Cidadeverde.com

Corpo carbonizado achado em porta-malas de carro seria de jovem de 24 anos

(Foto: Reprodução Realidade em Foco)

Atualizada às 9h31

Supostos familiares da pessoa morta carbonizada dentro de um carro, nessa quarta-feira em José de Freitas, afirmam  que a vítima tinha apenas 24 anos. 

A esposa da suposta vítima  esteve ainda ontem no Instituto Médico Legal e assegurou que o corpo é de seu marido. No entanto, o IML ainda não fez exames que comprovem a identidade dos restos mortais. 

A mulher disse que seu marido foi à José de Freitas fazer negócios de venda de veículos. Ela afirma ter reconhecido o carro pela placa, um Siena de cor branca. 

Os familiares também mostraram ao IML fotos de um jovem usando o mesmo colar que está no corpo da vítima encontrada carbonizada no carro. Informações apuradas pelo Cidadeverde.com apontam que vítima foi queimada viva. 

A família deve comparecer hoje ao IML. Um exame de arcada dentária deve ser feito e, caso não seja possível a realização, será pedida a análise de DNA da vítima. Este último é feito no Rio Grande do Norte.

Matéria original

Um carro em chamas foi encontrado pela Polícia Militar no povoado Cipó, na estrada do município de José de Freitas, na Grande Teresina. No porta-malas foi encontrado um corpo carbonizado. 

O veículo foi localizado durante a tarde desta quarta-feira (30). O corpo estava totalmente carbonizado e visualmente não era possível identificar o sexo da vítima. 

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) durante a noite e ainda não foi confirmada a identidade da vítima. Contudo, uma mulher compareceu ao IML e reconheceu um colar e a placa do veículo que, possivelmente, seriam do esposo dela. Ela aguardava a chegada da sogra para a realização de um exame de DNA. O esposo dessa mulher trabalhava como corretor de veículos, no centro de Teresina, em frente ao Verdão. 

 

Flash de Izabella Pimentel
Com informações Notícia da Manhã
redacao@cidadeverde.com