Cidadeverde.com

Governo inaugura unidade produtiva em José de Freitas

Ascom 

A Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), por meio do Programa Crédito Fundiário, inaugurou, nessa sexta-feira (6), uma unidade produtiva na comunidade Baixa Grande, no município de José de Freitas. A unidade recebeu investimentos de R$ 550.000, incluindo aquisição de terra e créditos de investimentos (casas, sistema de água e projetos produtivos), recursos do Crédito Fundiário.

A cerimônia contou com a benção das chaves das casas das 10 famílias e descerramento de placa de inauguração da unidade produtiva, Participaram da solenidade o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Hérbert Buenos Aires; o representante da Frente Parlamentar de Agricultura Familiar, deputado estadual Francisco Limma; o superintendente das Cadeias Produtivas, Simão Oliveira; a diretora Sheila Reis; o secretário municipal de agricultura do município, José Iran, e representantes de 11 comunidades e assentamentos da região.

A presidente da Associação de Produtores Rurais de Baixa Grande, Danielle Paula, informou que no assentamento eles produzem de tudo um pouco, como milho, mandioca, melancia, além de criação de pequenos animais, comercialização de galinhas, suínos e investindo em ovinocaprinocultura. “Esperamos agora ter acesso a outras linhas de crédito do governo no nosso assentamento, com sustentabilidade e sem evasão, para que todos possam continuar vivendo aqui com suas famílias”, pontuou a produtora.

O deputado Francisco Limma destacou o empenho da equipe da Secretaria da Agricultura Familiar em promover parcerias e desenvolver projetos que visam à melhoria da qualidade de vida do agricultor no Piauí por meio do trabalho realizado nos últimos anos pelo governo estadual.

O secretário Hérbert Buenos Aires afirmou que agora a agricultura familiar local também tem a responsabilidade de dar continuidade ao projeto do Crédito Fundiário, buscando outros investimentos como o Pronaf, com o apoio da SAF, que têm como principal objetivo o desenvolvimento da unidade produtiva, que só pode ser conquistado com a união de todos, por meio da associação e dos gestores, que trabalham viabilizando melhorias de renda e na qualidade de vida do homem e da mulher do campo.

A diretora do Crédito Fundiário, Sheila Reis, parabenizou a comunidade pelo nível de organização elevado da unidade, com todas as casas com quintais produtivos, ampliação de imóveis e andamento de documentos para o Pronaf A, que é voltado para o agricultor familiar da reforma agrária, acrescentando que, por meio desse programa poderá ser injetado na unidade produtiva R$ 26 mil por família. “Vamos disponibilizar todo o suporte para essas famílias que se enquadram na análise do Pornaf e os agentes financeiros para contratar o quanto antes”, ressaltou Reis.

Participaram da atividade, representantes das comunidades Nova Esperança, Novo Horizonte, São José, Lagoa Seca, Santo Antônio, Mororó, Alberto Resende, Carvalho e Assentamentos São Francisco, Arcoverde e Santa Lia.

 

[email protected]