas duplas é para que o Canadá, hoje com atletas em melhores posições, estoure o limite de participantes por país, previsto no regulamento, e desista de uma das duplas. Com isso, os brasileiros precisam estar em boa posição para herdarem a vaga. 

"A BWF confirmou que na América só pode cada país levar três categorias. A ideia nossa é em algumas dessas chegar em segundo (no continente). E vamos lutar ao máximo para chegar em segundo na dupla masculina, porque aí com o Canadá desistindo de algumas das duplas, nós temos condições de levar alguma dupla", acrescentou Francisco Ferraz. 

Parabadminton
Com um torneio na Espanha a ser realizado, a CBBd segue com expectativa de classificação do paranaense Vitor Tavares, atualmente quarto colocado no ranking mundial. 

Fábio Lima e Wellyson Costa (da Rádio Cidade Verde)
[email protected]