Cidadeverde.com
Esporte

Com Pacaembu cheio, ataque brilha e Corinthians vence o Tijuana

Imprimir
Habemus Guerrero! Habemus Pato! Habemus Paulinho! Habemus Fiel! No dia da escolha do novo papa, a torcida do Corinthians fez festa em seu retorno ao Pacaembu na Copa Santander Libertadores, lotou o estádio e viu o Timão superar o Tijuana (MEX) por 3 a 0 na noite desta quarta-feira. A presença dos fãs inspirou os atacantes alvinegros, autores de dois dos gols do importantíssimo triunfo na competição sul-americana.


Com o resultado, o Corinthians chegou a sete pontos, mantendo a vice-liderança do Grupo 5, mas diminuindo a diferença para o Tijuana, que tem nove e perdeu os 100% de aproveitamento. Na próxima rodada, apenas no dia 3 de abril, o Timão vai a Bogotá encarar o Millonários (COL), terceiro colocado, com três pontos. Já o Tijuana segue para Oruro, onde vai enfrentar o San José (BOL), último colocado do grupo - um ponto.

A festa só não foi completa porque Pato, autor do primeiro gol, teve de sair logo depois de balançar as redes, ainda no primeiro tempo, sentindo um problema muscular. Justamente quando o camisa 7 alcançara uma série de 11 jogos consecutivos, algo que não acontecia desde 2009.

Mas a tônica foi de alegria. O domínio do Corinthians apareceu logo nos minutos iniciais do jogo, em cenário bem diferente do apresentado na semana passada, no México, em gramado sintético. As investidas alvinegras quase sempre foram pelo lado direito, com o ótimo Renato Augusto, que vai virando dono do meio de campo corintiano. Foi por ali, pela avenida do lado esquerdo mexicano, que o placar foi aberto.

Aos 26 minutos, logo após Tite chamar Romarinho para entrar no lugar de Pato, que havia pedido para sair, Renato invadiu a área. Com espaço, o camisa 25 soltou uma bomba e a bola acertou três vezes a trave antes de morrer nos pés de... Pato! Habemus Pato! Corinthias 1 a 0, comemoração para todo lado e, logo depois, "Perdemus Pato", já que o atacante foi substituído por Romarinho.

A blitz corintiana, porém, persistiu. E mais uma vez pelo lado direito, com Renato Augusto e participação de Alessandro, veio o segundo gol. Aos 35 minutos, o lateral recebeu do meia na área e cruzou para Guerrero. Com seu faro de gol cada vez mais apurado, o peruano empurrou para as redes e correu para o abraço. Habemus Guerrero!

O 2 a 0 deu um baque na boa equipe mexicana, irreconhecível na primeira etapa vide a boa impressão que deixou no México. Cássio pouco trabalho na primeira etapa e o Timão seguiu para o vestiário com muita tranquilidade.

Cenário que não se confirmou na segunda etapa. Com Ruiz no lugar de Joe Corona, o Tijuana passou a tomar mais a iniciativa, foi para cima no início e chegou a assustar, criando três chances de gol.

O Corinthians, com o placar construído, seguiu na pegada, mas diminuiu o ímpeto ofensivo até os 30 minutos iniciais, quando cresceu. Aos 33, Romarinho entrou de cara, mas desperdiçou e, aos 36, Paulinho decretou a vitória, ao marcar de cabeça, após desvio de Guerrero. Habemus Paulinho!

Era tudo que a Fiel queria. Após ficar fora da partida contra o Millonarios, pela morte do torcedor boliviano Kevin Espada, na partida contra o San José, os corintianos voltaram com tudo. Teve mosaico de Bi Mundial e os cânticos tradicionais. E com a vitória, tudo parece ter voltado ao normal. Habemus Fiel, Corinthians!


Fonte: Yahoo
Imprimir