Cidadeverde.com

Messi reflete sobre a pandemia: 'O futebol, como a vida, não voltará a ser igual'

Foto: reprodução Instagram @leomessi

Não tão acostumado a dar longas entrevistas, Lionel Messi decidiu se abrir e falar sobre as consequências da pandemia do novo coronavírus na sociedade e no futebol. Em entrevista ao jornal espanhol El País, o craque argentino afirmou que o mundo não será o mesmo após a crise sanitária global.

O craque do Barcelona considera que a doença marcará para sempre a sociedade atual, de modo que, em sua opinião, o mundo será dividido entre o antes e o depois da pandemia de covid-19. Ele lamentou as milhares de mortes causadas pela doença.

"Penso que o futebol, como a vida em geral, não voltará a ser igual", opinou Messi. "Todos que estamos vivendo essa situação recordaremos o que aconteceu de uma outra maneira. No meu caso, com um sentimento de pena e frustração para aqueles que sofreram mais por terem perdido seus amigos e familiares queridos e nem puderam se despedir", completou o argentino.

Messi explicou como, em seu pensamento, a pandemia afeta o futebol e as outras modalidades esportivas, tanto no plano econômico como no desempenho dos jogadores e atletas.

"Futebol e os esportes em geral foram seguramente afetados. Na parte econômica, porque existem empresas relacionadas ao universo esportivo que talvez vão passar por uma situação mais complexa após o coronavírus", disse. "E na parte do desempenho profissional, porque o retorno ao treinamento, às competições e ao que costumava ser feito de maneira normal, agora terá que ser implantado novamente, mas de forma gradual", acrescentou o jogador.

Messi está próximo de retornar aos gramados. O Barcelona e todos os clubes espanhóis foram liberados para os treinos coletivos a partir desta segunda-feira. E o Campeonato Espanhol, suspenso desde março, está programado para ser reiniciado no dia 11 de junho.

 

Fonte: Estadão Conteúdo