Cidadeverde.com
Entretenimento

Miss Piauí 1963 é homenageada durante o concurso Miss Teresina

Imprimir
Ela entrou para história como uma das mulheres mais bonitas do país e chegou a ser apontada como uma das preferidas aos título de Miss Brasil 1963. A piauiense Maria da Consolação Teixeira foi a grande homenageada da noite que escolheu a mulher mais bonita de Teresina para o ano de 2013.

Fotos: Raoni Barbosa/Revista Cidade Verde

"Em 1963 eu ganhei o Miss Piauí aqui no Clube dos Diários. É uma honra voltar 50 anos após para receber essa homenagem. Esta noite tem muito significado para mim. Hoje, tenho 68 anos bem vividos e é uma honra desfilar de novo nessa passarela. É muita emoção reviver tantos sentimentos", disse.

No Piauí, o concurso que elege a mulher mais bonita do Estado  tem 57 anos de tradição. Já o Miss Teresina foi criado em 1959. Neste ano, o Miss Teresina voltou as suas origens. A mulher mais bonita da maior cidade do Estado foi eleita na noite deste sábado. Foram 11 candidatas disputando a faixa e trocando experiências com a Miss 63.


"Nosso Estado esta sempre bem representado. Temos mulheres muito bonitas aqui. Ao dividir essa passarela com essas meninas eu senti a mesma emoção que senti em 1963, quando ganhei o título aqui. Estou muito emocionada e só tenho que agradecer a rodos pela homenagem", confidenciou Maria da Consolação.

Detalhe histórico
O organizador do Miss Teresina e Miss Piauí, Nelito Marques, defende que Maria da Consolação não ganhou o Miss Brasil 1963 porque não disputou. Na época era pré-requisito que todas as candidatas do concursos deixassem seus Estado de origem para residir no Rio de Janeiro, local onde ocorria a eleição. 

A piauiense não aceitou deixar o Piauí. Em 1963, A baiana Ieda Maria Vargas foi eleita Miss Brasil.

A história se reinicia
Após o desfile de Maria da Consolação Teixeira, a passarela foi ocupada por Delane Letycia, 8 anos. A estudante foi eleita a Miss Teresina Mirim em 2013. "Já desfilo há um ano e quero seguir a carreira de modelo. O título representa tudo pra mim", afirmou.


Lívio Galeno
liviogaleno@cidadeverde.com
Imprimir