Cidadeverde.com

Superintendência da Pesca retira 500 piranhas e faz recomendação para banhistas

A Superintendência da Pesca contabilizou a retirada de 500 piranhas do Açude do Bezerro, em José de Freitas, até esta sexta(07). Essa ação será suspensa para fazer um estudo no local para determinar se há necessidade de serem tirados mais peixes. 

De acordo com o superintendente da Pesca no Piauí, Antônio Abreu, o banho no local não está proibido, isso só será decidido depois desse estudo. 

“O promotor sinalizou a interdição da barragem, mas só depois do estudo, por isso até então ela não está interditada. Mas os banhistas têm que se precaver: não consumir alimentos dentro d’água, não deixar crianças sozinhas e evitar ir para o fundo da barragem”, recomenda. 

Ele disse que as piranhas retiradas possuem de 400 a 500 gramas, consideradas grandes, que se atacarem uma pessoa pode provocar dano. “O número realmente aumentou porque nos últimos quatro anos, o açude não sangrou e houve a pesca do Tucunaré que é o predador natural da piranha. Vamos implantar alevinos para alimentar essas piranhas e de Tucunaré e proibir a pesca desse peixe”, afirma o superintendente.

O estudo na barragem será realizado pela Superintendência da Pesca, Ibama e Secretaria de Meio Ambiente.  E a reposição dos alevinos contará com o apoio da DNOCs. 


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com