Cidadeverde.com

Quase 50 servidores do HGV testaram positivo para a covid-19

Foto: Fepiserh

O Hospital Getúlio Vargas (HGV), através do Núcleo de Assistência ao Servidor, realizou avaliação diagnóstica dos servidores atendidos com testes rápidos para Covid-19, no período de 17 de abril a 31 de maio de 2020. Foram realizados 1.798 testes, dando 49 positivos, o que representa um percentual de 2,7%.

Segundo o diretor-geral do HGV, Gilberto Albuquerque, a medida é muito importante, pois demonstra cautela e responsabilidade do Governo com seus colaboradores, assim como, com o público usuário dos serviços do hospital. "Já que somos um serviço essencial, não podemos parar”, ressalta.

Para Gilberto, é importante identificar precocemente os servidores infectados para que sejam isolados e tradados, seguindo os protocolos clínicos de proteção. “É o que estamos fazendo constantemente no HGV, testando os funcionários para a segurança tanto do paciente quanto dos demais colaboradores", explica o diretor.

Para a diretora técnica da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), Fátima Garcez, órgão que administra o HGV, pelo fato do hospital ser referência para o acolhimento e tratamento de pacientes com o novo coronavírus, exige um fluxo de segurança mais rigoroso. "Sobretudo nesse período da pandemia, intensificamos os protocolos de segurança no ambiente hospitalar, desinfectando os espaços e seguindo todas as recomendações de proteção para reprimir transmissão dentro do hospital, assim como alertando sobre o uso adequado dos EPIs, para evitar a propagação do vírus", enfatiza Fátima. 

Da Redação
[email protected]