Cidadeverde.com
Entretenimento

Em NY, corpo de ganhador do Oscar é retirado de apartamento

Imprimir
O corpo de Philip Seymour Hoffman foi retirado por médicos legistas de seu apartamento em Nova York, nos Estados Unidos, na madrugada desta segunda-feira, 3. O ator, encontrado morto neste domingo, 2, foi achado com uma seringa espetada no braço segundo o site da revista “People”. O prédio onde Seymour Hoffman morava virou local de vigília de fãs do ator, que deixaram flores no local e prestaram outras homenagens.

Corpo de Philip Seymour Hoffman é retirado de seu apartamento em Nova York, nos Estados Unidos

Fontes policiais da publicação disseram também ter encontrado um envelope claro, com o que parecia ser heroína próximo ao corpo do ator, que teria sido achado por um amigo por volta das 11h30. O ator morava no bairro de Greenwich Village, em Manhatan, Nova York. De acordo com informações do "New York Post", ele seria viciado em heroína e teria sido vítima de uma overdose fatal.

Prédio do ator Seymour Hoffman em Nova York recebeu homenagens de fãs

Prédio do ator Seymour Hoffman em Nova York recebeu homenagens


Hoffman teria lutado contra o vício durante muitos anos, e em 2013 se internou em uma clínica de reabilitação para se livrar das drogas.

Luta contra o vício

Philip Seymour Hoffman, que venceu o alcoolismo quando era jovem, admitiu ter passado dez dias em uma reabilitação no começo do mês de maio de 2013, depois de ter começado a usar heroína, segundo informações do "The Sun". O ganhador do Oscar de melhor ator  por sua interpretação em "Capote" revelou que saiu dos trilhos há um ano, depois de ficar limpo durante 23 anos, quando se tornou viciado em remédios controlados.

O problema evoluiu para a heroína antes que ele percebesse que precisava de ajuda. Aos 45 anos, o ator declarou que usou a droga por menos de uma semana antes de se internar numa clínica de reabilitação.


Fonte: G1
Imprimir