Cidadeverde.com

Após ataques de piranhas, 210 mil alevinos são soltos em barragem

  • 20150817130504_(1).jpg Divulgação
  • 20150817130452.jpg Divulgação
  • 20150817130505_(2).jpg Divulgação
  • 20150817130505_(1).jpg Divulgação
  • 20150817130505.jpg Divulgação
  • 20150817130506_(1).jpg Divulgação
  • 20150817130506_(2).jpg Divulgação
  • 20150817130506.jpg Divulgação

210 mil aleviinos foram soltos na Barragem do Bezerro em José de Freitas. A ação foi executada em conjunto com vários órgãos e visa combater os ataques de piranhas no local. A inserção dos peixes é uma das medidas que estão sendo adotadas para controlar a superpopulação de piranhas existentes no aqüífero que estão atacando os banhistas.

De acordo com o diretor do Dnocs , Djalma Policarpo, serão colocados um milhão  de alevinos na Barragem do Bezerro  em datas alternadas “ hoje colocamos 210 mil peixes, na sexta-feira iremos trazer mais 210 mil, até completar um milhão” declarou.

O prefeito Josiel Batista informou que deverá assinar um decreto proibindo a pesca de tucunaré no local, até que o desequilíbrio  ambiental seja sanado.O promotor de justiça da comarca de José de Freitas, Dr. Flávio Teixeira, informou que a Barragem não está interditada.  "Em Recife nós sabemos que há ataques de tubarão e não está proibido banhar, mas tem as placa lá avisando sobre a possibilidade de ataques, então eu recomendei que colocasse as placas aqui na Barragem avisando sobre a possibilidade de ataques, daí banha quem quiser” declarou.

De acordo com o coordenador Estadual do DNOCS, Djalma Policarpo, que esteve no local, apesar dos problemas de  recarga dos açudes em decorrência das poucas chuvas invernosas, o DNOCS continua com seu trabalho de produção e distribuição de alevinos para prover as populações rurais de alimento de alto valor nutricional.

Com informações de RealidadeemFoco
cidades@cidadeverde.com