Cidadeverde.com

Começa retirada de piranhas da Barragem do Bezerro

Teve início na manhã desta segunda-feira (3) a retirada das piranhas da Barragem do Bezerro, em José de Freitas, a 50 quilômetros de Teresina. Governo do Estado, Prefeitura de José de Freitas, Corpo de Bombeiros e pescadores locais trabalham para capturar cerca de 1.000 dos peixes carnívoros responsáveis por aproximadamente 100 ataques a banhistas nos últimos meses.

De acordo com o prefeito Josiel Batista (PSDC), o objetivo é retirar da água cerca de 300 piranhas por dia, em um trabalho que conta com 50 pescadores e que deve se estender até quarta-feira (5). "Se tiver tanta piranha quanto a gente acha que tem, será essa a média. Estamos tomando as providências cabíveis junto com o Governo do Estado e o Ministério Público. Estamos fazendo a nossa parte", disse o gestor.

Segundo Josiel Batista, os pescadores devem ganhar um reforço na terça-feira (4). "Pedimos empenho. O Corpo de Bombeiros provavelmente vai trazer uma gaiola que servirá de armadilha para as piranhas", informou.

Interditada desde quinta-feira (30) após uma série de ataques de piranhas a banhistas, a Barragem do Bezerro é o principal ponto turístico de José de Freitas. Além da captura das piranhas, as autoridades pretendem povoar o local com cerca de 100 mil alevinos.

"Da última vez, pegamos 200 piranhas e não tivemos mais problemas. Mas é importante que as pessoas entendam: isso é coisa da natureza. Enquanto a barragem não sangrar - e ela não sangra há quatro anos -, isso vai continuar acontecendo".

Flávio Meireles
flaviomeireles@cidadeverde.com