Cidadeverde.com
Política

Washington Bonfim entrega na Câmara os projetos do PPA e LOA

Imprimir
A Prefeitura de Teresina entrega amanhã, 1º de outubro, na Câmara Municipal de Vereadores, as peças orçamentárias referentes ao Plano Plurianual 2014/2017 e Lei Orçamentária Anual (LOA). O material será apresentado pelo secretário municipal de Planejamento, Washington Bonfim.



A inspiração do PPA 2014/2017 é o relatório da ONU que elaborou a metodologia para construção do “Índice de Prosperidade da Cidade”, que institui grandes eixos que as cidades devem seguir para melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes. Em Teresina, os eixos norteadores do PPA são: produtividade econômica (Teresina de Oportunidades), qualidade de vida (Teresina Criativa), inclusão social (Teresina de Direitos), sustentabilidade ambiental (Teresina Sustentável) e governança (Teresina Eficiente).

O Plano Plurianual de Teresina para o quadriênio 2014/2017 é composto de 30 programas, 152 metas, 396 iniciativas e 553 ações orçamentárias. O valor total para investimento previsto no PPA é de R$11,3 bilhões. Em dispêndios com Saúde e Educação serão R$4,2 bilhões. Para a modernização da administração e pagamento de pessoal são R$3,5 bilhões. Nas áreas de mobilidade e adensamento urbano são R$1,5 bilhão.

Na Lei Orçamentária de 2014 a receita total estimada é de R$ 2.498.851.424,00 e a receita do Tesouro Municipal é de R$ 1.016.101.608,00. Ainda de acordo com a LOA, estão previstos investimentos com recursos próprios da ordem de R$ 115.154.143,00.

O PPA prevê também a realização de concursos para técnico de nível superior, assistente técnico administrativo em informática, analista ambiental, professor, educador físico, além de variados cargos para as secretarias de Finanças, Planejamento, Fundação de Saúde, Fundação Hospitalar, Secretaria Municipal de Saúde, Prodater, IPMT, Fundação Wall Ferraz e Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs).

“Para a formatação do PPA desenvolvemos o Seminário Pensar Mais Teresina e realizamos fóruns rurais e urbanos para ouvirmos as sugestões de ações voltadas para a cidade. Portanto, a produção do plano foi feita com a participação de representantes de importantes setores da sociedade”, destaca Washington Bonfim.

Da Redação
Imprimir